Varinha de Condão – Nati

Bom dia, amigas! Semana passada recebi a nova coleção da Nati, FAZ DE CONTA.

12095194_907612159321237_4526307055532592666_o

Ela é composta por 5 esmaltes de cores, erm… comuns, que não me impressionaram muito por ser tão mais do mesmo, mas o que importava mesmo era a qualidade.  

Como a coleção passada, esta tem pincel flat e perfume na fórmula. Gostaria de ratificar que eu sempre odiei perfumes de esmaltes, mas este, incrivelmente, até que curti. Ele só fica forte mesmo nas primeiras horas, mas no dia seguinte quase não sentimos nada.

Eu ia postar a coleção inteira, mas eu tive um pequeno probleminha, que culminou no sacrifício das minhas unhas; eu as cortei. Sinto muito, mas infelizmente esse comportamento insano e inexplicável me traz algum alívio. Freud deve explicar. Por conta disto, eu só consegui fazer fotos de dois dos esmaltes da coleção (antes do fatídico episódio). Então, vou postar um a um, conforme for conseguindo.

O primeiro dos esmaltes que experimentei foi o que me chamou atenção por causa do sutil shimmer perolado: VARINHA DE CONDÃO.

Varinha de Condão - Nati2

Varinha de Condão - Nati

*** ESTE ESMALTE  NÃO É  TOXI-FREE ***

O Varinha de Condão é um nude que pra mim ficou nude de verdade. Nas fotos ele até que se destacou da cor da minha pele, mas olhando a meio metro de distância, nem parece que estou usando esmalte. Perfeito para as discretinhas que não gostam de cores chegay nas unhas (e que têm pele clara como a minha, óbvio).

Quando dei a primeira pincelada eu olhei atravessado. Achei que ia ter que rolar ao menos três camadas (fui econômica na primeira), mas caprichei um tico mais na segunda, e cobriu à perfeição.

Tem secagem em tempo satisfatório, fluidez perfeita e brilho muito bom. Achei um discreto chique! 

***********

Quanto a mim, estou bem de saúde, mas sem rumo; não só pela decepção que tive, mas por um conjunto de coisas ruins que têm acontecido e que parecem não ter fim. Não sei por quanto tempo terei forças pra suportar tanta amargura. Me sinto como se estivesse agarrada aos galhos frágeis de uma árvore no meio de um furacão, tentando não ser arrastada pela ventania.

É a terceira vez que me sinto assim na vida, e como as 3 situações são parecidas e no passado eu consegui ter horizonte, não posso me sentir sem um desta vez. Nas 3 situações só me agarrei em uma coisa principal: Deus. A segunda coisa que me segura firme nos galhos da árvore é a pessoa que mais amo na minha vida: minha filha. Até acredito que se não fosse ela em minha vida, eu talvez já não estivesse por aqui.

A sensação de fim é horrível. Eu consigo sentir exatamente o que sente alguém que não quer mais viver. A diferença é que eu não dou fim à minha vida. Há algo mais forte do que eu, que me mantém determinada a acreditar que tudo ficará lindo depois do furacão. O que mais me segura, é lembrar que na primeira vez em que senti isso, eu acreditava que era o fim da minha vida, e mesmo tendo ficado inerte na cama, olhando pro teto durante 5 dias, sem comer, a nuvem da tempestade se dissipou e um lindo sol brilhou no horizonte.  Não foi um processo rápido, mas me senti carregada no colo por Deus durante a transição entre o fim e o recomeço. E tudo ficou tão bem… É essa lembrança que me segura firme, e essa lembrança se chama FÉ EM DEUS.

Boa semana pra vocês.

Beijos.

Adri 😦

Advertisements

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Esmalte nacional, Swatch com as etiquetas . ligação permanente.

16 respostas a Varinha de Condão – Nati

  1. Merlin diz:

    Fica assim, não, flor 🙂 Canta aquela música (mas tem que cantar beeeem desafinado, pra rir mesmo) “Mas tudo passa, tudo páásssaaaarááá”
    Mas sério, gente puxadora de tapete, que esfaqueia pelas costas tem aos montes. Já encontrei com vários na vida. Mas passa.
    Fé e Confiança em Deus e bola pra frente.

    • Certamente tem. Mas esse é o mais ínfimo dos meus problemas no momento. Já praticamente esqueci, porque coisas assim realmente não valem a preocupação. Já tive muitas surpresas desagradáveis na vida (a ponto de ter que vender meu carro pra pagar dívida que ex-sócio me deixou), e superei todas elas. Graças a Deus, eu sempre recebi em dobro, pra compensar.
      Obrigada pela forma, querida. Tenho fé em Deus (muita).
      Bom findi pra ti.
      Bjs
      Adri

  2. danakscully diz:

    Poxa Adri, juro que gostaria de te ajudar de alguma forma. Sabe, por causa dos problemas de saúde que tenho vira e mexe eu sinto essa tristeza da qual você está falando, esse desejo de que tudo acabe não importa como, de que não aguento mais dar nenhum passo, de proximidade do fim. E são pessoas que exalam uma força muito grande como você que me tiram do atoleiro. Eu invariavelmente me sinto uma frouxa e uma trouxa perto de você e me envergonho de sentir- me tão mal quando penso na sua força e de outras tantas pessoas que me cercam.
    Espero sinceramente que esse furacão vire brisa e te deixe em paz.
    Fique bem e em paz Adri!
    Ah, não gostei muito dessa cor não! (até que enfim não gostei muito de algo que você postou! Já estava me achando puxa saco! rs)
    Beijo,
    Van

    • O que eu acho pior, Van, é que assim como tem gente bacana como vocês pra me levantar, tem uns filhos das putas (perdoe o termo absurdamente grosseiro), para dizer que eu não tenho amigos porque eu sou uma pessoa chata porque vivo reclamando. Quero que essa gente desgraçada, que parece nunca ter tido problema na vida, vá pro quinto dos infernos, e que Deus enfie um problemão bem grande na vida dessa gente (pra não dizer em outro lugar), pra aprenderem que quando alguém está pra baixo, não se deve colocar a pessoa mais pra baixo ainda. Desde quando uma pessoa é chata porque é sincera, honesta, não gosta gente mentirosa, mal educada, egoísta e muitos outros defeitos, que pessoas como a dita, geralmente têm? Eu sou obrigada a conviver com pessoas assim pra não ser chamada de chata? Eu não! Prefiro ficar só, SIM, e ser MUITO CHATA, SIM!!! Prefiro a companhia dos meus gatos do que gente escrota como essa que pensa que pessoas com problemas e depressões são chatas e não podem ter amigos. Estou revoltada, amiga. Perdoe pegar o gancho no seu comentário, mas eu precisava colocar pra fora. Eu adoro você, e você é muito especial pra mim.
      Beijos
      Adri

    • danakscully diz:

      Adri, tem que por para fora mesmo!!! É gente sem tutano, que não pensa. A dor da gente é sempre maior para a gente, lógico né? Eu só imagino o que você está sentindo, mas respeito muito e torço muito aqui de longe para que passe logo. Mas esse tipo de gentinha aí não tem miolos para se colocar no lugar do outro. Nem miolos, nem bom caráter, nem bom senso, nem humanidade nada nada nada. Gente vazia, sem sentimentos. E que de uma forma ou de outra pagará pelo mal que causa ao outro. A vida cobra, viu? E de maneiras surpreendentes. Como diz meu marido: um dia a conta chega!

    • E vai chegar cara!
      Obrigada, amiga.
      Bjs

  3. daisygaray diz:

    Só eu vi um brilhinho metálico no esmalte? Tadinhas das unhas, foram cotocadas, mas vão crescer outra vez, e tudo vai ficar melhor!
    Beijos

  4. gi diz:

    Que esmalte mais chic. Mesmo sendo difícil,não há mal que dure pra sempre inclusive coisas ruins. O que importa mesmo, nunca perder a fé. Acredite que o melhor ainda está por vir. Deus vai te surpreender! Bjs flor

  5. Sandra Garcia diz:

    Gostei do nude, mas não gostei de te ler tão pra baixo: força mulher! Dizem que Deus dá o fardo conforme nossa capacidade de suportá-lo, se bem que algumas vezes ele exagera no peso, não é mesmo? A única coisa que podemos fazer é tentar carregar este fardo da melhor maneira que pudermos. Que tal trocar o pensamento das coisas ruins pela lembrança do que você tem de bom: saúde, filha, gato, casa. Entrou pouco serviço, gaste o tempo com alguma coisa útil que vai desde uma geral nos arquivos do computador até um dia de spa em casa. Quando estamos depressivas precisamos ocupar a cabeça com alguma coisa que nos impeça de pensar nas mazelas da vida: leia, veja um filme, visite uma amiga, organize o closet, invente alguma nail art ou uma receita culinária, ou alguma outra atividade que obrigue a usar o cérebro. Nem fale em situação econômica, também estou no mesmo barco: sou química e sempre trabalhei na indústria, com esta crise a fábrica de tintas onde eu trabalhava fechou a unidade. Estou à procura, mas acredito que não vai ser muito fácil encontrar outro emprego. Enquanto isso eu me ocupo pra não pensar demais no que não me faz bem. Beijos
    PS: Já consegui ser aceita em 3 grupos de desapego de esmaltes mas infelizmente nenhum destes é o teu… hehehe.

    • Sandrinha, obrigada pelas palavras tão sábias. Cada palavra é verdadeira e de fato é a solução. Se ocupar de coisas úteis e evitar pensar demais.
      Vou te mandar por email a foto de capa do grupo, assim vc vai poder identificar imediatamente qual é.
      Bjs e obrigada ❤
      Adri

  6. Marcia Santos diz:

    Puxa Adri, fico imensamente triste de ver você passando por uma situação que te deixa assim tão triste e desesperançosa assim. Vc é uma pessoa tão pra cima que é dificil ver vc escrevendo assim, mas tenha fé em Deus que tudo vai passar e vc vai voltar ainda mais forte.

  7. Danielle Piratininga De Azevedo Leite diz:

    Nossa Dri,
    deve ter sido uma decepção e tanto, mas lembre-se daquele poema “pegadas na areia” Deus nunca nos desampara, apesar do sofrimento, e um dia tudo isso vai passar!
    um grande beijo!
    Dani

    • Sim, eu lembro disso. A sorte é que eu sempre lembro que só Deus e as poucas almas amigas que restam podem ajudar almas moribundas nessas horas. O problema não foi só a decepção, mas também a situação econômica do país, que está afetando brutalmente meu trabalho, e fico sem perspectiva de futuro. É uma mistura de coisas.
      Obrigada, mais uma vez, Dani.
      Bjs
      Adri

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s