Pamplerousse – Bourjois

coral

Boa noite, pessoal!

Calorão lembra mar, e mar lembra coral, por isso, trago hoje um coralzinho pálido e lindo da Bourjois chamado PAMPLEROUSSE.

Pamplerousse - Bourjois2

Esse esmalte é da linha So Laque Glossy, que como diz o nome, tem um brilho laqueado que dispensa top coat. No entanto, como meu TOC não permitiu menos de 3 camadas, e como o “forno” de 40 graus já começou em plena Primavera, eu preferi não arriscar e finalizei com Seche Vite.

*** ESTE ESMALTE É TOXI-FREE ***

Pamplerousse - Bourjois3 Pamplerousse - Bourjois

A cor é muito linda. Um coralzinho palidinho mas super verão. Achei que combinou com a cor da minha pele, mas penso que em peles morenas deva ficar ainda mais bonito.

Com duas camadas quaaaaaase fechou, mas eu realmente senti uma agonizante necessidade de passar a terceira, para não ver sombra de unha por baixo. Fluidez boa, pincel flat e esmalte fácil de limpar.

Em teoria, dura 10 dias, mas eu realmente nunca consegui ficar com um esmalte mais de 5 dias.

Esse esmalte pode ser encontrado em algumas lojas online, e o preço aproximado é de 24,00. Vale a pena, para quem gosta de um coralzinho fofo!

E na seção Bobeirinhas Familiares de hoje, disserto sobre a necessidade que as pessoas têm de ter autocontrole em determinadas situações. Sei que quando uma situação envolve ameaça a um ente querido, a coisa é realmente desesperadora, mas nunca devemos esquecer que com a situação do país em galopante decadência, aumenta o número de golpes aplicados à população.

Semana passada, a faxineira estava aqui em casa, e de repente vem ela escada abaixo agoniada porque tinha recebido uma ligação de um homem que dizia ter sequestrado sua filha, mas disse que não reconhecera a voz da mulher desesperada (ao fundo) como sendo de sua filha, e tentava alucinadamente ligar para a filha, que não atendia a ligação (Lei de Murphy aplicada com força total – não atende o celular quando mais se precisa). Eu disse a ela para se acalmar porque certamente era golpe, e diga-se de passagem, um golpe mais velho do que defecar de cócoras, como dizia minha avó. Mas como a filha não atendia a ligação, ela foi ficando cada vez mais agoniada, e eu disse a ela que tentasse ligar para outra pessoa que pudesse estar próximo à filha, e pedir que fosse em casa ver se estava tudo bem. Foi quando ela, até então cega pelo desespero, resolveu fazer o que eu disse. A pessoa para quem ela ligou, disse que a filha havia ido a algum lugar levar algo para alguém tinha uns 10 minutos, e isso a deixou mais tranquila (apesar de que em 10 minutos muita coisa pode acontecer). Mas enfim, ela ficou mais calma, e isso é o que importa. E não se ouviu mais falar de sequestro.

Minha ex-sogra certa vez quase caiu no golpe, e já estava indo ao banco fazer o depósito de 2000 reais (se não me falha a memória), como resgate pelo “sequestro do meu ex-marido” (não tinha ideia de que ele valia tão pouco, rsrsrsrsr), quando a minha ex-cunhada a impediu. Como ele vivia em reuniões, ele sempre desligava o telefone, e como elas estavam tentando ligar para ele e dava fora de área, ela teve a ideia de ligar para mim e perguntar se eu havia falado com ele recentemente. Eu havia falado com ele uns 10 minutos antes, e ele me disse que entraria em uma reunião em seguida, ou seja, o telefone estaria desligado. Tendo dito isso a ela, ela avisou à mãe, uma pessoa de idade, que já tinha chorado tudo o que podia e não podia.

Está certo que é uma situação difícil para quem é a vítima do golpe, mas é preciso que habituemos a dizer para nossas mentes que precisamos manter a calma. Eu vivo me “treinando” para lidar com uma situação assim, e há diversas formas de saber se é mentira ou não.

  1. Se ligarem dizendo que minha filha foi sequestrada, a primeira coisa que vou dizer é: “A Priscila está bem?“(ou outro nome qualquer que me vier à cabeça na hora), e se o diálogo seguir como se ela realmente se chamasse Priscila, pronto, já sabemos que é golpe.
  2. Após o anúncio do sequestro, dizendo que minha filha está em poder deles, basta dizer que o gajo está doido, porque nem filho eu tenho (mesmo que seja mentira), e aí vemos a reação dele. Isso, se ele der a sorte de ter sequestrado uma “filha”, e não um “filho” (já que só tenho ela), caso em que já nem me daria o trabalho de seguir com a conversa.
  3. Se porventura acertarem o nome da filha (ou filho), é hora de um tira-teima. Peça para o bandido confirmar com a filha (ou filho) algum apelido que seja usado entre os familiares (como ela lhe chama, ou como você a chama, ou a outro parente), ou se há uma tatuagem aqui ou ali, ou uma marca de nascença, e não se intimidar com ameaças durante esse tira-teima, porque é nessa hora de encurralamento que eles mais ameaçam mesmo, porque sabem que não vão acertar, se for mesmo um golpe. E tem uns que são dignos de ser protagonistas da Globo, de tão bem que interpretam (e enganam a vítima).
  4. Outra coisa é dar uma de retardada e, sem responder nada, desligar o telefone na cara deles quando anunciarem o sequestro. Há grandes chances de não ligarem de volta. Nesse meio tempo, ligue para “o sequestrado” para confirmar que está tudo bem. Se não conseguir falar, tente falar com alguém que possa estar com a pessoa. O importante é tentar manter a calma o tempo todo, e pensar que é só um golpe.

Não devemos nunca esquecer que a situação está feia pra todo mundo (principalmente diante da situação econômica crítica que assola o país), e por conta disso as pessoas andam mais estressadas do que nunca. Este é o momento perfeito para atacar, pois estressadas e sob pressão, as pessoas perdem o poder de raciocínio baseado na razão e ficam muito vulneráveis a caírem facilmente em qualquer golpe. Chega ao cúmulo de as pessoas “ouvirem de verdade” na voz do falso sequestrado a voz do “familiar sequestrado”. As pessoas ficam cegas com o desespero. O poder da nossa mente vai além da nossa imaginação, e não podemos subestimar isto.

Façam esse “treinamento” constantemente, e lembrem-se que ninguém está livre de sofrer um golpe desses. Espero que nunca passemos por isso.

Beijos em todas.

Adri 🙂

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Bobeirinhas Familiares, Esmalte importado, Swatch com as etiquetas . ligação permanente.

6 respostas a Pamplerousse – Bourjois

  1. danakscully diz:

    Gosto tanto de esmalte coral! A cor é alegre e leve ao mesmo tempo. Gosto muito.
    Cá entre nós, acho que vou parar de ler seus posts para não gorar suas unhas! Kkk Lindas lindas lindas!
    Tadinha da sua faxineira, sei que é um golpe manjado e tal, mas fiquei com dó de imaginar a aflição momentânea que ela sentiu!!! Ainda bem que acabou logo.
    Beijinho,
    Van

  2. Míriam Viégas diz:

    Já me ligaram duas vezes, uma eu fiquei no “alô, alô” fazendo de conta que não tava ouvindo, e da outra veio uma mulher com “mãe”, aí eu respondi “e eu lá tenho idade pra ter uma filha desse tamanho?” e desliguei na cara… rs
    Mas é isso mesmo, tentar manter a calma, e esse golpe já é tão conhecido, quem cai é desavisado mesmo…

  3. Merlin diz:

    Ai ai… essa história de sequestro hsuashasuahs
    Uma vez ligaram para os patrões num lugar onde eu trabalhava e falaram pra mulher que tinham sequestrado o marido dela…. sendo que o marido estava bem do ladinho dela … uashaushasuahsuash no caso foi muito engraçado mesmo, porque foi óbvio que era golpe 😛 e ninguém se preocupou, já que o “sequestrado” estava junto conosco e também achou graça do assunto 🙂

    • Pior é que muita gente cai, porque nem sempre se dá a sorte de ter o “sequestrado” ao lado, ou de não se ter um filho quando o sequestrado é “o filho”. Muita gente cai e muita gente acredita e até ajuda, sem querer, no desenrolar da mentira, falando nomes corretos e dando dicas que os espertalhões pegam com gancho para prosseguirem com a farsa.
      Bom domingo, amore.
      Beijos
      Adri

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s