Dia 1 – Dia da Viagem

Walt10:20h

Bom dia meninas!

Enfim, chegou o dia! Yay!!!

Fui dormir relativamente cedo ontem, mas acordei às 3 e meia da manhã e não consegui mais dormir. Geralmente acontece isso nos dias em que viajo, e eu acho um SACO, porque eu acabo ficando cansadíssima no fim da viagem, por não ter dormido direito. Tendo rolado na cama por muitos minutos, cheguei à conclusão de que não rolaria mais uma dormidinha, nem mesmo no frescorzinho do ar condicionado, e resolvi ir tomar um banho e lavar meu cabelo, para ir com ele cheirosinho.

Depois do banho, deitei novamente, e graças a Deus, peguei no sono de novo (mesmo com o cabelo molhado). Acordei às 7:30, e Gabi já não estava mais do meu lado (ela dorme comigo desde que me separei, para me fazer companhia, rsrsrsrsr).

Levantei e sequei e “chapei” o cabelo, que ainda estava molhado, e continuei a arrumar as coisas para pôr nas malas. Confesso que ainda estou apreensiva, pois eu estou torcendo pro aplicativo (GPS) Waze (ou outro qualquer) funcionar lá, porque não vou saber sair do pátio da locadora para pegar o caminho que já conheço. Andar em Orlando é bem fácil, pelos caminhos que já conheço, mas “o novo” está me assustando um tiquim…

Sei que vai ser um dia cheio e chato, porque o voo não é direto para Orlando, como foi da outra vez. A conexão em Miami me deixou um pouco traumatizada, porque da primeira vez esperamos OITO horas para pegar o voo para Orlando. Odiei!

A ocupação até a hora da viagem para o aeroporto será imprimir coupons de desconto das lojas!

Pode ser que dê para fazer uns updates neste post durante a viagem, mas provavelmente vocês só receberão o primeiro email de publicação, e não o das atualizações que eu eventualmente fizer. 

Até a próxima!

Adri =D

**** U P D A T E ****

Olá de novo!

Complementando o post do primeiro dia, saímos de casa pontualmente às 15 horas. O voo seria às 22 horas, mas eu queria chegar às 19 horas para ter bastante tempo livre, sem correrias. Odeio horários apertados. E a programação de 4 horas de viagem seria tempo suficiente caso pegasse algum engarrafamento, afinal de contas, estaria chegando ao Rio de Janeiro na hora do rush, e nada pior do que você estar agoniada com horário por causa de trânsito.

Uma vez perdi um voo por causa de engarrafamento. Por isso sempre saio bem antes, para não correr riscos. Antigamente, quando eu viajava com outras pessoas (quando tinha o ex), era um porre! Brasileiro nunca cumpre horários, e acho isso uma enorme falta de respeito! Sempre chego antes a qualquer compromisso que tenha, salvo em caso de Força Maior.

Enfim, conforme previsto, pegamos um engarrafamento na estrada, por conta de uma obra em uma ponte. E de quebra, ainda pegamos outro engarrafamento imeeeeenso na Linha Vermelha, que é já chegando à entrada para a Ilha do Governador, onde fica o aeroporto do Galeão. Ficamos uns bons 50 minutos nesse engarrafamento, e conforme os planos, chegamos ao aeroporto às 19 horas. Foram exatas 4 horas de viagem (sou um gênio!!!).

Chegando ao aeroporto, entreguei o carro para minha amiga que mora na Ilha do Governador, que já estava nos esperando. Ela vai ficar com o meu carro na casa dela durante minha viagem, como foi com a viagem para a Califórnia; não fosse isso, pagaria uns bons quase 300 reais de estacionamento no aeroporto, pelos 8 dias fora.

Entramos, embalamos as malas, como sempre, e entramos para a área de embarque, onde fomos até o free shopping fuçar as coisas, e comprar o tradicional chocolatinho para a viagem.

foto

Aguardamos até 21 horas, e nenhuma manifestação de chamada para embarque, conforme o planejado. E adivinhem! A tripulação do avião estava presa no engarrafamento da Linha Vermelha, conforme nos foi anunciado.

Quando deu 21:50, a fila para embarcar já ia longe, e olhando para o final dela, ainda sentada, me desanimei, pois teríamos que acomodar a pequena mala que levávamos como bagagem de mão. Estava vendo que não sobraria lugar, com tanta gente para entrar antes de nós.

Eu? Estava carregando meu celular, enquanto aguentava pacientemente os gritos e a correria das criancinhas ao meu redor. Teve uma hora que um guri derrubou no chão uma lixeira grande de metal, enquanto corria feito um louco pra cá e pra lá, aos gritos com um colega, e foi O ESTRONDO! Se fosse em um aeroporto em outro país, certamente teriam mandado imediatamente um esquadrão antiterrorismo, achando que era um ataque. Acho um absurdo os pais não enxergarem a zona que seus filhos fazem, ou não pensarem que suas ações e seus gritos incomodam os demais passageiros que gostam de sossego, como eu. Sempre detestei crianças por causa disso; pela falta de “semancol” de seus pais, que os deixam fazer uma zona e quebrar tudo sem falarem nada, e ainda acharem uma gracinha o filho ”sapeca”, affff!!!!

Voltando a mim, agora, finalmente o aeroporto do Galeão tomou vergonha na cara e colocou umas torres (safadas) de energia elétrica para os passageiros carregarem seus notebooks e celulares, a exemplo dos aeroportos dos mundos civilizados. O único problema continua sendo a titica da internet. Parece que nossos sinais de internet são bloqueados na zona de embarque, para que sejamos forçados a usar a internet deles. Mesmo sendo “grátis”, de nada adiantou, porque nem por um casal de macacos funcionou. As únicas opções que restavam eram algumas internets pagas, mas acho um verdadeiro desaforo pagar por internet em aeroporto. Por esse motivo não atualizei o post no mesmo dia (Dia 1).

Quanto à fila, olhava para ela desanimada, quando de repente um atendente da companhia aérea começou a chamar por alguns nomes. E adivinhem o nome de quem estava no “bolo”! Isso mesmo, euzinha fui chamadinha! Fui lá saber qual era, e a moça falou que eu e mais um pequeno grupo de pessoas teríamos que descer até a entrada da aeronave para uns procedimentos de segurança. Estranhei, mas chamei Gabi e fomos. Não importa o que aconteceria, foi magnífico seguir na frente de todo mundo, vendo a fila no portão de embarque só aumentando, heheheheh. Me senti uma passageira VIP, heheheh.

Chegando lá em baixo, tive que aguardar funcionários da companhia aérea fazerem o tal procedimento, que consistia de esfregar um papelzinho nas mãos, nos sapatos, no cinto e nos bolsos, e enfiar o tal papel numa maquininha, que até onde sei, é para detecção de pólvora. Daí fiquei pensando, enquanto esperava minha vez: por que eu???? Que critério usaram para me escolher? Pareço uma terrorista? Mas não tenho nada a temer, então só achei ótimo, pois somente umas 6 pessoas foram chamadas (e seus acompanhantes juntos), e quando entramos no avião foi uma santa paz, pois o “estouro da boiada” não vinha atrás, ainda. O avião era só nosso, com direito a escolher qualquer lugar para colocar a bagagem de mão; uma bênção!

Sentamos e nos acomodamos, esperando o resto do povo entrar para enfim decolarmos. Quando deu umas 22:20h o avião parecia uma feira livre. Só faltava ouvir cacarejos e ver penas voando. Gente, que zona esse povo faz quando entra num avião!!! E os raios das crianças gritando é que mata! Argh!

O voo saiu com 40 minutos de atraso. Jantamos um maravilhoso filé mignon, com legumes e uma tortinha de batata e queijo, com direito ao bem-vindo Oreo de sobremesa (para quem não sabe, o biscoito Oreo, que existia antigamente no mercado brasileiro, voltou a ser comercializado).

Depois do jantar, peguei meu travesseirinho de pescoço “I LOVE NY” e tentei dormir. Consegui fazer isso por umas 3 horas, mas logo acordei. Estava toda “quebrada” pela falta de posição decente pra dormir. E não conseguindo mais dormir, vendo Gabi assistir seus episódios de Vampire Diaries no seu iPad, eu resolvi também fazer algo que prestasse para ocupar o tempo, e cá estou, escrevendo o restante do post do Dia 1 para vocês.

Agora são 4:50h, horário do braseeel. São 3 horas a menos em Miami, nosso destino final.

Tínhamos originalmente 3 horas de intervalo entre a chegada de um voo e a saída do outro. Com o atraso que tivemos com a saída do avião, teremos agora pouco menos de 3 horas para passar pela Imigração e pegar o outro voo. Espero que dê tempo, pois na Imigração é sempre demorado e um saco!

E para me deixar agoniada, esqueci de perguntar no check-in se teremos que retirar a bagagem e despachar no novo voo. Grande vacilo! Em Miami geralmente temos que fazer isso. Isso é algo muito importante de perguntar, sempre! Espero que o pessoal por aqui saiba dizer algo a respeito.

Bem, gente, por ora é só. Acho que o post do dia 2 só deve rolar à noite, ou se sobrar algum tempo antes de pegarmos o próximo voo para Orlando.

Fico por aqui, encerrando o Dia 1.

Beijos em todas.

Adri =D

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Viagem. ligação permanente.

7 respostas a Dia 1 – Dia da Viagem

  1. Angel - BH diz:

    Ai Adri, eu também não aguento crianças barulhentas. e parece que é perseguição, sempre que tem uma em ônibus, avião, evento, restaurante,o que for, elas sentam perto de mim, rss
    Ri muito de vc dizendo que se fosse em aeroporto internacional eles já haviam chamado o esquadrão antiterrorismo quando a lixeira caiu, kkkk

    • Oi Angel!!!
      Nós também temos esse karma, hehehehhee. Gabi então, é amaldiçoada não só com crianças como por pessoas chatas, hahiuahuahuahuuha.
      Bjus amore, e obrigada pelo seu comentário.
      Adri

  2. jubaoli23 diz:

    crianças barulhentas é tudo que eu odeio em locais públicos! U.u
    espero que tenha feito uma boa viagem, Adri ^^

    bjs

  3. daisygaray diz:

    Eike expectativa! Não vejo a hora de “ver” Orlando e passear muito!
    Beijoks

  4. Míriam Viégas diz:

    Que legal! Boa viagem! Guardei o email com o post pra poder ir acompanhando os updates. 🙂

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s