Solange – Zoya ***UPDATE***

Boa noite moçada!

Depois de tomar todas ontem com minha nova room mate Thais (entornamos 4 garrafas de vinho branco), eu nem sei como fui parar na cama, hahahaha. E quando acordei, catei meu aparelho auditivo em todo canto e nada. Passei hooooras procurando. Parava, e inconformada procurava novamente. Sei que num dado momento, resolvi arrastar a minha cama, que por sua vez arrastou o baú que fica na frente da cama, e ouvi um “crunchhhh”, mas nem me toquei. Quando fui lá na frente para empurrar a cama de volta, olhei para a chón, e….                    e…..                       (marcha fúnebre ao fundo…) O “crunchhhh” era o aparelho…

Gente, fiquei atordoada. Desta vez foi acidente total, juro que não tinha motivos para assassinar este aparelho. Resultado: além de todas as “adoráveis” despesas de todo início de ano (aumento de salário das domésticas, IPVA, IPTU, todas as taxas e impostos da minha empresa, e por aí vai), ainda vou ter que morrer mais nesse prejuízo, que certamente deve passar dos 1000 reais. Queijo japonês! (tofu, que é um short para ?)

Acordei de manhã com o pula-pula dos três gatos brincando em cima da minha cama, com o ar condicionado ventilando o mundo (janela e porta escancaradas), uma sede do capeta e um terrível gosto de cabo de guarda-chuva na boca. Certamente o aparelho caiu na chón e os adoráveis felinos ficaram dando patadinhas nele até ele se enfiar em baixo do baú, e quando empurrei o baú, crunchhhh, ali jazia meu ouvido biônico.

(um minuto de silêncio em sua memória)

Amanhã levarei os restos mortais para a loja e acenderei umas 50 velas e farei promessa para que os elementos internos possam ser aproveitados para fazer um novo, porque esse foi o único aparelho que serviu pra mim. Testei vários outros e de outros tipos, com tecnologia “avançada”, e nenhum amplificava o som bem, ou então tinham um som abafado. Conseguir este foi um parto, porque é tecnologia ultrapassada (elementos internos de Neandertal), e foi o único que me fez ouvir bem. Nem sempre a tecnologia avançada é melhor que a ultrapassada – aprendi isso na prática!

Então, peço uma corrente de orações, uhahuahuahuahuhuaahu, pelamordi!!! E mais ainda, para que ele fique pronto antes de eu viajar, senão, queijo japonês, de novo!

E o esmaltinho de hoje tem a cor que eu fiquei quando olhei o aparelho esmigalhado na chón. Este é o SOLANGE, da Zoya.

Solange - Zoya4

Esse espetacular esmalte é da penúltima coleção de sands da Zoya. Ele é uma das coisas mais lindas que já pus nas unhas. Me senti na realeza com ele.

Solange - Zoya

O brilho desse bichinho no sol ou sob luz indireta é hipnotizante. Babei e estou babando muito. Só espero que ele não deixe a minha unha manchada como o irmãozinho azul dele fez.

Solange - Zoya3

Foram duas camadas sobre meu peel off caseiro. Uma delícia de esmaltar. Super tranquilo!

Solange - Zoya2

Esse lindíssimo, comprei na Esmalteria da KK. E não é nenhuma novidade dizer que ele está em falta. Mas marque lá que quer ser avisada quando retornar ao estoque, que você receberá um e-mail.

Acabei dando uma carimbada com a DRK-D4, e achei que ficou bem legal o contraste do amarelo com preto (Blant).

DRK-D4a

Boa sorte pra mim (vou precisar).

Beijos

Adri =(((

Stevie – Zoya

Bom dia, meninas!

Atendendo ao pedido da Van, vou mostrar um dos lindos sand effects da Zoya: STEVIE.

Esse esmalte é parte da coleção Pixie Dust verão 2013.

Pixie Dust Summer 2013

Assim que vi essas cores apaixonei e fiquei com todas. Em comparação com a coleção anterior, essas realmente estão muito mais alegres.

Stevie - Zoya3

Os Pixie Dust são esmaltes com efeito de areia, áspero, para quem não conhece. O acabamento fica como uma lixa, mas é uma textura bem interessante, para quem já se cansou de esmaltes brilhantes, holográficos, magnéticos e por aí vai. Eu confesso que nem curtia tanto, mas quando pus o primeiro na minha unha achei que iria cair dentro. Agora tenho sand effects de várias cores, e realmente  estou curtindo bastante essa textura.

Stevie - Zoya2

Para essa mani eu usei uma camada do peel-off Peripera, para facilitar a remoção desse esmalte mais tarde. Esmalte com esse tipo de textura, infelizmente, é meio enjoadinho de tirar, mas nada abominável.

Para essa mani bastaram duas camadas para ficar perfeito. Nesse tipo de esmalte, não é bom usar muitas camadas, senão ele começa a ficar liso e perder seu efeito.

Stevie - Zoya

Ele tem glitter prata, que brilha mooooito no sol, mas que  infelizmente somem na fotografia com foco. Depois que limpamos os cantinhos os danados dos glitters grudam na pele, mas uma boa lavada na mão com água e sabão dá conta do recado (depois do esmalte estar seco, claro).

Você pode comprar esse esmalte na Esmalteria da KK, por 23,50 realitos. Toda a coleção já está disponível para venda.

E neste findi vou para Niterói novamente, reencontrar meus amigos e planejarmos melhor nossas férias, que já estão finalmente mais concretas. Faltando menos de um mês para minhas doces férias, não vejo a hora de embarcar e soltar as frangas nas terras de Obama!

Aproveitaremos para dar uma forcinha lá na organização do estoque, porque eu e Gabi ficaremos lá na segunda-feira também.

Bjus e bom fim de semana a todas!

Adri =D

Coleção Lovely – Zoya

Boa noite, meninas!

Ainda inteiras com o dilúvio? Por aqui morre sapo afogado, e meu findi em Guarapari melou. Sim, eu ia pra Guarapari… Não estava muito entusiasmada não, porque não sou chegada a praias, apesar de gostar muito do mar, mas como o que vale é a companhia, era por esse motivo que eu ia: ficar com duas amigas maravilhosas, que não são daqui do vilarejo, hehehehe. Mas não tem importância, pois ficou pra próxima semana, se São Pedro ajudar. De qualquer forma, eu e Mary fomos convidadas a irmos almoçar na casa das mesmas donzelas no domingo, então, passaremos o dia fora, se São Pedro ajudar também, porque eu detesto pegar estrada com chuva.

E mesmo apesar da bendita chuva, o raio do calor não vai embora. Calor pra mim só serve pra duas coisas: pra ficar no ar condicionado e pra tomar sorvete!

E por falar em sorvete, fui ao mercado hoje e aproveitei para comprar umas caldas de sorvete, porque depois que a sobrinhada foi embora, as caldas todas acabaram. Olhei dentre duas marcas que eu nunca tinha provado antes, relutei, mas passei a mão na que tinha a embalagem mais simpática: Calda de caramelo PREDILECTA.

Gentche, alguém aê já experimentou a calda de caramelo dessa marca????? Eu cheguei em casa e experimentei num sorvetinho de creme, que eu adoro. Mon dieu!!! É a calda de caramelo mais gostosa que já comi na minha vida. A calda é tãããããão gostosa, que pode ser usada tranquilamente como calda de pudim (se for um tiquinho diluída, claro). É MEGA deliciosa, com um sabor de baunilha diviiiino! O nome da marca diz tudo, hehehehe; agora, é minha calda predileta, rsrsrsrs. Vocês sabem que não coloco ninguém aqui em roubada, neah? Então, se não provaram ainda a calda de caramelo Predilecta, corram para o supermercado e comprem! Depois me digam o que acharam!

E falando em sorvete, de novo, vamos focar do post de hoje, que é a coleção LOVELY da Zoya. E o que tem sorvete a ver com essa coleção? hehehehe É que uma das cores dessa coleção (o Jacqueline), lembra sorvete de creme, hehehe.

Essa coleção tem 6 esmaltes em tons pastel (sim, pastel é no singular), uns cremosos e outros com shimmer. As cores são JULIE, GEI GEI, PIAF, JACQUELINE, NEELY e BLU.

spring2013_zoya001

Para vocês verem reloginhos desses esmaltinhos, cliquem aqui. Vocês serão direcionadas para o blog da PolishAlholic, que é uma das minhas blogayras preferidas.

Eu adoro tons pastel, e já penso até em esmaltar com um tonzinho pastel pro próximo post.

E para finalizar, deixo vocês com um videozinho da “marionete” Harry dançando o Fantasma da Ópera.

Bjim
Adri

Lael – Zoya

Bom dia moçada!

E para acompanhar a minha última mani, resolvi fazer uma versão uva.

E a cor escolhida para isso foi o LAEL, da Zoya. Um uva muito parecido com o Carmem, da Risqué, que era um esmalte que eu usava muito antes de ser esmaltarada, e que usei tanto que enjoei da cor, hehehe.

A cobertura dele é muito boa. Passei 2 camadas, porque tentei fazer esmaltação americana também, e ficar acertando o pincel sobre a unha para não borrar a cutícula mancha um pouco o esmalte, principalmente quando o esmalte tem uma secagem relativamente rápida. Mas até acredito que uma camada gorda cubra tudo.

Nessa foto não tem top coat, porque eu iria fazer meu esponjadinho de novo.

E abaixo o resultado final com o esponjado feito com o holo Fascínio, da Jade, e o flocado Viagem a 2 da Up Colors, usando a mesma técnica que expliquei anteontem.

Certamente nem chegou aos pés do azul, mas também não ficou tão mau assim. Apesar de que achei as fotos um lixo!

A esta hora eu já estarei a caminho do Rio de Janeiro para pegar meu tigrãozinho. Espero que tudo corra bem e que ele não esteja estressado demais, poir provavelmente vai passar o tempo todo na caixinha de transporte dele.

Seja o que Deus quiser.

Bjus e manterei contato peloo Facebook sobre a chegada do Rey!

Adri =DDD

Kissy – Zoya

Esse esmalte é a cara da Gabi. Ela bateu o olho nele e já foi passando a mão, lá no Brechó da KK.E é ele que trazemos hoje por aqui: KISSY, da Zoya, da coleção Gems & Jewels de 2011, composta de 6 esmaltes, sendo 3 cintilantes e 3 com glitter e filetes, em 3 cores: verde, rosa e azul.

Basicamente, a coleção foi feita para se passar o cintilante como base e o glitter por cima. Deve ficar uma coisa linda.

Esse esmalte é um amontoado de glitter e filetes rosas, vermelhos, roxos e holográficos em uma base incolor. Bem drag queen.

Passamos um esmalte cremoso rosa de base, e uma camada do Kissy. Demos acabamento com uma camada de Seche Vite, mas não ficou lisinho como eu gostaria que tivesse ficado.

Eu acho que teria ficado bem melhor com uma ou duas camadas a mais de Seche Vite, para ficar bem lisinho. Com uma só, ficou meio ondulado, por causa do glitter e dos filetes.

No sol os tais filetes holográficos são escandalosos, mas não são tão grandes assim para causar grandes impactos visuais, Fica uma mani super diferente e divertida. O único problema é tirar o raio do esmalte. Haja Expert Touch e pads!!!!! Por falar nisso, KK, quando chegam aqueles pads maravilhosos???? Quero uns 3 pacotes pra ontem! E vamos encomendando mais Expert Touch porque não vivo mais sem ele!

Esses dias Mary começou a se aventurar nas traduções. Passei alguns servicinhos para ela, e até que ela está aprendendo rápido. Como dois anzóis na água pegam mais peixe, minha esperança é que ela aprenda logo para termos duas fontes de renda e podermos tirar merecidas férias mais rapidamente. Não vejo a hora!

O post hoje é vapt vupt. Hoje vou dormir mais cedo pq fui intimada a acordar às 7 para caminhar!

Bjokas

Adri =))

Charla – Zoya

Esse esmaltinho veio em uma caixa cheia de esmaltes que a KK mandou para eu vender aqui na terrinha. Na época, Gabi levou a caixa pro colégio, e os mais bonitos obviamente saíram rapidinho. Depois, a caixa foi pra faculdade da Dory, onde mais um tanto foi embora. Sei que voltaram aqui pra casa uns 6 esmaltes. Um deles era esse pobre desgarrado e rejeitado, que ninguém quis. Tudo bem, é verde, meio teal, até. Mas o glitter meio flocado e chamativo dele me seduziu (acho que fiquei com peninha do patinho feio).

O esmalte é engraçado. Ele é cheio de um glitter incomum que confere ao esmalte nas unhas um brilho fantástico. Como eu já estava com o Viridian Vinyl da Orly, que é mais ou menos da mesma cor, eu resolvi tirar o rosa Revlon da outra mão e colocar esse pobrezinho para dar a mesma tonalidade às duas mãos.

Em algumas unhas passei três camadas, e outras somente duas (fartas). Não passei top coat, e saí de casa. Fui visitar uma amiga. Acabei borrocando as unhas porque não passei o salve-salve Seche Vite #arrependimento. Tive que repintar e passar o Seche Vite depois. Assim, nenhum acidente ocorreu mais.

Mas voltando ao esmalte, eu REALMENTE não dei nada pelo pobre. Achei que ele fosse ser um esmalte chatinho de passar e que o glitter fosse áspero. Quando olhei no vidro, sinceramente, achei que fosse ficar “irc” nas unhas. Peguei mesmo só para testar algo novo. Cheguei até a me arrepender, mas deixei ali no meu escaninho. Olha, me enganei redondamente. O glitter dele é macio e assenta na unha como um esmalte cremoso. O brilho? Gente, fala sério! À noite o bicho é escandalosamente brilhante. Só de falar do brilho incomum que ele tem, me arrepio! Tem um brilho diferente de tudo o que eu já vi por aí; glass flecked, segundo a Nina. Eu confesso a vocês que eu fiquei de queixo caído por ele. O patinho feio virou um lindo cisne!

Sabem o que é mais engraçado? É que a gente só “se toca” quando o negócio é com a gente. A Nina postou sobre o irmão dele, o Ivanka, no post do dia 21 de novembro de 2010. Nem dei muita bola, porque é VERDE, e vocês sabem que eu “amo” verde, né? Nesse post dela, ela fala o seguinte sobre o Ivanka: “Esse cara brilha muuuuuito!“, mas, sinceramente, a gente lendo isso não tem a MÍNIMA NOÇÃO do que é brilhar.

Cakay, cakay, cakay, ao cubo! Já falei pra KK separar todos os esmaltes da Coleção SPARKLE da Zoya, que é a coleção dele, porque eu vou escolher vários pra eu trazer pra casa. Só não vou trazer as cores que não me agradarem, mas o que for “bonitinho” eu vou traçar, com toda certeza do mundo! Esse brilho incomparável eu quero mais na minha singela coleção.

Para “ilustrar” melhor a surpresa que tive com esse esmalte, eu vou fazer uma comparação com uma situação em que eu ficaria igualmente surpresa. Imagine encontrar uma moeda velha num lixão qualquer, e vc leva a moeda pra casa porque é bonitinha e diferente. Vc limpa a moeda e deixa guardada por vários anos. De repente alguém vê a moeda na sua casa e sugere que vc leve para um especialista examinar. E quando você faz isso, vc descobre que a sua moedinha safada vale alguns milhares de reais. A situação é a mesma! Você não dá nada pelo esmalte, mas quando resolve usar parece que seus dedos explodem em luminosidade. No sol? Jesus… sem comentários. Ele só é “comportado” dentro de casa, de dia.

O engraçado é que o glitter desse esmalte é meio douradinho no vidro. Mas por nada no mundo esse douradinho aparece nas unhas. E eu acho que foi aí que me surpreendi, pois eu imaginava que esse douradinho não iria cair bem. Estou sendo chata? Sim! Porque vocês ainda assim não vão ter noção do que é esse brilho nas unhas.

Mas vamos parar de falação e vamos ao reloginho, mesmo não parecendo brilhante como é de fato.

Fiz um videozinho para tentar mostrar pra vocês o brilho desse camarada, como diz a Nina. No vídeo, ele aparece AZUL, mas NÃO É AZUL! Ele é teal, que é azul esverdeado.

Bem, é isso aí, meninas. Se puderem deem uma pesquisada na Coleção Sparkle da Zoya no Google Images e vejam as cores que tem. Eu já fiz isso!

Bjs

Adri =)

Laney – Zoya

Olha eu aqui de novo, garotas!

Hoje eu aloprei geral. To de saco cheio, morô! Tô com trabalho “por aqui!” (mãozinha na testa).

Gabiroba dormiu a noite passada na casa de uma amiga, e eu fiquei alone. Ontem estava bem chateada com uns ocorridos na minha vidinha medíocre. Bateu um certo baixo astral por conta disso, pra variar. O desânimo era tanto que eu nem tive vontade de fazer nada para comer, eu simplesmente tirei o meu quebra-galho do congelador e enfiei no micro-ondas.

Então, aproveitando que eu comecei falando disso, vamos começar o post de hoje com BF.

Um dia, andando pelo mercado e fuçando as gôndolas de congelados eu encontrei isso:

Por sorte, eu peguei justamente o melhor dos 4 sabores que fazem parte dessa linha de congelados prontos para comer, da linha Meu Menu, da Perdigão.

Os  quatro sabores da linha são: Penne ao molho Parisiense, Fettucine ao molho Bolonhesa, Penne ao sugo e manjericão e o meu queridinho Fettucine com peru e brócolis.

Eu comentei com a Nina sobre meu quebra-galho, e ela quase “chamou Raul” quando viu a foto. Faltou pouco dizer que parece comida de cachorro, daquelas enlatadas, sabe?

Essa é a foto da comida dentro da embalagem, tão logo sai do micro-ondas. Ele vem com bastante molho, que eu a-do-ro!!!! Quando você põe “a gororoba” (como diz a Nina), no prato e coloca um queijinho ralado por cima, parece que foi você que fez a comida.

Gente, eu detesto comida com gosto de “enlatada” (sou super fresca!), mas eu posso dizer pra vocês com toda segurança, que se me oferecessem esse prato como tendo sido feito em casa, eu cairia direitinho. A comida é super bem temperadinha, tem um sabor maravilhoso, e o brócolis não é pálido, é bem verdinho, do jeito que eu adoro. E a textura é ótima, o macarrão não é molengo-gelatina. Já os outros sabores eu confesso que não gostei, porque achei o sabor sem graça.

Toda vez que eu encontro dele no mercado eu pego todos. O máximo que peguei foram 12 pacotes, rsrsrsr. Gente, é bom demais. E eu não consigo enjoar. O preço dele é em torno de 6 reais (na minha cidade é tudo caro). Tenho o freezer CHEIO disso. Aliás, vou começar a pensar em comprar caixas fechadas, que eu já faço com Matte Leão.

Eu não bebo água nem me pagando. Tenho HORROR de água. Antigamente eu só tomava Coca-Cola, mas depois que minha ginecologista (sim, ginecologista) me convenceu a abandonar o vício, eu troquei por Matte Leão com Limão Diet. É a única forma de eu ingerir líquidos. Hoje eu não gosto de Coca-Cola. Engraçado como tudo na vida da gente é uma questão de hábito. Em outras épocas eu não me via sem uma garrafa de Coca-Cola; hoje eu até prefiro água a Coca-Cola. Tomei horror de refrigerante.

Eu sempre tive uma certa dificuldade em conseguir o Matte no mercado. Quando encontrava, pegava todas as garrafas. Mas teve uma época em que eu não encontrava de jeito nenhum, e beber água pra mim era a pior tortura por que passei. Como tenho um amigo que é dono de um supermercado aqui na minha cidade, eu liguei pra ele, na cara de PAW, e pedi pra ele comprar o Matte pra mim. E pra minha sorte, ele compra o Matte e me vende a preço de custo, olha só que beleza!!!!!!!!!! Compro sempre 10 fardos de Matte, o que dá 80 garrafas de 1,5 litro. Isso dá pra um mês e meio, mais ou menos. Gabi vai na minha onda, e só bebe Matte também.

Tá, mate deixa a gente acesa, sim. Mas isso pra mim é indiferente. Eu preciso mesmo ficar até tarde acordada e trabalhando. Mas eu mesma não sinto tanta diferença. Eu geralmente durmo legal. Pra mim, isso não quer dizer nada. Minha médica disse que mate é bom porque é diurético. Então meus rins em teoria nunca vão “dar pau”, rsrsrsrs

Acho que vou pedir pro meu amigo me vender o macarrãozinho tb em caixas, rsrsrsr.

Comprem uma caixinha e experimentem. Depois me digam o que acharam.

Bem, vamos finalmente ao post de hoje (sentiram minha falta????)

Minhas unhas estavam tão nojentas que eu tive que parar o trabalho e fazer uma mani básica. Escolhi passar o Laney da Zoya, que é um prata nacarado, com uns brilhinhos rosados e esverdeados, que nem por um casal de macacos aparecem na foto.

Ele é aguadinho e eu achei chatinho de passar. Mais “chatinha” ainda é a secagem dele. Não seca o raio do esmalte, embora seja bonito. Não estava frio nem quente aqui. Estava até um dia muito agradável, com uma deliciosa brisa cheirando a mar, entrando pela janela. Eu não passei top coat porque eu queria carimbar com algum dos desenhos da DRK-A. Por não ter colocado top coat, ele simplesmente não secou. E eu esbarrei tantas vezes no esmalte, tirei e repintei tanto, que aloprei e tirei tudo, por sorte, depois de já ter fotado. Então, eis aqui as poucas fotos para vocês verem o danadinho.

Mas eu tenho certeza que se tivessa passado meu salve-salve Seche Vite eu não teria tido esse probleminha. A culpa é do carimbo! rsrsrsrsrsrs

Ele fica um pratinha meio fosco bem bonito. Parece aço escovado. O brilho verdinho que aparece no vidro, infelizmente não dá as caras na foto; só se você olhar com olhos de águia, e no sol.

Nessa foto, tirada no sol, dá pra ver, com um pouquinho de boa vontate, uns brilhinhos verdes, do lado direito.

Esse esmalte eu comprei no Brechó, pra variar. Aliás, não sei o que seria da minha vida sem a Kátia! uhahuahuahuauhaahuauhhaua

Bem, meninas. Vou voltar pra minha realidade de sábado. Trabalho! Beijos!

Adri =)))

Ivanka – Zoya

Hi girls!

Eu não contei pra vocês, mas junto com o Petrizzio eu estava usando esse Zoya maravilhoso. Sabe como é, a fila tá grande e, em não sendo polva ou centopeia, eu me viro do jeito que dá hehe. Acho que vou aderir com mais frequência às unhas “oi, sou indecisa”. Até faz sentido… não sou uma pessoa muito linear mesmo auhuahauah. Aliás, acho gente linear (muito certinha) muito chata… precisa de uns “sacodes” pra coisa ficar mais interessante.  Tá, vou parar antes que vocês tenham certeza de que sou louca de pedra.

Assim como o Petrizzio, esse Zoya também merecia a Aqua Base, porque é bem fininho, mas mesmo com ela acho que precisaria das três camadas que usei. Pra ele ficar lindão, foram 3 camadas como eu já disse normais e uma do Invincible Dry Fast Top Coat, tudo sobre uma base pra lá de comum.

O Ivanka é um verde folha com acabamento glass flecked e com um leve duochrome azul, que se vocês fizerem uma certa força e usarem a imaginação enxergarão nas fotos abaixo. Ele fica super lisinho, mesmo sem o top coat. As fotos podem passar a ideia de que ele fica crespinho, mas eu  juro que não fica.

“Esse cara” brilha muuuuuito! E vocês sabem que eu quase não gosto de um brilho né?!

Na foto do vidrinho dá pra ter uma noção melhor do efeito duo dele. Ao vivo ele aparece também, mas não é tão destacado quanto no vidro. Pelo menos eu ainda não consegui ver isso tudo.

O Ivanka faz parte da Sparkle Collection, de abril de 2010. Dessa coleção eu sonho loucamente com o Charla (azul lindo demais) e o Mimi (roxo). Do Charla eu não preciso, bem na real, porque eu tenho o dupe dele, o Halley’s Comet da Orly, mas o vidrinho da Zoya é tão lindo que, sempre que eu o vejo, ele berra pra mim.

Nesse link vocês encontram reloginhos de toda a coleção. Apesar de não combinar comigo, até das cores quentes eu gosto. Se fosse viável, eu bem teria a coleção toda. E olha que eu nem sou dessas de querer coleção completa. Tenho certeza que algumas de vocês vão cacar, e muito, com as demais cores dessa coleção luxo.

E na seção Bobeirinhas Familiares, a nossa janta de domingo. Fala sério, fazia tempo que eu não judiava de vocês! Já estava com saudades auhauhauahahu #risadabruxonilda O menu consistiu em: carne assada, purê de batatas com alho frito na manteiga, e farofa de ovo, com cebola e salsa. Dilícia! hmmmm

Era isso pra hoje gurias!
Beijão,
Nina

Ki – Zoya

Ele é irmãozinho do Adina, tão duochrome quanto ele. Estamos falando do KI, da Zoya. O Adina é lilás com duochorme verde. O Ki é um lilás meio acinzentado com duochrome verde também, e tão aguadinho como o Adina. Precisam, preferivelmente de um esmalte colorido por baixo, como base, senão você gasta o vidro inteiro pra ficar opaco na unha. Como todo duochrome, a cor de baixo influencia no resultado final do esmalte.

Nessa foto, a da esquerda foi tirada de dia, à luz do sol. A da direita foi tirada à noite, sob luz fluorescente.

Nesta esmaltação, Mary pintou com o Siberian Nights de fundo, por isso resultado final ficou bem escuro.


Agora olhem para o que Nina me chamou a atenção:

Qualquer semelhança é mera coincidência? Me parece que o verde do Reflex é mais esmeralda. O verde do Ki chega a ser meio amarelado. E o Lilás do Reflex também é mais roxo, mais chamativo.

Hehe, morry de rir dela dizendo que o Reflex é o Ki dos pobres! rsrsrsrsrsrsr

Gostaria de experimentar qualquer hora dessa com outro esmalte por baixo pra ver como fica.

Grande beijo pra vocês!

Adri =)

Guerra dos Corais

Não é novidade que uma das cores que eu mais gosto é coral. Amo coral de qualquer maneira, sendo que tenho uma quedinha maior pelos de tom mais claro. Recentemente comprei o Grande Atração, da Colorama, que achei lindinho. Hoje, comprei o Apuros em Miami, da Risqué, que é um pouco menos rosado que o Grande Atração, e mais escuro um pouquinho. Dentre esses dois, o Apuros em Miami se tornou meu preferido, porque tom rosado no coral não me sacode. Quis, então, fazer uma comparação entre esses dois. Infelizmente nas fotos não dá pra notar que o Grande Atração é mais rosado que os demais, mas é.

Como eu ia pintar uma unha de cada cor mesmo, resolvi aproveitar o teste e colocar junto dois importadinhos, que eu também adooooro; o Poppy, da Zoya, e o Snappy Sorbet, da Sally Hansen.
O Poppy é basicamente o Apuros em Miami, só que cintilante. O tom é muuuuito parecido, só que como o Poppy é cintilante, parece mais claro. Já o Snappy Sorbet é bem chegayzinho. Dos 4, ele é o mais chamativo e mais vívido. Enquanto os outros três são cores calminhas, o Snappy Sorbet é eletrizante; um coral mais “festivo”.



Fiquei com peninha de tirar os esmaltes das unhas, porque são cores “cacantes” pra mim.
Por falar em Cacante, eu resolvi criar no blog uma página com o nosso dicionário de Esmaltaradês. Para que as novas leitoras que não nos acompanham desde as datas das criações dos termos não fiquem boiando com os termos que usamos aqui no blog, eles poderão ser consultados no menu DICIONÁRIO.
Se lembrarem de mais algum, me falem.

E aqui, mamis fez um reloginho só com o Poppy da Zoya. Espero que gostem!

Bjs
Adri =)