Sem esmaltinho

Boa tarde meninas.

Meu findi começou ótimo e terminou bem ruim. Infelizmente as coisas nem sempre saem como a gente quer, e apesar do lugar super legal, foi um tanto quanto complicada a situação de estar no mesmo lugar que o ex, principalmente quando se gosta dele ainda. É uma coisa complicada de se viver. Infelizmente Deus não permitiu que continuássemos juntos, e fico eu aqui enterrada em pensamentos do passado, e com muitas dúvidas sobre o futuro que me espera. Ontem eu fiquei arrasada e chorei muito. Acho que fiz uma limpeza interna… Acordei melhor hoje, mas não tão menos ruim.

Minha situação é realmente complicada. Eu me considero uma pessoa bem sucedida que não tem vida social, basicamente por questões de trabalho (excessivo). Depois que me separei os “amigos” que eu tinha foram junto com o ex (ou seja, eram amigos dele somente), e a única pessoa que “ficou”, com o tempo se afastou de vez, já que ela é casada e os programas dela são sempre em casais – e como eu não me encaixo nesse quesito… E não tendo com quem sair, eu fico em casa sozinha vendo a vida passar e sem muitas expectativas de algum dia encontrar alguém com quem eu possa compartilhar carinho e afeição (não estou me referindo a sexo, que fique claro). Carinho e companheirismo é o que realmente me faz falta.

Já começa com a dificuldade de deixar de gostar do ex. Se a fórmula fosse fácil seria tão bom! Eu sei que a gente só esquece um amor arrumando outro, mas como arrumar outro se ninguém me vê, já que eu não saio? hahahahhaha Basicamente estou na m…

Já me sugeriram entrar nesses sites de relacionamento, mas confesso que isso definitivamente não é minha praia. Além disso, tem mulher demais nesse mundo, e eu fico pensando que ninguém vai querer uma quarentona, com tanta franguinha com carnes durinhas andando por aí, jogando as madeixas pra trás, cheias de charme. Isso, é claro, não me dá o direito de me largar. Não quero me largar. Por sorte, apesar de eu ter parado de caminhar, eu já perdi 7 kg desde que comecei minha dieta há uns 4 meses atrás. Tudo bem que eu tenho tentado manter a dieta, mas de vez em quando eu enfio mesmo o pé na jaca. Por isso me surpreendi de ver que estou menos gorda, ao invés de estar mais.

E assim vou seguindo a vida, pedindo a Deus que eu consiga achar o caminho da felicidade, e que eu consiga achar uma cara metade por quem eu possa me apaixonar e recomeçar minha vida, na esperança de esquecer aquele a quem eu mais amei. Um dia Gabi vai sair de casa, e eu vou literalmente ficar sozinha.

Esta manhã eu e Mary demos uma geral no carro, porque o ex passaria aqui para pega-lo para mostrar para uma pessoa que está interessada em comprar. Por enquanto o carro é o único “filho” que temos juntos, e certamente a venda dele será um motivo maior do nosso afastamento. E com a faina de dar a geral no carro, meu esmalte, que até então estava firme e forte nas unhas, começou a soltar. E eu confesso que não estou nem um pouco com espírito para pintar as unhas hoje. Na verdade ainda estou bastante sem sal e sem motivação. E como o tempo para mim é um santo remédio, vou simplesmente esperar que minha alegria volte, e que eu consiga esquecer esse fim de semana e o sentimento que ainda tenho pelo ex.

Desculpem por eu “alugar” seus olhos, e fazerem vocês lerem isso, mas vocês sabem que eu uso o blog como “diário”. De uma forma, eu consigo desabafar escrevendo, já que eu não tenho amigas (de carne e osso) para conversar.

Hoje não tem esmalte, e a única coisa que está me empolgando é uma caixa que eu tenho que buscar no correio, e que veio dos States. Estou curiosa pra saber o que tem nela. E vou já já sair para pegá-la e ir buscar também meu aparelho de surdez novo que chegou. Quero saber se ele é melhor que essa porcaria que estou usando, e que ele não precise de colheradas, hahahahhaha. Quem sabe da estória da colherada vai entender.

Ah, e antes que eu me esqueça, os três mosqueteiros JTH (Jack-Troy-Harry) já estão amigos! Yay! Nada como um momento de solidão a 3 para a amizade firmar.

Amanhã irei à Citröen ver um carro para eu comprar pra mim, já que provavelmente ficarei sem o que tenho hoje. Espero que eu goste. Meu irmão vai comigo para dar sua opinião sobre o carro. Mulher comprando carro é um desastre total, né?

E eu já atualizei o post de sábado, e coloquei o nome do Misa misterioso.

Bjs em todas

Adri =(((

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Momento meditação. ligação permanente.

39 respostas a Sem esmaltinho

  1. vivik01 diz:

    Olha, Adri… Esses assuntos do coração são complicados, né? Como seria bom se existisse um botão liga e desliga no amor… Nem há mto o que falar… Mas eu vou reproduzir um texto que eu li uma vez, e sempre que estou triste, medito nele, tá?!?

    “Há determinados momentos no caminho de uma pessoa em que ela se vê frente a uma tragédia. Algumas vezes está vinculada ao inesperado falecimento de um ente querido; em muitas outras, ao brusco término da relação com alguém especialmente amado. O sentimento de perda é arrasador.
    A impressão é de que a vida perdeu o sentido, a pessoa se sente como se estivesse morta ou morrendo. Certamente alguma coisa lá dentro morreu. Aquele outro se torna uma ausência, uma falta dolorosamente sentida. Em períodos como esse, tenta-se – da maneira que for possível – sobreviver e manter a esperança de um futuro melhor.
    Mas a vida ressurge. Sempre. Ela é mais forte do que a tristeza: supera o peso da dor e ergue-se impávida. Não cessa e ressurge sempre, mesmo quando parece não haver mais nada. Pode demorar. Quem já passou por isso sabe que um dia todo o sofrimento passa, a tempestade se desfaz, o bom tempo volta e o sol torna a brilhar, a aquecer a alma e a iluminar os caminhos.
    Quem ainda não chegou a esse momento pode acreditar: isso passa, pode demorar, mas passa. É preciso manter viva a chama da esperança e acreditar na capacidade de ressurreição do coração arrasado. Sempre haverá no futuro a possibilidade de um novo amor e é necessário estar preparado para receber essa dádiva preciosa.
    E um dia, por vezes nem tão distante assim, uma nova paixão ilumina com seu brilho a alma, como o sol que ressurge e nos aquece após um longo período de mau tempo. Ou como a primavera que rebrota depois de um longo e escuro inverno. A vida se impõe. Sempre.”

    Um bjo e um abraço bemmmmm apertado em vc!

  2. Christiane Feitoza diz:

    Adri,

    Menina sempre admirei você pelas belas unhas, pelo talento esmaltístico, inteligência e tals, e agora passei a admirar mais ainda depois que a vi abrindo o coração e dividindo as coisas que acontecem com você com suas “amigas virtuais”. Me fez ter mais e mais vontade ainda de lhe conhecer pessoalmente, com certeza daríamos boas risadas. Infelizmente as pessoas demoram a dar valor a quem realmente vale a pena né, fazer o quê, custo a entender como as coisas atualmente tem mudado tanto. Saiba que se precisar conversar com alguém ó eu aqui. Um grande beijo e fique bem! 🙂

  3. Ontem escrevi um comentário bem longo, tentando te levantar o astral, mas na hora de postar, não sei o que fiz de errado ou se algum bug entrou no caminho, só sei que ele desapareceu no cyberspace…pensei que talvez eu estivesse sendo muito dura ou usando meu exemplo triste, e o destino se encarregou de evitar que chegasse a ti. Tantas coisas lindas foram ditas depois por amigas que se preocuparam contigo também, não preciso repetir tudo. Só vou dizer que tu pode se permitir ficar triste, ainda é recente. Lembra sempre das pessoas que te amam, e até das que não te amam, porque elas se sentem assim porque tu é poderosa e fazem elas se sentirem vermes dos cocôs dos bandidos! Abraça a Gabi, os gatinhos, tua mãe e quem mais tiver um sorriso sincero. Seja feliz sempre, Adri, porque tu merece! Beijos, te adoro! 😉

  4. Tati Pimentel diz:

    Olá… sempre passo por aqui e nunca deixei um recadinho, mas pelo que deu pra perceber é q vc é muito querida!!!!
    Não desanima não… as vezes agente fica chateada mesmo mas tudo vai dar certo!

  5. Oi Adri!!! Bom eu estou um pouco pior na situação, pois nem bem sucedida profissionalmente sou, tenho graduação, duas pós e um currículo de estagiaria extenso (rsrsrs) tem q rir né!!! Não tenho vida social e minha única amiga é bem casada, então sair é raro. O que me difere é que não quero mais ninguém, me decepcionei tanto que eu quero distância de relacionamento, passe minha vida mais sozinha, que nesta face que me encontro quero mais é ficar só, tenho meus altos e baixos, tenho dois filhos lindos, a mais velha vive com o pai, que dizer já vive só pois estuda fora, e o meu pequeno vive comigo, detalhe moro com meus pai, totalmente dependente, nem sei que seria de mim sem ele, mas enfim, me preocupo o que será do futuro, principalmente do meu pequeno. Enfim, não gosto de me expor, mas tenha certeza que muitas mulheres enfrentam coisas até piores que nós, acho q isso me conforma até, mas a vida é essa, o que eu fico pensando é o porque de minha existência, se não dei em nada. É Foda, desculpa a palavra!!!! Mas tenha certeza que o que for melhor acontecerá para vc. Super bjuuuuuu

    • É lamentável ver que tem tanta mulher igual ou pior que eu. Muito desanimador. Mas, antes sozinha do que mal acompanhada.
      Dureza…Certamente passamos por isso por algum motivo =(
      Bjs, e vamos juntas à luta!
      Adri

  6. Luciana Maciel diz:

    Nossa, Adri, te compreendo total porque também estou assim, só que tenho 30 anos e não tenho nada pra chamar de meu. Não tenho filhos (também só pensei em ter algum com meu ex), meu cachorrinho já está velhinho e meu pai não vai querer outro nem de graça,me sinto muito só. Um dia to bem, outro dia estou péssima. E a vida ao invés de vivida, vai indo só. =/
    Espero que vc melhore e eu também porque não aguento mais chorar.
    Depois posta uma fotinho ou um filminho dos 3 meninos juntos!

    Beijinhos, Lu

  7. Estrelinha diz:

    Puxa, acho que é a primeira vez que vou comentar, apesar de entrar sempre por aqui. Sabe do mais? Não fique assim não!!!!!!!! Ser gostosa, ser poderosa, está dentro da cabeça, não está no corpo não, nem na idade. Emagreça sim, continue o empenho e siga a frente! Digo mais: saia um pouco, vai fazer uma aula de dança, de teatro, essas coisas! Sim sim, sozinha, assim mesmo, cheia de coragem e bem resolvida. Ter contato com gente nova, se sentir a tal! Comprar uma roupa nova e muitos acessórios legais. Dê uma repaginada, sempre ajuda sim!
    O que nós somos está dentro da nossa cabeça, não tem jeito não. Somos o que acreditamos ser.
    Vai fundo!
    Até mais.

  8. geane souza amtos diz:

    ola,moça. Sempre entro aqui no seu blog. ja estou viciada nele,rs. Adorooooooooo!!!
    mas nunca deixei um recadinho. hj quero aproveitar oportunidade pra dizer q tudo nesta vida passa… Saiba q Deus tem algo melhor pra vc. Confie na vontade dele, pois Ele vai te supreender… Mesmo não to conhecendo estarei orando por.vc. E se vc precisar de um ombro amigo pra desabafar,pode contar cmg mesmo estando longe ou por aqui.. fique na paz de Deus.bjs gi

    • Querida Geane,
      A única “igreja” que eu frequento é o nosso blog, hehehe, mas Deus está presente no meu coração, e eu sim, confio muito nEle.
      Muuuuito obrigada por seu carinho. É só com Deus e a amizade de vocês que eu me sinto mais viva.
      Obrigada!
      Bjs
      Adri

  9. Sabrina diz:

    Boa tarde.). Um ´´pequeno“ texto que lhe fará bem. Nada nessa vida é por acaso. Tudo tem um porque, uma razão de acontecer. Deus sabe todas as coisas, mesmo que para nós parece o fim, para ELE é o recomeço.
    Nosso subconsciente trabalha na materialização de nossas crenças. Ele não tem senso de humor. Faz sempre o que acreditamos. Não falha. Dessa forma, o fracasso não existe. Você foi sempre um sucesso! Sua vida é obra sua. Você é responsável por suas experiências. Mesmo aquelas que parecem não depender de você foram atraídas por sua forma de pensar.
    As coisas não vão bem? Só colhe infelicidade? É hora de perceber como você consegue fazer isso. Certamente não escolheu a atitude adequada para obter bons resultados. Mudando essa atitude, tudo se modificará.
    A vida deseja que você desenvolva seus potenciais de espírito eterno e aprenda a ser feliz. A felicidade é nosso destino e só o bem é verdadeiro. Para nos ensinar isso, a vida programa nossas experiências de acordo com nossas necessidades. Através do resultado dessas experiências conquistamos a sabedoria.
    Na queixa há sempre uma justificativa para continuarmos a ser como somos, mas há também uma auto-imagem negativa. Você pensa que não pode fazer nada, que é incapaz e não merece. Conforma-se em ser pobre, em ficar em segundo plano, em pensar primeiro nos outros (“é feio pensar em você primeiro”). Acha que, para você ter, outros terão que dar e perder. Como se Deus fosse pobre e tão limitado que para dar a uns teria que tirar de outros. Esses pensamentos são altamente depressivos e atraem infelicidade.
    Seu subconsciente obedece às mensagens que você lhe envia. Você tem todo o poder de criar seu próprio destino. Se deseja viver melhor, reconheça isso.
    Faça uma lista de suas crenças e até das frases que costuma dizer. Se puser atenção e for sincera, logo vai perceber quais as crenças que são responsáveis por sua infelicidade. Não pense mais nelas. Esqueça-as. Quanto mais se preocupar em eliminá-las, mais pensará nelas e as alimentará.
    Trate de cultivar o oposto. Faça afirmações positivas sempre usando o presente. Exemplo: “Eu sou feliz”, “Tenho muita sorte”, “Minha saúde está cada dia melhor”, etc. Escreva-as e espalhe-as em sua casa, nos lugares onde você possa vê-las constantemente. Repita-as várias vezes por dia.
    Mas não se esqueça de pôr emoção nelas, acreditar realmente no que afirmar. Ignore aquela vozinha que lhe diz que não vai funcionar. Não custa nada experimentar.
    Lembre-se de que todos os problemas de sua vida foram criados por você. Você foi, é e sempre será um sucesso. Suas escolhas podem ter dado um resultado diverso do que você esperava, mas você conseguiu materializa-las. Refletem o que você crê, e o que você crê seu subconsciente materializa.. Pense nisso.
    Zíbia Gasparetto
    Fica em paz, não esqueça que tem 4 crianças que precisam de vc….de patinhas e asas.E esses seres tão cativantes e amorosos tem uma mor incondicional por nós, e sentem o que vc está sentindo….
    Bjus e fique com Deus

    • Sem palavras, Sabrina… =(
      Para refletir muito!
      Muito obrigada por suas palavras. Realmente não consigo me sentir “abandonada” com tantas pessoas preciosas “perto” de mim, como vocês.
      Obrigada por tudo, querida. Obrigada!
      Bjão
      Adri

  10. solangepaixao diz:

    Adri, ontem não consegui responder, mas li e fiquei triste junto com você. Na vida passamos por um monte de experiências que, dizem, têm algum objetivo. Espero que essa experiência te fortaleça! Você é uma mulher linda, inteligente, poderosa! Nunca esqueça disso! Além de tudo é simpática, amável, tem uma filha linda, ama os animais… coisas boas vêm para pessoas boas, acredite! O pensamento é muito PODEROSO!! Xô, tristeza! Que seu dia seja muito melhor hoje, que você se sinta feliz logo!! Todas as suas leitoras estão do seu lado, Adri, longe ou perto! Eu também queria estar aí pertinho para te dar um abraço forte e te carregar para uma caminhada de madrugada. Mas estamos juntas em pensamento!! Um lindo dia, viu? Bjks para você, para Gabs e para a comunidade dos bichinhos…. Sô (Paixão)

    • Querida Sô!
      Você e tantas outras são muito queridas, e tenho certeza que ficam triste por me ver murchinha. Isso é amizade, certamente, virtual ou não, é uma grande amizade. Pena realmente que só “nos encontremos” virtualmente.
      Obrigada pela força!
      Bjo
      Adri

    • solangepaixao diz:

      Sei que uma hora dessas nos encontraremos! Quem sabe numa próxima visita da KK a SP? Bj grande e um dia lindo pra vc, minha querida! Sô (Paixão)

  11. Adri todas as meninas já expuseram carinho e solidariedade e concordo com todas, então para não ser repetitiva vou compartilhar com vc ( e com o mundo afinal estou num blog aberto) uma situação hilária , pois vc merece rir ….Como vc bem sabe eu me encontro na mesma situação, o meu casamento teve um fim trágico em julho, mas desde Janeiro já tinha acabado…. Eu, como vc, me trancafiei em casa visto que tomas minhas amigas e amigos são casados , noivos, agarrados e afins… Um belo dia veio uma amiga aqui me “puxar pela orelha” e dizer que eu precisava entrar no tal do E-harmony o mega site de relacionamentos…Disse até que pagava para mim…kkk

    Acabou me convencendo e sentou do meu lado enquanto eu com extrema sinceridade durante mais de 1 hora respondi a umas 1000 questões…..

    Resultado? O E-harmony disse após o processamento que no seu banco de dados MUNDIAL não havia ninguém compatível comigo e infelizmente não podia me ajudar, mas me enviaram grátis um estudo de personalidade, (talvez para eu reparar o eu eu incompatível…kkkkkkkkkk) para que eu me conhecesse mais…..

    O dia que vc quiser sair estou à disposição!!!! Se tiver algum solteiro me apresenta e eu vice-versa….kkkkkkkkkkkkkkk

    Bjão querida, vc mora no meu coração!

    • Nossa, seria engraçado, não fosse praticamente trágica a sua experiência, aff!
      Vamos transformar essa igrejinha aqui no clube das descasadas, pelo visto, aff²!
      Bjs e obrigada por tudo “frô”!
      Adri

  12. danakscully diz:

    Ow Dri, demorei para ver seu post… Meu marido está internado para retirar um cálculo do ureter e estou passando o dia com ele e volto de noite para casa, pois tenho 4 cachorros e 1 loro para alimentar (e limpar a caca…). A cirurgia será feita amanhã na hora do almoço e no máximo depois de amanhã ele estará em casa e aí minha vida deve voltar ao normal. Não é nada grave e ele basicamente está internado porque está sentindo muita dor.
    Sei que é até um pouco de egoísmo meu, mas não gosto nem um tico de te ver assim! Minha irmã está passando por uma situação bem semelhante, como ela já disse acima, e é desesperador vê-la tristinha também. Concordo com você, dê tempo ao tempo e continue seguindo sua vida da melhor maneira possível. Já pensou em ser vizinha da KK??? Hahaha, sei que você não sai aí da aldeia por nada desse mundo, mas seria bem legal, néan?
    Amiga, eu juro por mim (é fácil jurar pelos outros! haha) que ainda te farei uma visitinha e até já falei para o meu marido, mas…………………….. Ele quer ir junto! hahah Mas liga não que é só ele levar o micro dele e o PSP que ele fica bem e dá para a gente dar uma fugidinha pela vila, tá? Nem que seja para ir no mercado! haha
    Beijinhos Dri,
    Van

    • Querida Van,
      Espero que seu hubby esteja melhor. Daqui a pouco sou eu tirando cálculo da vesícula, ou a vesícula!
      Eu estou melhor. Como eu falei, nada melhor do que o tempo. O único problema é que toda vez que encontro o ex eu afundo de novo. Por isso falei para ele que é melhor cortarmos todos os contatos. infelizmente ainta teremos que ter alguns contatos, mas são necessários.
      Se quiser vir para o vilarejo e dar uma esticadinha em Búzios, serão hiper bem-vindos!
      Obrigada pela força, amiga!
      Bjus
      Adri

  13. Adri, não nos conhecemos, mas sua situação atual é bem parecida com muitas mulheresque terminam um relacionamento, porém as meninas de hoje tem muito a oferecer de carne durinha eu diria, sic suas palavras, mas de cabeça é um horror, invista em você e saia de casa, tenho certeza que vai arrumar uma amiga pelo menos pra bater um papo não virtual o que lhe fará um bem enorme.bjos Mariza

    • Querida Mariza, primeiramente, bem vinda!
      Segundo, é extremamente difícil para uma mulher sair sozinha com a intenção de arrumar uma amizade, quer seja ela masculina ou feminina. Por mais que possa parecer um absurdo, é complicado a gente ser aceita em um “bando” que talvez tenha as mesmas intenções que eu (conhecer potenciais pretendentes). Sair sozinha, definitivamente não é coisa que eu normalmente faria, apesar de reconhecer que é a única solução para meu problema, já que eu não tenho sequer amigos que possam me apresentar a algum amigo “solteiro”.
      Mas de qualquer maneira, valeu a intenção. Gostaria de ter essa coragem, hehehhe
      Bjus
      Adri

  14. Melancia diz:

    Já li acima os depoimentos… Adri, descobri recentemente que o único amor que substitui é mesmo o que a gente sente por nós. “Terminaram” um relacionamento de 15 anos (total 22) comigo e sempre um dos lados sai mais ferido (no meu caso ele está há mais de uma ano até morando junto com outra). De fato, continuo sozinha e tem dias que me bate um desespero da solidão, uma coisa horrível… E é mesmo verdade, cadê as meninas que eu saía? Quando estava bem, claro, todo mundo fica perto; agora, foi só começar a “entristecer”, ficar mais introspectiva que… nada, não me sobrou ninguém! (Agradeço por ter minha pequena família OVO: minha irmã e minha mãe são minhas amigas. Eu considero você minha amiga virtual!) Achei engraçado, porque eu também recentemente criei este blog também para poder desabafar (posto crônicas e ainda tenho textos que escrevi sobre o dia-a-dia que vou colocar lá)!!!! Desculpa por “encher” seus olhos com minha própria história. Um grande bj em seu coração, Mel.

    • Melancia diz:

      Escrevi e antes de conferir o português ele já publicou (apertei o botão errado!): no meu caso ele está há mais de um ano com outra e… achei engraçado, porque eu também criei este blog para poder desabafar (saiu também-também)!

    • Ah que legal, Mel. Não tinha reparado no seu BROG. Qq hora dessas que eu estiver de bobeira vou lá fuçar teus posts, hehehehe.
      E quanto ao seu “depoimento”, erm, bem, vou fingir que não vi para não ter nova crise de choro, hahahahahhaha
      Bjus
      Adri

  15. Tati diz:

    Adri, todos os momentos que passamos em nossa vida servem como aprendizado. O único amor que pode substituir esse que seguiu outro rumo é amor que você pode sentir por si mesma. Descobri isso há pouco tempo com um grupo de meditação. Vi que quando a gnt se descobre, se ama, vemos que somos nossa melhor amiga e companheira. A partir daí tudo flui de maneira natural, quando irradiamos boas energias atraímos o que é bom e certo para nós, no momento certo. Procure celebrar as coisas boas, por menores que sejam, faça-as ficarem enormes aos seus olhos e agradeça. Tente não pensar na solidão de quando sua filha for morar em outro lugar, imagine as coisas boas que vc pode viver com essa mova experiência. Mudar o foco dos pensamentos para o que é positivo nos faz mais felizes! Conte comigo! Bjs!

    • Tati, obrigada pelo carinho. Eu até tenho amor próprio, mas a realidade de ter que competir com meninas mais “saborosas” me apavora um pouco.
      A ansiedade eu sei que domina por um curto tempo. Acredito que logo estarei novinha em folha.
      Obrigada pela força.
      Bjoka
      Adri

  16. É uma pena minha querida, que somos separadas por uma distancia de quilometros, gostaria de não ser amiga virtual pra poder te dar um abraço bem apertado e fazer voce rir denovo! Felizmente isso tambem vai passar, e voce sabe dos meu votos pra que isso aconteça o mais rapido possivel! Quem sabe um dia a gente se torne vizinha, ou que eu consiga um dia vencer meu panico de aviao e vá ate o Rio e aproveite pra conhecer voce pessoalmente!? Adri, saiba que Deus nunca abandona seus filhos, com certeza algo de bom ele tem planejado pra sua vida, e eu estarei aqui pra ver voce vencer e ser feliz…
    Adoro voce amiga virtual, mas de carne no meu S2
    Beijos com carinho
    Tati

  17. Ci diz:

    Adri, querida, infelizmente a fórmula de que um amor cura o outro, além de difícil prá mim foi muito errada.. na verdade só pude amar alguém de novo (depois de um divórcio também complicado) quando aprendi a me amar e, consequentemente estar bem e feliz comigo mesma… É verdade, existe um monte de meninas lindas por aí.. mas, será que elas tem o conteúdo que nós temos com nossa vivência e experiência? Acho que não querida… O que me ajudou e muito foram atividades em grupo.. eu fui prá academia (caminhar se faz sozinha mas academia tem um monte de outras pessoas) e me forcei a fazer cursos onde não conhecia ninguém… afinal de contas de vc vai com alguém já tem o seu grupo.. não precisa se enturmar, né? Também não sou dessas de sites de relacionamento.. acho estranho… sei lá…
    Espero que vc melhore logo (e que o aparelho não precise de colheradas – confesso que morri de rir só de lembrar da história)…

    Um beijo,

    Ci

    • 😦
      Eu não me odeio, exaatamente. Eu gosto de mim, tanto que estou na empreitada de perder peso. Só não estou com AQUELE empenho, mas está indo devagar.
      E sim, concordo com o conteúdo. Mas na cabeça de muitos homens ter um “trofeu” (peguette bonitinha/gostosinha) é melhor do que ter alguma massa encefálica, principalmente os ex-casados que não querem se envolver com ninguém. Infelizmente na minha idade é praticamente impossível encontrar um solteiro. No mínimo acharei um com pelo menos uns dois ex-casamentos na bagagem.
      É duro! Mas de qualquer maneira, obrigadíssima pela força. E o aparelho novo não precisa de colheradas por enquanto, hahahahhahahaha
      Bjus
      Adri

    • Ci diz:

      Adri querida.. não acho que vc se odeie não (embora eu tivesse exatamente este sentimento) desculpa se foi isso que pareceu… É verdade que muitos homens tem isso.. mas esses eu quero bem longe de mim.. rs…
      Não conheço vc por fora.. mas por dentro acho que quem frequenta o blog conhece e sabe o quanto vc é linda!!!!! Acredite, não venho aqui por outro motivo que não seja rir com suas histórias, me atualizar sobre os agora 3 lindos que vc tem (e lembro que vc nem queria o primeiro)… Curtir suas viagens (Sempre com pitadas de dicas gastronomicas de dar água na boca)…. e, de quebra, pegar dicas de esmaltes baphonicos.. kkkk
      Sabe Adri, quem tá aqui do outro lado meio anonimo como eu te ve como uma amiga e torcemos e muito prá que vc fique bem.. (afinal vc precisa voltar a contar histórias engraçadas dos bichos no seu caminho na caminhada.. rs)
      Se eu puder fazer alguma coisa, qualquer coisa, mesmo que seja dividir com vc a minha história me avisa… vai ser um prazer ok?

      Beijinhos e fica bem!!!

      Ci

      PS.: Poxa.. que bom prá vc que ele nao precisa dessa “forcinha” (mas que pena prá mim que não vou rachar o bico com a próxima história dele despedaçado.. kkkkkkkkk)

    • Ci, dear, obrigada. Eu vou ficar bem, com certeza. Mais um diazinho e estarei novinha em folha.
      Bjus
      Adri

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s