Como comprar esmalte

Recentemente aconteceu uma coisa que me deixou bem chateada. Eu andava atrás dos esmaltes azuis da Ana Hickmann, e fiquei eufórica quando encontrei um vidrinho filho único, de Hip Hop, na prateleira. Muito feliz, joguei na cestinha e trouxe pra casa, junto com outro da mesma marca. Ao chegar em casa, eu mostrei a foto dos esmaltes pra Nina, que com uma grande percepção, me apontou o DEFEITO. Foi então que eu percebi por que o vidro ainda estava “esquecido” na prateleira e ninguém quis o esmalte.
Por causa desse problema, e alguns outros por que passei, resolvi fazer esse post hoje, sobre “como comprar esmalte”. Parece um absurdo ensinar alguém a comprar esmalte, mas as desavisadas ou esmaltaradas principiantes têm que ficar espertas desde cedo.
A primeira coisa a observar é a aparência do esmalte no vidro. Se estiver esbranquiçado, já é o primeiro indício de que o esmalte está mofando na prateleira há muitos meses. Não que isso seja um sinal de que o esmalte esteja ruim; não, mas comprar esmalte já decantado, só mesmo se for uma cor super que você esteja MUITO doida pra comprar. Esmaltes duram muitos anos, apesar do órgão fiscalizador determinar a obrigatoriedade de que os fabricantes indiquem uma validade de 3 anos na embalagem. O único problema mesmo é conviver com a decantação após um tempo. Para quem não sabe, a decantação é um processo que o esmalte sofre, em que ele começa a ficar com camadas de cores diferentes, e pode até mesmo formar uma camada amarelada e transparente na superfície do esmalte. Para ajudar a acabar com o processo de decantação, é bom comprar esferinhas de aço inox para colocar nos esmaltes, para ajudar a misturar o esmalte sem acabar com o braço, de tanto sacudir, já que os fabricantes nacionais ainda não se dignaram a ter mais essa despesinha em benefício do produto.

Esferinhas em aço inox para esmaltes decantados

Lembro a vocês que nós vendemos essas esferinhas. Para mais informações, clique aqui.
A segunda coisa a observar é o volume de esmalte dentro do vidro. Um esmalte novo e não usado normalmente não tem espaço vazio visível no alto do vidro, entre a tampa e o esmalte.
A terceira coisa a observar, é o pincel. Abra o esmalte e limpe o pincel na boca do vidro, procurando por cerdas arrepiadas. Depois de tirar bem o esmalte do pincel na boca do vidro, ele tem que estar com as cerdas bem coladinhas, sem qualquer tipo de arrepiado, como na foto abaixo.

Comprei certa vez dois esmaltes; em um deles, quando cheguei em casa, percebi que a haste do pincel estava frouxa e balançando, apesar de presa à tampa. Pra esse não achei jeito. Simplesmente troquei o pincel pelo de outro esmalte que eu não ligava muito, da mesma marca. No outro esmalte, a haste estava solta da tampa, o que resolvi encaixando a base da haste novamente na tampa, após passar um pouco do esmalte, pra colar. Então, ao observar o pincel, force um pouquinho a haste do pincel contra a boca do vidro, pra se certificar de que não esteja frouxa. Não se concentre somente nas cerdas.
A quarta e última coisa a observar é justamente o que a Nina me mostrou. O excesso de vidro no fundo do frasco de esmalte, que me roubou pelo menos 1 ml de esmalte. Paguei por 9 ml e levei uns 8ml pra casa. Fiquei passada com o controle de qualidade desse fabricante, viu! É lamentável que nós percebamos que praticamente não há controle de qualidade por parte deles. Essa mesma marca, inclusive, quase não é vendida na minha cidade. O gerente da maior loja de esmaltes da cidade disse que não vende mais essa marca porque já teve muito prejuízo com o produto, porque a maioria dos vidros vinha com o pincel arrepiado, e simplesmente ninguém queria comprar. Então os esmaltes ficaram encalhados, e nem na promoção o pessoal queria comprar. A loja, então, parou de vender a marca. O esmalte em si tem boa qualidade e cores bonitas, mas o resto…estilo Bonitinho mas Ordinário. Fiquem atentas!!!! Façam valer o seu suado dinheiro!
Só depois que fui chamada a atenção para esse “picolo” detalhe, é que eu caí na real e vi como a gente se distrai e não vê coisas assim tão importantes no afã de comprar um esmalte novo. Comecei então a procurar o mesmo defeito nos outros vidros de esmalte que eu já tinha comprado, e achei um monte como esse da Colorama. Daqui pra frente, certamente prestarei mais atenção na hora de comprar esmaltes.

Depois que fiz esse post, eu entrei em contato com o fabricante de um dos esmaltes cujo pincel estava arrepiado. O fabricante pediu uma fotografia do pincel e informações, como lote, cor e data da compra (que eu não lembrava). Dois dias depois chegou um pincel novo, junto com um esmaltinho de brinde. Essa empresa é a Speciallità, fabricante dos esmaltes Hits.

Então já sabe, se comprar um produto com defeito, bote a boca no trombone. Peça para trocarem.

Bjs
Adri =)

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Dicas, esmaltes. ligação permanente.

33 respostas a Como comprar esmalte

  1. adorei as dicas,as vezes na loucura de comprar nem presto atenção nesses detalhes..mas vou ficar mais atenta…obrigadaaa

  2. eu ja sabia disso mas msmo assim tem vezes q a gnt esquece de observar td e simplesmente sai pegando neh? rsrs
    a unica coisa q eu SEMPRE olho msmo, ate na pressa eh sobre estar decantando ^^

    agora a impala ja tentei entrar em contato sobre pincel eh ficaram cheio de mimi, como nao queria dor de cabeça eu cortei os pelinhos e continuei usando…
    ja a hits tive um prob com uma compra online e eles me enviaram um novinho, mto atenciosos msmo!!

    a risque e avon estou tento prob com pinceis = espanador, do tipo q nem cortando resolve!
    a avon manda a gnt ir pra uma pagina na internet q nao funciona (vive fora do ar) ¬¬
    e a risque eu ainda nao tive a paciencia pra tentar resolver kkkkkkkkkkkk

    Mas o seu post eh mtyo bom pq tem MTA gnt q nao sabe dessas coisas
    alias eu nunk tinha parado pra reparar no vidrinho! acho q so percebi isso uma vez mas eh pq tava absurdamente discrepante kkkkkkkkkkk

    Beijoss!!!

    visite e siga http://muito-luxo.blogspot.com/

    Curta a nossa NOVA pagina https://www.facebook.com/pages/Beauty-Stuff-Blog/194358070645156
    E participe tb do grupo: https://www.facebook.com/groups/275254619166287/
    😉

  3. Gostei das dicas, pois eu mesma, com minha mania compulsiva de comprar esmaltes, muitas vezes cheguei em casa com meus vidrinhos e quando abria algum, ficava perplexa com os pincéis arrepiados; agora já abro no caixa assim me poupa tempo, conseguindo trocar meus esmaltes danificados, pois nunca conseguia trocar por outro; mesmo sendo da mesma loja… Assim fico mais tranquila com os meus queridinhos vidrinhos.

  4. Raquel Raposo diz:

    Obrigada pelas dicas, Adri! Tenho melhorado muito no cuidado com as unhas desde que comecei a acompanhar seu blog. Até parei de tirar as cutículas e minhas unhas estão mais fortes que nunca depois deu ter conhecido os fortalecedores da Sally Hansen!!

  5. Deise diz:

    Vocês já viram a embalagem do esmalte 5cinco, que vem com um selo na tampa? Só abre quem já comprou. Eu não gosto de abrir esmalte sem precisar, mas ver o estado do pincel é importante, principalmente para quem já passou por traumas escabelados! Meus esmaltes sempre vieram direitinho (olha a Lady Murphy!), a não ser um da Risqué, que tinha uma cerda gigante! Eu puxei, ela ficou cacheada, então cortei! Espero não ter problemas maiores…

    • KKKKKKKKKKKKKKKKK Olha, cada vez que vc Chama Lei de Murphy de Lady Murphy eu moooooooooooorro de rir! Quem inventou esse apelido simpático está de parabéns! Ficou super divertido! Acho que me inspiray e vou começar a chamar a Lady Gaga de Lei de Gaga! hahahahahsaha

  6. Jade diz:

    Bom… Tive um problema com a Sancion Angel: o pincel veio totalmente descabelado.
    Entrei em contato e me mandaram 10 novos pinceis..
    hahahhaha

    AChei otimo o post.
    Bj

  7. thaiza diz:

    Boas dicas, temos que aprender a ser consumidoras conscientes.

  8. Malu diz:

    Q feio… a quantidade e qualidade dos esmaltes deveria ser padrão…
    Alô, SAC das empresas, vamos prestar atenção nisso! Q vergonha…

    Nunca tinha me passado pela cabeça abrir os vidros de esmalte na loja… Concordo com a Flavia, eu tb entendo o ponto de vista da loja… Eu ñ gostaria de comprar esmalte aberto, pelo mesmo motivo q ñ compro escova de dente com a embalagem violada…
    Faço assim, compro e levo pra casa, se tem algum problema entro em contato com o fabricante, se ñ derem atenção ao meu problema, ñ compro mais nada deles. Fácil assim…

    bjs!

    • Amiga, me desculpe, mas DUVIDO que você compre um esmalte, por exemplo, Colorama, com cerdas ruins, e se não for atendida à satisfação (como por exemplo ter seu vidro trocado – que duvido muito que eles troquem), você parará de comprar Colorama porque não foi atendida.

    • Flávia diz:

      Eu tive problema com um CAMADA UNICA da Colorama. Liguei para a empresa, que se prontificou a trocar, mas eu devia enviar meu vidro para análise, e só após o laudo, eles enviariam um vidro novo. Achei absurdo, aposentei o vidro em questão e compro com cautela esmaltes da marca… só aqueles absolutamente indispensáveis… coleção completa, no more.

    • Malu diz:

      Comigo nunca aconteceu, Adri. Não tenho taaaantos esmaltes assim.. Até pq, acho q se contar direito tenho mais importadinhos do q nacionais… (culpa sua! :-P). Mas sei de gente q já entrou em contato com Colorama e Risqué e eles mandaram outro vidro…
      Agora, das outras empresas eu ñ sei…
      O importante é a gente entrar em contato co o SAC e ñ desistir de exigir nossos direitos.

      Bj!
      Fica brava comigo não…!

    • Amore, e pq eu ficaria brava com vocezinha????? Vc é um doção de côco, daqueles que engorda a gente de montão!

    • Malu diz:

      Q delícia! Adooooooro côco, tb!
      Só vc pra me tirar desse mau humor unhístico. Tô com as minhas unhas curticas, estilo roídas. (calma, eu ñ tive uma recaída) quebraram TODAS, aí tive de lixar curtinhas.
      Pode? Logo agora q os OPIs novos chegaram. uhnf! 😦
      O Correio foi bonzinho com vc? Comigo até agora, nada.

      beijocas!

  9. Flávia diz:

    Compro numa perfumaria chamada Kimi, e eles não deixam.
    Na Beauty Fair também não era permitido.

    • Imagino que esteja se referindo a produtos vendidos na Beauty Fair. Se fosse comigo eu questionaria, e aposto que eu conseguiria abrir, porque eu criaria o maior caso. Vai que chego em casa e vejo que o produto estava com defeito, quem ia arcar com o prejuízo? Se fossem os produtos de mostruário, até concordo que fosse proibido, afinal, ninguém levaria o vidro. E quanto à sua Kimi, bata pé e arme barraco, amiga, porque você tem direito de abrir e ver se o pincel está bom SIM. A menos que eles garantam que trocarão o produto se estiver com defeito. O Procon assegura seu direito! Lute por ele!

    • Flávia diz:

      Mas eu, me coloco no lugar da loja. Se 10 pessoas abrissem um mesmo vidro, sem comprar, a 11 pegaria um esmalte MUITO grosso, isso danifica o esmalte. Se tiver problema com o pincel, tem que entrar em contato com a fabricante.
      Na “minha” opinião, a loja está certa, pois eu detesto esmalte grosso, muito mais do que esmaltes com pinceis grossos rs
      Na BF, comprei na Sancion Angel, e eles que não deixaram uma moça que pediu, abrir o vidro.

    • O problema não é pincel fino ou grosso, mas com cerdas arrepiadas. Os esmaltes da Ana Hickmann em especial costumam vir com pincéis arrepiados, e isso é horrível para quem compra. E me perdoe, mas 10 vezes abrindo um vidro não engrossa o esmalte, porque esmaltes não têm esse grau de volaticidade. Não é como álcool ou éter que evaporam instantaneamente ao ficarem ao ar livre. Além do mais, há uma grande rotatividade de produtos; a menos que a loja seja careira demais ou só venda produtos ruins, os esmaltes sairão rapidamente.
      No caso da BF, eles têm até o PODER de não deixar abrir, já que loja nenhuma vendia ainda aqueles produtos específicos. O que eu faria, era comprar assim mesmo, torcendo pra não ter problema (como acontece quando compramos pela internet), ou não comprar. Logo chegam às lojas mesmo. Mas do jeito que eu sou, eu abriria eles querendo ou não, nem que me pusessem pra fora da feira.

    • Tu é das minhas Adri! Eu tb abriria, se eu tivesse certeza que iria levar aquela cor. Ou então eu compraria, pagaria e abriria o vidro na frente da criatura do caixa. Se estivesse ruim queria ver não trocarem. Ia dar o maior baphón hehe

    • Excelente ideia. Nem tinha pensado nisso! Vc é uma gênia!!!!!!!!!!!!

    • Eu faço isso quando o povo da loja cria caso. Até hoje não tive problemas. E espero não ter, pq eu detesto barraco, mas quando se trata de relações de consumo eu não me dobro fácil. Se tiver que rolar o maior baphão, que role! Acho que é obrigação do consumidor lutar pelos seus direitos, se não por si, pela coletividade, para que outras pessoas não precisem passar por isso.
      Sabe que eu fui inspecionar meus AH e todos estão com aquele excesso de vidro. Pelo menos estão padronizados eheh
      Já os Coloramas, tem vidro de tudo quanto é jeito, com mt vidro, pouco vidro, cheio de curva… uma mistureba só.

    • Definitivamente eu não levo desaforo pra casa, e definitivamente eu EXIJO meus direitos, nem que eu tenha que acionar advogado ou o que quer que seja. É um absurdo que simplesmente determinem que não se pode fazer algo que é DIREITO MEU. Tua ideia é sensacional! Pagar e olhar o pincel, caso criem caso para fazer isso. Se todos os pincéis estiverem ruins, troca na mesma hora por outro produto. Se não trocarem, aí chamem a polícia, pq eu avanço em cima do caixa ou gerente, rsrsrsrsrs

    • Nina… tu moras na mesma city que eu e também compra na Coprobel neh?! Sabe qual é o segredo das moças ali, os vidros bons estão no meio das fileiras.. porque quando chega no meio elas recolocam esmaltes, duas vezes cheguei lá e estavam repondo e os vidros com menos esmaltes iam para o início e para o final da fila (da onde elas puxam pra repor o primeiro que sai).
      Agora na questão cerdas, se não me deixam abrir faço como a Nina, compro e abro no caixa, mas antes procuro em outra perfumaria, onde a atendente sempre abre os vidros para ver a condição do pincel e também pra mostrar a cor fora do vidrinho, não me importo em pagar o mesmo preço por míseras gotas a menos, ao menos sei que estou levando um esmalte inteiro.

  10. Flávia diz:

    Meninas, o grande problema é que as lojas não permitem que os vidros sejam abertos, e muito menos trocados. Imagine se 10 pessoas abrirem o mesmo vidro de esmalte?
    Vale a dica de olhar o conteúdo através do vidro, mas os testes com as cerdas, com a quantidade de esmalte, só dá pra fazer em casa, e em caso de problema, a consumidora deverá entrar em contato com a empresa fabricante, pois as lojas revendedoras não trocam tais itens.

    • Amiga, só se for na sua cidade, pois nem quando eu morava no Rio de Janeiro isso acontecia. Nem nos Estados Unidos eu vejo essa proibição nas lojas em que compro. É direito da consumidora checar o produto antes de levar, até porque as lojas não costumam trocar esmalte depois de comprado. Se a loja que você frequenta não permite que abra os esmaltes, compre em outra, ou então enfrente o pessoal da loja dizendo que vc vai denunciar ao Procon. Quero ver se eles vão continuar negando que vc inspecione algo que vc tem direito!
      Ninguém tem olho de raio-X pra ver o pincel em um vidro de esmalte colorido sem abrir. Isso é um absurdo. Concordo que a pessoa NÃO PODE PASSAR O ESMALTE NA UNHA, mas abrir para checar as cerdas pode sim. Em todos os lugares em que morei sempre consegui fazer isso.

  11. Sonia Beni diz:

    realmente não prestamos muita atenção no vidro, sim na cor do esmalte, apartir de hj vou prestar mais atenção. obrigada pela dica.

  12. Ana Lousada diz:

    Excelente post, de utilidade publica!!!!!!!Beijocas.

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s