Casa Drag

Noite, meninas.

Apesar de eu ter reloginho para mostrar, eu estou com preguicinha de editar as fotos para colocar aqui, então o reloginho ficará para amanhã. Hoje vamos ter mais BF…

Como vocês sabem, finalmente a pintura da minha casa começou, e eu comprei as tintas semana passada. Eu fiquei meio na dúvida sobre que cor colocar junto com o amarelo que uso há mais de 11 anos. Peguei aquele lequezinho de amostras e catei alguma cor. Acabei caindo em um vermelho relativamente parecido com o que eu pintei pela primeira vez.

Hoje ela está laranja e amarela.

Na foto acima vocês poderão ver a nova tinta amarela no alto e no meio, e a tinta antiga, à esquerda, a mesma tinta, já desbotada pelo sol de 4 anos. Alguém achou drag? Eu brinco dizendo que minha casa é ponto de referência, heehhehehe. Qualquer um enxerga a quilômetros de distância. Se bobear, até de avião deve dar pra ver, uhahuauhhuahuauha.

Na foto acima, o anexo do meu escritório, já com uma demão de tinta vermelho bombeiro, a nova cor, à esquerda, e o contraste com a cor antiga, o laranja.

Um detalhe, alguém consegue achar WALLY na foto acima?????? Será que alguém vai conseguir enxergar mais do que paredes e plantas? Gente, não acredito que ninguém achou ele!!!!! Ele está olhando para a câmera!!!!!

E agora, o contraste do amarelo. Visualizem esse vermelho com aquele amarelão lá do alto! Vocês acham que vai ficar chegay? hehehehehehe

Eu confesso que estou bem mais aliviada por estar vendo a casa ficar bonita de novo, embora isso esteja custando minhas férias deste ano. Para mim, não tem coisa mais feia do que uma casa desleixada, cheia de lodo de tantos anos de chuva, ou então a tinta descascando, aquela madeira apodrecendo, ou fuligem no teto. Tem gente que prefere comprar um carro novo e deixar a casa caindo aos pedaços, como se o “status” de ter um carro zero fosse mudar a sua realidade financeira. É claro, que às vezes um carro novo é necessário, se o antigo vivia enguiçando. Nesse caso eu concordo que carro zero é muito mais importante, até mesmo para a segurança da gente, já que hoje em dia enguiçar carro na rua é sinônimo de assalto ou outras maldades. Mas o importante é nunca deixar a casa cair aos pedaços. Definir prioridades é importante.

Comigo, a aparência da minha casa mexe diretamente com meu humor. Quando vejo uma casa “largada” quando ando pela rua, me dá uma agonia enlouquecedora de pensar se eu morasse lá. Acho que eu viveria deprimida.

É uma pena que vá demorar tanto para ter tudo pronto por aqui. O pintor disse que vai levar 2 meses para tudo ficar pronto, já que o maior trabalho vai ser tirar toda a textura velha do muro e aplicar nova. São 41 metros de muro (o terreno, de esquina, tem 15 x 30 m). Depois do muro vem a pior parte, o interior. Odeio pintar a casa por dentro. Além da poeirada danada de lixar massa de parede seca, tem o cheiro da tinta, e gente estranha saracoteando pela sua casa, vendo tudo o que você tem dentro de casa. Comparo essa faina de pintar a casa como um trabalho de parto, ou talvez uma prisão de ventre, heheheheheh. É um alívio quando acaba!

E o pior não é isso; aquela minha amiga que tem casa na Noruega hoje me ligou dizendo que vai em julho mesmo. Me chamou para passar uns dias lá, e eu me senti como um drogado em tratamento sendo oferecido um “tapinha”. Vocês podem imaginar o que é isso????? Vou ter que segurar a onda e trabalhar muito, e parar de reclamar que tem trabalho demais, já que sem trabalho eu não consigo fazer nada dessas coisas. Tenho, sim, que agradecer a Deus por me encher de trabalho e por me dar a oportunidade de não ter tempo de postar nada aqui pra vocês, pois isso é sinal de que estou ralando muito mesmo.

Amanhã mamis disse que vai deixar a superstição de lado e virá para cá. Vai tentar esquecer que tantas coisas ruins aconteceram num dia 13, inclusive a morte do meu pai. Mas, se esse negócio de azar fosse verdade mesmo, ela já teria morrido, hehehehe, afinal, uma gata preta a adotou como dona – isso mesmo, ela é quem foi adotada pela gata.

Chèries, vou ficando por aqui. Amanhã posto as fotos da mani que fiz em Gabs hoje, pois preciso ainda tirar mais umas fotos de dia. Amay o esmalte dela! Cakay mesmo!

Bjokas

Adri =)))

Anúncios

Sobre Adri Portas

Tradutora, Blogueira e Filósofa (da vida)
Esta entrada foi publicada em Bobeirinhas Familiares. ligação permanente.

23 respostas a Casa Drag

  1. danakscully diz:

    Sua casa é linda e ficaria bem até pintada de roxo com bolinhas coloridas! hahaha
    Eu adoraria ter uma casa com um jardim grande assim para ver meus filhos mais felizes, correndo de um lado para outro e esburacando o jardim! rs
    Sabe, acho que cada um deve fazer o que bem entende com o seu dinheiro e ninguém tem nada a ver com isso. Acho uma palhaçada esse povinho besta que ao invés de se ocupar com a sua vida fica arrumando tempo para discutir a vida dos outros, né?
    Eu ADORO ler sobre suas viagens e confesso que até estou sentindo uma pontadinha de vontade de viajar, coisa que nunca senti antes! Vamos ver se ela evolui ou regride, né? hehehe 😛
    Beijinhos,
    Van

    • hahahahhahahahahahahahahaha. O roxo foi uma ideia interessante. Só as bolinhas que dispensarei, mas um roxo com aquele amarelão certamente tornaria minha casa ponto de referência na cidade inteira, e não mais no meu condomínio! uhahuahuhuauahhuaahu
      E quanto à viagem, eu dou a maior força. Os dois únicos contras de uma viagem internacional são o tempo que se fica no avião/aeroporto e quando a gente vai com dinheiro contado. Só fui com dinheiro contado uma única vez, para nunca mais. Agora, eu junto muito dinheiro e faço o que quiser. Até mesmo pagar uma conta de restaurante de 300 dólares eu pago feliz, desde que isso me satisfaça muito e eu deseje muito. Dinheiro contado para quem viaja, é melhor não viajar, porque a frustração de não poder fazer/comprar o que quer é imensa!
      E se quer estrear em uma internacional, vá para a Disney! Esqueça qualquer outro lugar no mundo, porque nada será igual! Vá para a Disney!!!!!!! Você vai ficar louca. Eu me senti em um conto de fadas, e amei cada um dos 15 dias que passei lá! E Orlando é o melhor lugar que já encontrei para comprar, porque é cheio de outlets. É um paraíso na Terra!
      Na Europa tudo é caríssimo, e não vale a pena comprar nada por lá. E a emoção de subir na Torre Eiffel não é a mesma de estar numa montanha russa radical na Disney! Só não vá para Bush Gardens e Animal Kingdom, que são uma droga! Cada momento que você passa nos parques são inesquecíveis, e eu nunca me cansei tanto e fiquei tão feliz por ficar com bolhas nos pés quanto lá.
      Para ver fotos de muitas das minhas viagens, clique em http://www.panoramio.com/user/559513 – divirta-se!
      Bjus
      Adri

    • danakscully diz:

      Obrigada pelas dicas Dri!!! Já sabe quem eu vou aporrinhar quando decidir viajar, nean???? hahaha
      Até falei para meu marido que vou agendar para tirar o meu passaporte! rs Ele disse: Para que? Para o coitado mofar na gaveta? hahah
      Ah, suas fotos são lindas!
      Beijos
      Van

    • Dou a maior força. Com passaporte na mão e visto, que agora é de dez anos, fica muito mais fácil programar viagens. Tem tantos pacotes baratos por aí! Dependendo da época do ano, os preços ficam ótimos, e ainda dá pra parcelar!
      Pode “perturbar” à vontade. O que não falta é dica pra te dar. Uma amiga minha não viaja sem falar comigo. Geralmente sou eu que a ajudo com os hoteis, passeios, etc.
      Bjus
      Adri

  2. Janaina diz:

    Eu achei o Wally!!! =D
    Gostei muito da casa vermelha. Achei bastante elegante com esse jardim lindooo que tem aí!
    Boa pintura “procê”.

  3. ViviK diz:

    Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh que lindo o seu peludinho verdinhoooooo!!! Quem dizer… O seu empenadinho verdinho… HAHAHAHAHAHHAAHAHAHAHAHA

    AMEI a escolha de cores da sua casa! Mto mesmo! Combina com vc! *-*
    Eu não sei o que é o stress de ter gente trabalhando em casa… Explico: eu moro num penico. Meu “apertamento” tem 53m2 só… Então, qdo a gente pinta ou faz qq reforma, quem enfia a mão na massa sou eu e meu marido mesmo. Primeiro pq economiza um pouco, né? E depois pq é tudo tão pequeno, que dá trabalho sim, mas não é nada impossível de se fazer.
    Mas não é pq a gente que faz que eu me limito ao básico. Invento as minhas modas. Da última vez, cismei que queria uma decoração japonesa. Comprei meus chouchins, que são aqueles lustres de papel de seda, desenhei uma cerejeira japonesa linda que o maridão escolheu, mandei cortar em adesivo e apliquei na minha parede, comprei minha cama japonesa, aquelas no chão, sabe? Fiz tudo como eu queria. Fico toda feliz qdo alguém elogia meu “trabalho”! Num sei se vc vai achar legal, ou não, sei lá… Mas olha como ficou um pedacinho da minha casa: http://www.flickr.com/photos/vivikermeci/5578837658/
    Eu e as minhas modas…

    Vc sabe que ontem eu estava falando com meu marido esse negócio de viajar… Nós nos endividamos MTOOOOOOO no ano passado, e continuamos no limbo financeiro, pq resolvemos viajar meio que de repente, pra comemorar nossos 10 anos de casados. Ele me deu a viagem, e mandou que eu escolhesse o destino, esperando ouvir “Natal, Forteleza, Recife…”. Mas eu disse brincando, meio que sem pensar: Cancun! E ele, mesmo achando uma loucura, abraçou a idéia, e lá fomos nós! Hj lá em casa, precisamos trocar um monte de coisas que já estão capengas depois de quase 11 anos de uso… Colchão, sofá, fogão, máquina de lavar… E simplesmente não dá! Mas a gente vai levando, empurrando com a barriga, pq ter feito essa viagem foi um sonho realizado mesmo! E cada vez que eu lembro das coisas que precisam ser trocadas em casa, eu lembro tb daquele mar azul inacreditavelmente turquesa, lembro dos golfinhos, dos mergulhos… Aí eu simplesmente ignoro o sofá velho, o colchão afundado, a máquina de lavar vazando, o fogão que dá choque… HAHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHA Viajar é bommmmm demaissssssssssss!!! Faria tudo de novo, igualzinhoooo!!!

    Ufa… Escrevi demais!
    Bjoooooo pra vcs!

    • Escreveu não, miga. Esse espaço é para isso mesmo.
      Acho que é isso aí mesmo. A gente PRECISA, NECESSITA viver. Se a gente, morre, fica o sofá, o colchão, a máquina de lavar e o fogão novos pros outros e vc não curtiu seu mar azul turquesa junto com seu marido e golfinhos. Não fosse abrir mão de alguns bens materias, você certamente não teria essa linda lembrança, que certamente pode voltar a acontecer. De que vale você se matar somente para ter coisas boas, se não curte coisas boas e tão necessárias quanto viajar!?
      Eu levanto a bandeira! Eu acho que se eu morrer hoje, só não vou feliz porque sei que minha Gabiroba e minha mãe vão ficar sem mim. Mas, não fosse isso, eu diria que morreria FELIZ DA VIDA, porque conheço 10 países da Europa, ja fui aos Estados Unidos 7 vezes, a Paris 3 vezes, e a Londres 2 vezes. Ou seja, tudo o que realmente me faz feliz eu já fiz. Agora, se eu tenho condições de manter minha casa bonitinha, arrumadinha, com carinha de casa limpa e nova, sem me enforcar em dívidas, só abrindo mão de mais algumas viagens, por que não fazê-lo? Não me permito morar em um nojinho para poder ir novamente para Orlando, não! Daí passa a ser uma obrigação moral comigo mesma.
      Quanto à sua sala, ficou um charme. Eu adoro esses adesivos de parede! Há algum tempo andei namorando uns, mas eu não vou gastar dinheiro fazendo isso não. Afinal de contas, não recebo ninguém na minha casa, já que não tenho amigas que frequentem minha casa (ninguém que se entoca eternamente em casa por causa de trabalho tem um círculo de amizade decente). O máximo que vou fazer além do que estou fazendo agora, é trocar as persianas, que eu odeio, porque quebram e ficam um lixo. Eu só as tinha porque o ex não queria cortina de jeito nenhum. Agora posso trocar, já que tem um monte de persianas despencando. E penso também em trocar a mesa de jantar, que está toda trabalhadinha pelas “mastigadas” da ave. Mas também, não adianta colocar mesa nova pra ele continuar comendo, né? Fico com pena de prendê-lo. Então vou deixar assim por enquanto. A mesa e as cadeiras comidas ainda não estão me incomodando.
      Bjus kida
      Adri

  4. daisygaray diz:

    Será que eu preciso dizer? Sim, achei a cor linda! hahahaha Passei por uma reforma e a pior parte foi a pintura, mesmo comparando com a troca de piso! O piso foi barulhento e poeirento, mas a pintura envolveu muito mais sujeira, e o pior é só descobri várias malandragens dos pintores depois de tudo “pronto”! Aí começou a tortura das reclamações, ameaças e tudo para fazer que eles cumprissem o prometido no contrato…durou mais um mês, mas finalmente vieram outros pintores e acabaram o serviço de porco! Mas conhecendo a D. Adriana, sei que os teus pintores vão andar na pontinha dos pés!

    • Menina, eu nem sou bronca não. Já até dei carona pros três pintores pro centro da cidade! Se eu fosse malvada deixava eles irem de busão no calor, né? Brinco com eles, faço piadas, como sempre. Mas sim, sou exigente. Mas até agora não precisei puxar a orelha de ninguém, porque o que vi até agora está me agradando.
      E heheheheheh, eu não sei porque eu sabia que vc ia gostar da cor, Day!
      E NINGUÉM ACHOU WALLY!?!?!?!??!??!?!

    • daisygaray diz:

      É o papagaio? Mas ele não está olhando pra câmera…

    • É claro que está! Ele olha virando o olho diretamente para onde quer olhar. Isso significa que a “testa” dele não aponta para onde olha, mas fica a aprox. 90 graus em relação ao objeto observado.

    • daisygaray diz:

      HAHAHAHAHAHAHHAA…Esmaltaradas também é cultura! Aprendi sobre os olhos de papagaios hoje! Eles não me atacam mais!

    • huauhahuahuahuahuauhahuahuahau E atacam?

    • daisygaray diz:

      Só uma vez…mas era um bem hostil, na chácara da minha prima, e eu tinha 9 anos!

    • Hehehehe, eles geralmente são hostis. Mas o meu é gigolô; vai com e adora todo mundo

  5. furlannetto diz:

    Mulher, concordo plenamente com vc em relação à casa. Compramos a nossa há pouco mais de 8 meses, uma casa que era usada para finais de semana e havia quatro anos estava fechada. Viu o tamanho da reforma né? Só é possível financeiramente em partes. Já fizemos o pior do lado de dentro da casa, reformamos todos os banheiros e cozinha, pintura e alguns detalhes, só falta o piso das áreas íntima e social. Depois de 3 meses já estava implorando pro pessoal ir embora. Havia dias em que eu largava meu marido e ia “espairecer” em São Paulo. Sou arquiteta e de vez em quando encrespo tanto com os operários que chego a fazer eu mesma pra mostrar como quero que faça. Sou minha pior cliente, com certeza. Agora estamos na “segunda fase”, que é a reforma do anexo de lazer e pintura externa. Pelo menos não tenho gente dentro de casa literalmente. E troquei a equipe de trabalho, claro. Vendi meu carro zero e peguei um carrinho, pra ajudar na reforma, só depois que a casa estiver mais encaminhada que volto para um carro novo. Mas vale a pena, sua casa é seu reflexo. Gostei muito das cores da sua, é preciso ousadia pra cores chamativas, mas elas “conversam” entre si e compõe um visual bonito com o jardim amplo. Sem falar que tem tudo a ver com a moradora! Nossa, escrevi um livro, não um comentário, rsrsrs.
    Bastante trabalho para as viagens e besos!

    • Menina, que aventura a sua, viu! Acho que pior do que construir é reformar, porque qdo se constrói, vc está fazendo uma coisa que vc projetou. Agora, reformar e tentar transformar algo que tinha a cara de outra pessoa, em sua cara, é realmente muita coragem e paciência!
      Na construção da minha casa briguei muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito com meu ex. Nossa mãe. De ficarmos um mês sem nos falar. Foi caótico.
      Pretendo ficar só nas pinturas mesmo… Minha filha já tem um teto pra morar, agora eu quero mesmo é continuar passeando. Afinal, eu digo que vivo para isso. E não vou levar nada comigo qdo for pro caixão. Então, deixe eu aproveitar!!!!!!!!!!
      Bjokas lindona!
      Adri

    • furlannetto diz:

      Isso mesmo, só levamos o que está dentro de nós! Tb adoro viajar, coisa boa conhecer novas culturas, paisagens, culinária, pessoas, histórias. Sempre falo que dinheiro de viagem é investimento!

    • Olha, é a mais profunda verdade. A arquitetura, o frio e a história da Europa me fascinam, e a muamba e a diversão dos EUA me enlouquecem. Nada como ver a educação que um povo tem, e que você amaria ver também em seu país. Algumas pessoas me acham extremamente metida e esnobe por eu amar viajar. Mas tanta gente gosta de tanta coisa. Homens amam carros e motos; algumas mulheres adoram sapatos; outras gostam de comer em restaurantes caros; outras compram roupas que nunca usam. Para mim, a única coisa que me deixa feliz como pinto no lixo é viajar. Não vejo o por quê de ser intitulada metida e esnobe, se eu só gasto dinheiro com isso na minha vida. Nem roupa e sapato compro pra mim, já que eu não saio. Minto! Gasto com esmaltes à bessa também! huahuahuahuahuahu. Só trago futilidades e “goiabas” quando viajo.

    • furlannetto diz:

      O dinheiro tem que trabalhar pra gente, comprando o que nos faz feliz. Quem não entende isso tem um longo chão pra percorrer ainda.

    • Hmmmmm gostei disso! Vou adotar como lema, se me permite, hehehehhe

    • furlannetto diz:

      Use a abuse! kkk

Obrigada pela visita e pelo seu comentário!!! <3

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s