O Retorno Selvagem II

Depois de levantar toda quebrada do “mara” colchão (sorte que levei meu travesseiro, senão a desgraça estaria completa), fui tomar meu banho para acordar melhor. Nem sei que hora era isso.

Sei que logo Nina e Gabs estavam de pé também. nos aprontamos e descemos para tomar o café. Ligamos para o quarto da KK, mas ninguém respondia. Achamos que talvez estivessem lá em baixo esperando por nós.

Ao chegarmos lá em baixo, eles não estavam em lugar algum, e descobrimos que haviam saído. Como não conseguíamos falar com eles, resolvemos tomar o café, pois já era quase 10 da manhã, e logo o café encerraria.

Assim como o quarto, o café foi uma titica. O café tinha mais pó do que líquido. E o pó parecia mais farinha de mesa do que pó de café, de tão grosso. A máquina de esquentar líquidos tinha 3 torneiras e nenhuma delas indicava o que sairia delas. Tive que abrir todas para ver onde estava o café. Na garrafa térmica, a mesma coisa: nenhuma indicação do que continha. A sensação que se tem é que são todos amadores. Ou então pensam que temos visão de raio-X. A cada coisa nova que aparecia, eu tinha mais certeza de que nunca mais veria esse hotel na minha vida.

Depois que tomamos café, Gabi conseguiu, depois de várias tentativas, descobrir onde KK estava: tinha ido fazer o belinho para chegar esvoaçante no evento. Aproveitaram para comprar algumas coisas que faltaram.

Quando eles chegaram, subimos para pegar tudo que iria para o encontrinho. Várias malas de esmaltes. Eu, Gabi e Nina fomos em um taxi, e KK e Maike esperariam por uma das meninas, Camila, que iria dar uma carona para eles até o condomínio da Michele, que gentilmente cedeu o salão de festas para a KK fazer o evento.

Quando chegamos lá, achamos o local ótimo. Muito agradável, com muitas árvores. Michele veio toda serelepe nos encontrar. Abrimos os dois salões e começamos a arrumar para colocar as coisas. KK demorava muito, e começamos a ficar preocupadas. Mais tarde, descobrimos que a Camila se perdeu, huauhahuhuahuauhahua, e não achava o hotel. Ficou rodando como perua tonta, até que finalmente conseguiu se encontrar.

Com todos presentes foi mais rápido arrumar tudo. Logo em seguida foi chegando uma, chegando outra, e logo o salão estava cheio de meninas enlouquecidas. Só que ainda não tinha dado 15h, que seria o horário do início do evento. Enquanto isso, todos da equipe comíamos nosso almoço: sanduíches. E nisso vem a fofa da Day e me entrega uma sacolinha com dois potes de chimichummi, e eu a-do-rei!

Conheci algumas das meninas do grupo, e em especial adorei a Ana Paula e a Larissa. São umas fofas também. Não esquecendo, é claro, da Gabi Moura, que também é um docinho.

Sei que no final do evento, já escurecendo, ficamos numa rodinha de umas 8 pessoas batendo papo, e os demais bebendo chimarrão. Tô fora! Não bebo nem chá branco, que dirá chimarrão, e sem açucar, uhahuahuahuuh. Quando deu umas 18h e pouco perguntei para a KK se poderíamos começar a empacotar as coisas. Imediatamente a galera agitou e em menos de uma hora estava tudo arrumado.

Eu estava ansiosa para ir no Outback para comer aquela costelinha divina. Todos fomos para o hotel e tomamos banho. Logo estávamos prontos para ir para o shopping Iguatemi, onde fica o restaurante. Infelizmente o Outback é um restaurante muito concorrido, e ficamos mais de duas horas esperando nossa vez. Eu sou da teoria de que vale a pena a espera, porque a costelinha e a cebola são realmente maravilhosas. Infelizmente a KK e o Maike não têm paciência para esperas longas, mas ficaram conosco até o final, num ato heroico. Éramos 4 (eu, Gabs, Nina e Day) contra 2 (KK e Maike), heheheh, portanto, fomos voto vencido.

Comi tanto que achei que passaria mal. Estava desanimada por saber que no dia seguinte teria que acordar às 5 e meia para ir embora, pois teria que embarcar às 7 horas.

E assim foi. Curti até o último momento o clima fresquinho de Porto Alegre. Espero que da próxima vez eu fique num hotel melhor, mesmo que pague um pouco mais caro. Valerá a pena, já que a experiência do hotel UMBU foi trágica. É isso que dá escolher hotel mais barratinha.

Sei que esse segundo dia não teve nada de especial, e nem engraçado. Mas foi um fim de semana diferente, para sair da rotina.

Ao chegar em casa, me deparei com a família inteira na ativa, vejam:

Um dos passarinhos caiu da casinha e estava voando aqui no meu escritório. Tentei pegar o bichinho, mas o que tinha de pequeno tinha de arisco. Ele se enfiou por trás de um móvel, mas eu achei que como ele já estava voando conseguiria voltar para casa. Me enganei. Ele ficou escondido atrás do móvel até hoje. Eu estava falando ao telefone com uma conhecida, quando de repente Harry sai de trás da minha mesa cercando e abocanhando a cambaxirrinha. Dei um grito tão alto, para ele soltar a bichinha, que acho que a mulher que estava do outro lado deve ter ficado surda. Se a cambaxirrinha não morreu de pânico da primeira aventura que teve na vida, ser caçada por um gato, deve ter quase morrido de susto do berro que eu dei. E justo hoje, que toda a família tinha já ido embora. Só sobrou a casa vazia.

Gabi ficou bem zangada com Harry pelo “ataque”, e deu altos berros com o pobre. Mas eu penso que foi ótimo ele ter encontrado a cambaxirrinha, senão a bichinha morreria de fome, já que a mãe foi embora e ela não conseguiria sobreviver sem comida. Há males que vêm para o bem. Cercamos a cambaxirrinha e soltamos no jardim. Tomara que sobreviva.

E hoje fui ao mercado comprar a canjiquinha dos passarinhos. Comprei logo 10 quilos. Esses bichos estão cada dia mais vorazes. Jogamos meio saco para eles, e em duas horas já não tem mais nada. A sorte é que eles não se intimidaram pela presença do Harry. Aliás, o Harry está com a bola murcha. Nem os porquinhos correm mais dele quando ele dá a sua reboladinha e dá o bote. Muitas vezes os porquinhos estão parados, e comendo continuam. O Harry faz cara de tacho, vendo que ele está sem moral, pois ninguém correu. O que ele quer, sem dúvida alguma, é só se divertir.

Bem, meninas. Eu estou com uma incumbência chata. Preciso testar a segunda amostra da placa C para mandar brasa na fabricação. Vocês sabem que quando eu testo a placa minhas unhas ficam em petição de miséria. Por este motivo, não contem com reloginhos meus nos próximos dias, até porque está tudo sabuguette.

E atendendo a pedidos, mostro aqui a maioria das novas aquisições:

Faltou o Jade azul holográfico, Hypnose, que estava escondido em algum lugar.

E para encerrar o post de hoje, já que não teve nada de extraordinário, deixo aqui com vocês a diversão do Harry na minha impressora:

Bem, é isso aí. Até a próxima!

Bjs

Adri =)))

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Bobeirinhas Familiares. ligação permanente.

22 respostas a O Retorno Selvagem II

  1. danakscully diz:

    Oi Adri,
    Adorei ver a fotinho docês e fiquei morrendo de vontade dos La Femme para carimbar e do Revlon azul (amei o tom de azul dele!!!).
    E tomara que entre uma carimbada da C e outra dê para rolar um reloginho seu por aqui! 😛
    Poxa, fiquei super chateada pelo Harry ter matado o passarinho. Torço para que esse seja o único incidente do tipo e que ele fique de boa com todos os bichinhos que frequentam sua casa! Eu adoro gatos, mas nunca tive coragem de ter um por medo de um dia o instinto falar mais alto e o meu loro dançar. A ave que trate de se impor logo, ein??? Todos os meus cachorros que tomaram bicadas do meu loro (que dói muuuito por sinal) nunca mais chegaram perto dele, mas os cachorros mais novos, que não chegaram a tomar as tais bicadas, vivem tentando pegá-lo (ainda bem que eles não saltam como os gatos, né?).
    Beijinhos,
    Van

  2. Mesmo sabendo que tu tava aqui em POA entrava todo dia na esperança de ler alguma coisinha.. Hahahhaha..
    Dei muita risada do Harry, que não sabia se pegava o rabo ou as folhas..
    Adri, sorte tua que o encontro foi semana passada… No fim de semana eu tava achando super frio mas agora tá bem quente.. Se tu achou aqueles dias quentes então imagina como ia ser agora.

    • Puxa Si, vc não foi no encontrinho “cadiquê”?????
      Eu bem queria escrever, mas estava tão no limbo, com tempo apertado que nem deu.
      Esse Harry é mesmo uma figura, hehehehe
      Agora na minha cidade está fresquinho. Talvez como estava em POA. O negócio agora é curtir.
      Bjs
      Adri

    • Bah Adri, nem te conto.. Eu moro numa cidade pertinho de CX né?! Tinha convencido o namorado, achado hotel e tudo, ia na sexta e voltava no domingo.. Só depois que minha mãe me lembrou que no sábado tinha a festa de 15 de uma mocinha que eu gosto muito numa cidade que fica a 220 Km de POA, ou seja, sem chance pro meu passeio..
      Foi triste ter que abrir mão, mas sei que vão vir outros ainda e vou ter a chance de ver todo mundo de pertinho, além dos esmaltes, claro.

  3. Aeeee Adri finalmente La Femmes para chamar de seus!! Voce vai amar carimbar com eles, são tudo de bom! Que comprinha basica hein miga? Ainda consigo ir num encontrinho desses, quem sabe no proximo aqui da capital-SP?
    Beijos
    Tati

    • Aff, nem fale Tati. Minhas comprinhas “básicas” na KK são sempre absurdas.
      Vale a pena ir nos encontrinhos, mas é bom juntar dinheiro pra isso. Vale super a pena, pois nada melhor do que ver os esmaltes ao vivo e em cores!
      Bjus
      Adri

  4. jehmikui diz:

    ha amiga depois de um final de semana tranquilo tinha que vir um divertido hahahahaahahah
    como eu disse, os almoços e jantas compensam tudoooooooooooooooooooooooo1!!! hahahahahahahhahahahah
    adorei suas aquisições *——————–*
    todos lindos 🙂

    testa logo a C hahahah nem usei a minha B toda –‘ hahaha

    o Harry ta térrivel de lindo *-* hahahah

    beijoooooooo

  5. Jaqueline diz:

    Ameii .. demais .. seu blog é tudo de bom .. bjs

  6. Brunelly diz:

    Já estava com saudade dos seus posts!!!! rs

    Ahhhh que invejinha boa do seu Mermaid’s Dream… =) to louca pra ver ‘nazunha’

  7. Paola. diz:

    acho que só este blog consegue prender minha atenção até a última linha do post, fico meio brava quando me interrompem no meio da leitura, pode?! euhaeuhau

    muito legal ver a foto de vocês, dá pra saber quem é quem e me situar melhor…
    adorei suas compras!!! lindas!

    o que é chimichurri?
    deduzi que seria um almoço, eaheuahueha
    bjs

  8. Oi Adri! Daqui a algumas horas dará tempo de eu ler os posts, mas como tenho memória de peixe conectei rapidinho porque minha amiga Thais está desesperada por uma DRK-A. Ainda tem alguma? Se tiver, quando eu conectar novamente eu te envio por e-mail o e-mail dela.
    Beijinhos e até daqui a pouco,
    Van

    • Van, as DRK-A só são compradas através da KK agora. Ela ficou com minhas placas para vender.
      Bj
      Adri

    • danakscully diz:

      Que pena Adri! Então vou pedir para ela mesma tentar comprar a placa, porque ando meio sem tempo e comprar no brechó é tão complicado (aff, ela me pediu para ajudá-la justamente por não estar conseguindo arrumar tempo para conectar :P).
      Beijinhos Adri e de noite vou ver se finalmente consigo ler esses dois posts que, pelo tamanho, estão apetitosos,
      Van

  9. Adorei o filminho das aves com nome difícil…. o Harry é o must…
    Fiquei triste por não estar em Porto Alegre pra esse encontrinho tudo de bom!! Amei os magnéticos Nabi, e tb o Debora Lippmann, e o Layla, claro!!!! Tudo lindo!!! Q pena q o hotel não foi o q vc esperava, mas valeu muito, né… Bjks!!! Sô Paixão

  10. E aí, provou o chimichurri? Ainda não abri o meu, mas quero fazer tipo bruschettas! HUMMM! Quando a minha falecida gata pegou um passarinho na rua e correu para dentro de casa com ele na boca, eu também dei um berro tão alto, que o passarinho deve ter fugido de MIM, não daquela gata que tentava comê-lo! huahuahuaha Segurei a gata, e o passarinho saiu voando como uma flecha, tanto que quase bateu na cara da minha irmã que vinha ver a razão da minha gritaria! Que linda a tua compra! Eu já testei o La Femme dourado, mas foi só numa mão. Ele é óteeemo e leeendo! Adorei!

    • Day, provei assim que cheguei em casa. Eu amo alho, mas esse chimichurri só posso comer quando estiver sozinha, porque ele é carregaaaaaaaaaado no alho, hiahuauhhuahuahuahuahuahua
      Ninguém aguenta ficar perto de mim depois que como, hehehehehe
      E Harry hoje matou um dos filhotes de cambaxirra, que achou nas plantas do jardim. Ficamos furiosas com ele =(
      Bjus
      Adri

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s