Electric Blue – 336 – Kiko

Enfim, não aguentei deixar “azunha” crescerem. Tive que colocar esse esmalte logo, senão iria enfartar. Com vocês, ELECTRIC BLUE, o famoso 336, da Kiko!

Electric Blue - 336 - Kiko

Eu estava mexendo no monte de azuis da Kiko que eu trouxe, quando voltei de viagem da Itália, há duas semanas atrás, e resolvi pôr todos num disco, para ter uma ideia melhor de como são. Obviamente todas aqui sabem que o esmalte no vidro tem uma cor, e depois de seco tem a tendência de ficar mais escuro.

Kiko Blues

Todos os azuis são lindos, mas o 336 desbanca qualquer um deles.

*** ESTE ESMALTE É 3 FREE ***

Electric Blue - 336 - Kiko2

Nem assisto TV, e muito menos sabia que esse azul anda matando muitas do coração, por causa da personagem da atriz Giovanna Antonelli numa novela que nem sei qual é (para vocês verem meu nível de interesse por TV, heheheh).

esmalte-giovanna-antonelli-novela

Não é de hoje, que o 336 assanha a mulherada, e a dificuldade de conseguir esse esmalte o torna praticamente um prêmio de loteria para quem o tem. Sinceramente, não sei se a Hits, fabricante do FRIO NA BARRIGA, esse azul supostamente dupe do 336, conseguiu fazer a cor fiel à do divo italiano. Penso que seja mais claro um pouco…

Electric Blue - 336 - Kiko3

Para conseguir essa cor linda, bastam somente duas camadas, nada mais. Finalizei com Seche Vite e pronto. Ia me esquecendo de dizer que no indicador eu coloquei o novo Sugar Mat da Kiko, que foi da coleção (esgotada) de Natal, o 457, que é o 336 na versão sand e com brilhos!

E não preciso dizer que todo mundo gruda o olho nas minhas unhas quando estou na rua. Ele chama atenção demais. É “chocante”, para quem só está acostumado com vermelhos, nudes e rendas, e é motivo de histeria, para quem adora cores diferentes e curte muito um azul. Ele é diferente de todos os azuis que tenho, e a Nina questionou sobre a semelhança que ele pudesse ter com o Pacific Blue, da Sally Hansen. Ei-la!

Electric Blue x Pacific Blue2

Eu diria que os dois têm a mesma cor, em tonalidades diferentes. O Pacific Blue é praticamente um “pastel” do 336, hehehehe. O Kiko é infinitamente mais vibrante e chegay! É bem mais escuro (e mais lindo) que o SH.

Electric Blue x Pacific Blue

A cor nas fotos está praticamente idêntica à real. Eu não consigo ver diferença, na verdade. É claro que isso depende do monitor de cada uma, mas para vocês terem uma ideia melhor do tom do 336, ele é idêntico ao azul da tampa da caneta Bic!

Me falaram que ouviram dizer que a Kiko estaria por abrir uma loja no Brasil, mas acredito que isso seja mais pura mentira. A KIKO é uma empresa totalmente fechada, que nem franquias tem. Tem mais de 200 lojas, todas na Europa, e nas lojas online, não entrega para nenhuma parte do mundo, que não seja a própria Europa. Pensar em revender seus esmaltes é suicídio. Nem e-mail de contato há no site deles, e quem revende em alguma loja no mundo, é porque foi, ou teve alguém que foi à Europa e os trouxe na mala, como eu fiz.

*** UPDATE ***

Depois de 3 dias, o meu Kiko continuava sem lascas, mas com a superfície arranhada, das tarefas do dia a dia. Então, para dar uma renovada no meu azul belíssimo, resolvi passar uma camada de CINDERELLA SHOES, um indie da Crazy Polish Lady, que é uma cobertura transparente, com glitters hexagonais brancos perolados opacos e glitter “poeirinha” holográfico. Esse esmalte me foi presenteado pela linda Cris, do blog The Clockwise Nail Polish. Achei que ficou fofo!

Cinderella Shoes - CPL

Então é só por hoje, rapaziada! Vou aproveitar o restinho de domingo para trabalhar, como sempre, hehhehehe.

Bom finalzinho de domingo procês!

Bjus

Adri =D

Sweetie – Sally Hansen

Boa tarde meninas!

Depois de sofrer com a diferença de horário entre Long Beach e o brazeel, cá estou novamente, tentando colocar a vida em ordem.

Cheguei em casa no sábado à tarde, e por sorte ela ainda estava inteira porque um casal amigo vinha aqui para cuidar da bicharada. Os gatos quebraram e derrubaram coisas, e o sofá mais parecia um gato gigante, de tanto pelo que tinha. Foi o momento ideal para testar a escovinha especial para tirar pelos, que comprei nos States.

Escova

Escova

A tal escovinha passou no teste com louvores. Sorte que eu comprei vários refis do pad (essa tira verde) da escova.

Na verdade, eu tirei a manta que cobria o sofá e pus pra lavar, mas segundo a fofa da Monalisa, a amiga, eles por várias vezes conseguiram tirar a manta, que eu havia prendido com grampos fortes. Coloquei para secar na secadora, e tinha que limpar o filtro a cada 15 minutos. Tirei uma tonelada de pelo do filtro. Daria pra tricotar um casaco! Aff.

E nesses dois dias quase ficamos louca. Esvaziamos as malas e colocamos tudo em cima da mesa da sala. Mas antes, tivemos que passar aspirador e pano na casa inteira. Ótima oportunidade para estrear também o Swiffer, uma excelente ferramenta para passar pano na chón sem ter que ficar torcendo panos. Basta usar de um lado e do outro (frente e verso), e jogar fora.

Swiffer

O Swiffer utiliza uns paninhos descartáveis que são presos por 4 presilhas de borracha que ficam sobre a cabeça do esfregão. Eu comprei 9 caixas de refil com 12 paninhos, então, trouxe 108 paninhos descartáveis para casa. Como podemos usar o tal paninho dos dois lados, terei 216 faces de limpeza. Ele é vendido em duas versões: uma molhada com um produto de limpeza e outra seca. Comprei da seca também.

Eu ganhei o meu da Kristin, amiga da KK, em cuja casa ficamos em Long Beach. Uma fofa, ela. O que ela me deu tem alguns anos de idade (pelo menos 6), apesar de ser novo. Ela já estava usando um, e esse que me deu era um reserva. Então, podemos concluir que o Swiffer dura bem. Como podem observar na foto, ele pode ser desmontado. A minha versão (antiga) desmonta em pedaços pequenos, de 30 cm, mais ou menos. Já a versão nova, que eu trouxe na minha mala para a KK, tem o pedaço maior com uns 60 cm de comprimento, então, tem que vir numa mala grande.

Como agora ficarei sem Margô por muitos meses, já que ela quebrou o “pulso”, eu acho que vou usar bastante meu Swiffer. Margô deve ficar ausente uns bons meses, para meu desespero. Enquanto isso, se eu der sorte, terei uma substituta comparecendo uma vez por semana para eu não morrer de desespero. Gabi volta a trabalhar na próxima sexta-feira, então só terei ajuda dela até sexta. =(

Pelo menos não morrerei de fome. Trouxe uns 10 quilos de arroz jasmine, que eu amei de paixão, heheheh. É uma mão na roda a panelinha que eu trouxe (3 xícaras). Jogo tudo lá e deixo cozinhando. Ela entra no modo AQUECER quando o arroz está pronto. Então, se eu esquecer a parada ligada, sei que não vai queimar. E eu confesso que achava essa panela uma bobeira, e KK vivia elogiando ela para mim. Só comprei porque custou 15 dólares, hehehehe. Aqui no brazeel, a de 6 xícaras custa 200 pratas, então deduz-se que a de 3 custe em torno de 100 pratas.

BD cooker

Nos últimos 2 dias dormi por volta das 2-4 da manhã, e acordei por volta das 10-12 horas. Hoje consegui acordar 9:30, porque a vida continua, e eu ainda tenho 3 dias para ganhar algum antes de fechar o mês. A continha do cartão de crédito vai vir gorducha, heheheh.

E eu mostrei lá no Face os esmaltinhos que comprei. Como muitas não são minhas amigas no Face, eu mostrarei aqui as aquisições.

Esmaltes

Esmaltes

Esmaltes

Foi uma glória fazer as unhas depois de 15 tenebrosos dias sem cuidar das cutículas e unhas. Nem preciso dizer que tive unhas descamadas e quebradas e peles puxadas nessa viagem. Me senti hoje como se tivesse saído do açougue, com uns 5 quilos de pelanca a menos. Achei que nem fosse conseguir dar jeito, de tão desesperadora que estava a situação. Santo bastãozinho esfoliante e Santo Bepantol Derma!

E o esmaltinho que escolhi para pintar sabuguettes foi o SWEETIE, da linha SUGAR COAT da Sally Hansen, um amarelinho super fofo, que tem efeito areia, que é o efeito da moda.

Sweetie - Sally Hansen

Sweetie - Sally Hansen4

Nessa esmaltação usei somente duas camadas do esmalte. Achei até que fosse precisar de mais, porque parece meio ralinho na primeira passada, mas não precisou, ainda bem.

Sweetie - Sally Hansen3

Foi fácil limpar também, com acetona comum mesmo. Pena que as unhas estão vergonhosamente cotocas… =(

Sweetie - Sally Hansen2

Agora é recomeçar o tratamento para ver se consigo salvar alguma coisa.

A Jade me mandou mais uns esmaltes para review, mas como tem poucas cores clarinhas (só gosto de esmaltar cotocas com esmaltes claros), preciso adubar as sabuguettes pra poder usá-los.

Jades

Então é isso, meninas. Vou voltar ao batente porque tenho muito o que fazer (aleluia!!!). E como só engordei 2 quilos nessa viagem, vou fazer um brownie mara que trouxe de lá também, para o café da tarde!

Brownie

Bjks e até a próxima mani.

Adri =)

Haute Chocolate – Sally Hansen

Olá garotas!

Cá estou depois de um tempo off. Ontem cheguei do hospital, onde finalmente fiz minha cirurgia de vesícula. O médico me entregou ontem o DVD com a filmagem da cirurgia mas eu ainda não tive coragem de ver, hehehehe.

Tirando o chá de cadeira da espera de vagar um quarto para mim, até que foi suportável tudo. Esperei quase 3 horas para ir pro quarto. E impaciente, ainda fiquei ligando pro médico para apressá-lo, pois não aguentava mais tanta espera. A cirurgia que estava marcada pras 10:30 só foi sair lá pra quase 13h. Não sei por que motivo as pessoas nesse país não conseguem cumprir horários, aff.

O ápice da cirurgia foi quando o anestesista falou pra mim: Agora você vai sentir uma ardência subindo pelo braço e vai ficar com a sensação de que tomou umas 6 garrafas de cerveja, e fazia isso enquanto começava a injetar a anestesia em mim por uma veia na mão esquerda. A sensação de porre etílico foi o máximo, mas infelizmente durou só alguns segundos. Apaguei instantaneamente! Acordei pouco depois da cirurgia, quando enfim fui levada de volta ao quarto. Foram duas horas apagada, que pareceram dois minutos.

Assim que cheguei no quarto, comecei a sentir uma fortíssima dor no estômago, e eu não parava de gemer e choramingar. Minha mãe, que estava no quarto comigo e com a Gabi, começou a chorar, uhahuahuahuahuhua. Ela achou que eu fosse morrer, porque teve uma hora que eu fiquei com o olhar congelado sem piscar nem me mexer. Depois desse episódio, Gabi achou melhor ela mesma ficar/dormir comigo, ao invés da minha mãe. Foi uma decisão sábia!

Mas, enfim, estou de volta e bem. Obrigada a todas que se preocuparam comigo. <3

E, Kakous vem para minha humilde “residença” amanhã, e passará a Páscoa conosco. E no clima de Páscoa, resolvi usar hoje um esmalte que não tem exatamente cor de chocolate, mas tem chocolate no nome: HAUTE CHOCOLATE, da Sally Hansen.

Haute Chocolate - Sally Hansen

Esse esmalte Kakous trouxe pra mim de uma das suas viagens aos EUA, de uma liquidação mara na Walgreens. Minha amiguxa sempre traz umas coisinhas super fashion pra mim quando viaja. Ela é um anjo em terra! :D

Haute Chocolate - Sally Hansen2

A foto não está ruim não. Esse esmalte tem essa cor mesmo. É um marrom mogno puxadinho pro… erm… vinho?

Haute Chocolate - Sally Hansen3

É um esmalte bem pigmentado, com um lindo cintilante. O pincel é maravilhoso de usar, bem largo e chato, com cerdas arredondadas. Aliás, foi o primeiro esmalte que conheci com pincel assim. É muito bom de usar.

Haute Chocolate - Sally Hansen4

Ele tem um brilho ótimo. Nem precisa de top coat. Mas como eu acho mais fácil limpar depois depois de aplicar o top coat, desta vez não foi diferente. Passei duas camadas do esmalte e finalizei com o top coat roxinho da Ellen Gold, mas infelizmente passa bem longe dos top coats que eu gosto (Seche Vite e Brilho Cristal). O EG não fica com o brilho espelhado do Seche Vite/Brilho Cristal, e ainda por cima acabou fazendo bolinhas depois que carimbei.

Haute Chocolate - Sally Hansen5

Para dar uma carimbada, coisa que eu não fazia há um tempinho, resolvi usar o desenho A6 da DRK-C. Carimbei usando o esmalte Joy, da China Glaze.

601562_429616960464784_750601595_n

E hoje tivemos uma boa notícia. Nossa placa saiu num tutorial de carimbo na revista Marie Claire online. Vejam: clique aqui. É a DRK Nails indo pra calçada da fama! uhauhahuahuahuahua

Deixo vocês com uma foto do Troy, deitado imitando as onças atrás dele…foto-18 - Cópia

É isso então, amigas. Desejo a todas uma felíz Páscoa. Não comam muito chocolate!!! Olhem a balança!!!

Bjks

Adri :D

Pacific Blue – Sally Hansen

Boa tarde meninas!

Estou solteira de novo! Sem ressentimentos e nem tristezas.

Muita coisa aqui não foi dita a respeito de como as coisas eram de fato com o Matheus. Apesar de ele ser uma pessoa extremamente maravilhosa e carinhoso comigo, como ninguém nunca tinha sido antes, algumas pequenas coisas nele me deixavam um tiquinho desconfortável, e desde o primeiro dia juntos eu achei que não iria conseguir atender às expectativas dele.

A intensidade da crença religiosa dele me assustou um pouco. E por conta dessa crença religiosa, ele disse que tinha que casar de qualquer jeito, e me deu um ano para eu me decidir. E eu, que nunca me casei, e nunca tive a mínima intenção de casar, por ter gostado tanto dele, achei que dentro de um ano eu poderia até mudar de ideia, já que ele é realmente uma pessoa que vale a pena. Não seria, na verdade, nada ruim dormir e acordar ao lado dele todos os dias. Mas casamento envolve MUITAS coisas.

O estilo de vida dele, na verdade, não está perto do meu. Por ter amor a Deus e ser completamente desapegado de coisas materiais, ele é uma pessoa muito simples, como todo cristão tem que ser, na verdade. Não o critico por isso. O amor a Deus está acima de tudo para quem quer verdadeiramente seguir Sua palavra, e Jesus era uma pessoa simples, e ensinava que seus “cordeiros” precisavam ser simples também.

Mesmo com a pouca convivência que tivemos, eu consegui perceber muitas coisas que poderiam ou não dar certo. Seria um enorme desafio pela frente, e eu e ele teríamos que ceder em muitas coisas para que essa relação desse certo de verdade. E eu estava disposta a ser flexível, mudar e ceder. Até abriria mão do conforto que tenho em nome de um amor verdadeiro como o que o dele prometia ser. Mas ontem tivemos uma conversa mais profunda sobre essa questão de amor a Deus e dos planos sobre o futuro, e o que ele revelou para mim sobre seus planos para o futuro me fez simplesmente desistir de querer ser feliz com ele.

Ele planeja ir morar no Haiti ou Timor Leste, com a mulher com quem se casar, para fazer trabalho voluntário  / missionário, sei lá. Gente, eu amo a Deus e agradeço todos os dias por Ele ter sido misericordioso comigo e ter permitido que eu virasse minha vida, da vida muito humilde que tive na infância à vida confortável que tenho hoje, com muitas coisas boas e de qualidade. Vivo bem com os frutos do meu suado trabalho, trabalho esse que acredito que Deus me deu. Mas, me mudar para o Haiti ou Timor Leste é simplesmente algo que, definitivamente, não estará nunca nos meus planos de vida. Prefiro fazer (e faço) outros tipos de caridade para os necessitados.

Então, amigas, seria uma mudança de vida EXTREMAMENTE radical para mim. E para não fazê-lo perder seu tempo comigo, achei melhor não investir mais enfaticamente nessa relação. Respeito a vontade dele, e admiro seu amor a Deus, de verdade. Adoraria ter a força e a vontade dele, mas hoje isso é uma coisa que realmente é impossível pra mim. Pode até ser que num futuro eu volte pra igreja e vire missionária, mas hoje, nem pensar!

Desejo a ele tudo de bom, e que ele consiga encontrar a mulher que procura. Sei que ele está triste (assim como eu) por eu não compartilhar do mesmo pensamento dele (o de fazer caridade em países miseráveis como Haiti ou Timor Leste), pois ele disse que eu sou a mulher que ele sempre procurou na vida e nunca conseguiu achar. Da mesma forma que ele foi o homem que eu sempre procurei e nunca encontrei antes. Mas nossos pensamentos de futuro divergem muito, e não haveria nunca futuro para nós. Satisfazer a felicidade dele, seria sacrificar a minha. Sei que o amor vence barreiras, mas eu não estou disposta a pagar para ver.

Então, esse foi o desfecho da história. E nós, que iríamos passar o dia juntos amanhã, não vamos mais. Mas continuamos amigos. Eu gosto muito dele, e adorarei ser sua amiga, e ver sua felicidade. Ele merece!

E o dia hoje está super quente, com um céu muito azul e sem uma nuvenzinha sequer. E em homenagem a esse dia lindo, resolvi por uma cor alegre nas unhas, e que lembra o céu: PACIFIC BLUE, da Sally Hansen.

Pacific Blue - Sally Hansen4

Esse esmalte é simplesmente escandaloso de lindo. É um BLURPLE, que lembra muito o THROW ME SOMETHING PURPLE, PLEASE da Misa, que eu já postei aqui.

Pacific Blue - Sally Hansen3

Adorei o pincel do esmalte. É comprido, chatinho, com cerdas compridas, e uma delícia de passar.

Pacific Blue - Sally Hansen2

Ele tem cobertura normal, sendo duas camadas necessárias para cobrir perfeitamente. O brilho é bom, mas eu usei, como sempre, Brilho Cristal, da Big Universo.

Pacific Blue - Sally Hansen

Esse esmalte veio da Esmalteria da KK, mas ele está em falta no momento.

E amanhã vou ver se consigo finalmente emplacar o carro, já que eu não consegui no sábado porque ficou faltando pagar um DUDA. Conseguindo emplacar, irei para a casa de Kakous.

É isso, então, meninas. Tenham todas um bom resto de dia, e que Deus abençoe a todas nós.

Bjão

Adri =|||

Unhas do Ano Novo: Cha Ching! – Sally Hansen, por Deise Garay

Tudo bem. Amigas? Como foi a primeira semana de 2013? A minha foi bem corrida, tanto que demorei tudo isso para postar!

No Natal, meus gatos se estressaram com as pessoas, fogos de artifício e mudanças de horários. No dia seguinte todos ficaram agitados, mas depois ficaram quietos demais! Então notei que o Mion não conseguia fazer xixi…tadinhoooo! Ele ia e voltava da caixa e não saía uma gota! Achei que ele estava meio febril e preferi levar logo ao veterinário. Eu e a Mari levamos uma “surra” para conseguir colocá-lo na caixa de transporte…foi só ver a dita e ele se escondeu em baixo da mesa! hauhuahuhauhua Parecia um filme do Gordo e o Magro, eu e a Mari correndo atrás de um gato louco de medo! Até que eu consegui agarrar o “desinfeliz”…aí o problema era colocá-lo dentro da caixa! Juro que apareceram quatro patas extras no bicho…eu segurei duas, a Mari outras duas, e as outras quatro continuaram a arranhar e empurrar a caixa pra longe!

Duas blusas empapadas de suor depois, conseguimos enfim fechar a caixa! Aí começou o berreiro…como pode sair tanto barulho de um corpo tão pequeno? O hospital é bem perto, senão ele teria que tratar a garganta também! hahaha

Resumo: após vários exames, foi diagnosticada cistite. Mas como foi bem no comecinho, não chegou a ser grave. O tratamento foi por uma semana, e a luta para ele engolir um comprimidinho minúsculo diário se manteve…nosso truque era enrolá-lo numa toalha, imobilizando as oito patas mortais! Nos dois últimos dias, eu consegui dar sozinha, sem usar a toalha. Ele já tomava, bem conformado. E está curadinho e adora dormir sobre os jornais! Por isso demorei para postar minhas unhas da Virada!

gatos 001

Escolhi o Cha Ching! da Sally Hansen (sempre cuido pra não escrever Fields!). Para não fugir da tradição Vermelho + Glitter, nada melhor que este esmalte!

cha ching! - sally hansen 017

Ele tem base incrivelmente fechada de glitters vermelhos, “sapilcada” com prateadinhos fofos. Ele praticamente fecha na primeira camada, precisando da segunda só para retoques. É muito lindo…mas tem o defeitinho de “sugar” top coat!

cha ching! - sally hansen 010 (1)

Usei uma camada da “Base” para glitter da 5cinco e uma da Cobertura Intensificadora do Brilho da Colorama, mas logo notei que estava fosco e áspero! Usei mais uma camada da 5cinco e uma do Extra Brilho Ideal, que é mais grossinho que a Colorama. Só assim ele ficou lisinho e brilhante como eu mereço…merecemos, claro!

cha ching! - sally hansen 005

cha ching! - sally hansen 013

Fotografei no dia que pintei as unhas, mas o sol não estava forte. No dia seguinte, fotografei para mostrar mais o brilho cegante destes glitters! Que viagem… Eu tentei sair da linha “vermelho-glitter”, mas tem sido difícil! Prometo me esforçar mais este ano e postar outras cores e acabamentos, embora cada vez apareçam mais glitters na minha vida! hauhauhua E a KK resolveu nos estimular a criar nossos próprios esmaltes com glitter…AAAAAAAAAAHHHHHHH!!!!! Sim, já comprei os meus preferidos e limpei alguns vidrinhos que estavam no fim. Será que vou ter coragem de mostrar minhas obras aqui? Vamos esperar para ver.

Beijos a todas!

Deise

So Much Fawn – Sally Hansen

Tarde caliente, meninas!

A terrinha está tal qual a caldeira do inferno. Sopra uma brisa relativamente fresca pela janela do meu escritório, mas a dita não está sendo suficiente para conter o suadouro. A vontade é de ir pro ar condicionado no meu quarto tamanho o nervoso que esse calor dá.

Aliás, por falar em nervoso, estou com os nervos à flor da pele. De repente deu um panicozinho sobre amanhã. Uma mistura de “Meu Deus o que eu vou fazer!?!?!?” com “O que farei se a “química” estiver de férias!?!?!?“. Não sei como agir. Não sei o que falar. Medinho de tudo dar errado e eu ficar no Rio sem ter o que fazer e sem carro! Medinho de dar certo e não saber o que fazer daqui pra frente. Estou tomada por apreensões, receios e medos. Sou a insegurança em pessoa. Socorrinho!

Fico pensando nos motivos que causaram as separações dele. Se as ex-esposas (2) tiveram lá seus motivos. Afinal de contas, um homem pintoso como esse não é de se jogar fora. E o fato de estar sozinho é meio de se duvidar. Há uma família inteira de pulgas atrás da minha orelha.

Amanhã pego meu voo às 7:45 e chego no Rio às 8:45.  Se o mundo não acabar, eu vou ver se consigo falar alguma coisa a respeito ainda amanhã, uhauhauhuhahuahua, pois sei que muitas devem estar roendo as unhas, como eu, pra saber no que isso vai dar; se será uma experiência de sucesso ou fracasso total, heheheh.

Para a alegria de UM, se for um fracasso, ainda assim terá valido a experiência. Tornarei à estaca zero, e continuarei “no trato”, esperando algo cair do céu, rsrsrsr.

E com medinho de colocar alguma cor chegay e “espantar a caça”, uhahuahuauhhuahua, eu coloquei um esmaltinho discretinho: o SO MUCH FAWN, da Sally Hansen.

KK trouxe pra mim de presente de niver da penultima vez que foi aos States. A cor é bastante parecida com o Beige Glamour da Bourjois, e já fez sucesso na rua hoje.

So Much Fawn - Sally Hansen5

So Much Fawn - Sally Hansen

So Much Fawn - Sally Hansen2

So Much Fawn - Sally Hansen3

So Much Fawn - Sally Hansen4

Tem uma cobertura ótima. Se passar uma camada generosa, não precisa de uma segunda; mas eu passei, como sempre. Finalizei com o Brilho Cristal.

Mesmo estando queeeeeente pra caramba, nada de bolinhas! E esse nude/mauve é tudo de lindo!

Unhas cotoquettes e sem graça. Mas com otimismo chego lá!

Beijos, ninas!

Adri =|||

Plum’s the Word – Sally Hansen

E aí, mores, sentiram minha falta? uhahuahuauhahuhuauha

Vocês podem zoar à vontade. É como viciado em álcool, a gente sempre diz que aquele foi o último trago. Mas não tem jeito. Se não tiver força de vontade ou pessoas ao seu redor te incentivando a largar, você acaba fraquejando.

Dona Gabriela faz o favor de ficar como mosca de padaria em cima de mim, me azucrinando pra eu pintar as unhas dela, então já que parei, aproveitei pra fazer as minhas unhas também, pois estava já ficando agoniada.

As unhas dela, eu pintei com um dos cromados que Day mandou, o Luz Negra. Mas ó, que surra tomei com esse esmalte. Ele é super charmoso, mas chatiiiiiiiiiiiiinho de limpar que é um troço, viu. Até usei a acetona com cheiro de morango que Dory trouxe de Boi nos Ares, que ela tinha dito que era um dupe do Expert Touch, mas ó Dory, né não, heim!!! Ele é muito bom sim, para tirar esmante normal; tira bem fácil, mas esmalte com purpurina ou glitter fininho como o Luz Negra da Panvel, não chega perto do ET. Metade das unhas de Mary limpei com a acetona da Dory (Farmacity – cheirinho suuuuuper gostoso), e a outra com o ET, que foi mais rápido, mas não menos pior.

Enfim, não vim aqui pra falar da Gabi. O post dela eu já avisei que ela que vai ter que fotar e preparar. Só tomei tempo mesmo pra fazer o meu, e vapt-vupt.

Eu até queria colocar o outro cromadinho que Day mandou, mas a surra que tomei com o Luz Negra me desanimou. Então, eu resolvi colocar um esmalte comum mesmo, pra ir mais rápido. Esse esmalte foi um dos meus primeiros importadinhos, que comprei em Nova York em janeiro do ano passado, quando ainda não era “da igreja”. Se fosse, naquela época, eu teria trazido mais esmaltes do que os 64 que trouxe de Santa Monica em Julho também do ano passado, uhauhauhauhahuahuahu. Nova York é O lugar pra comprar qualquer coisa!

Enfim, o esmalte de que estou falando é o PLUM’S THE WORD da linha Complete Salon Manicure da Sally Hansen. Resolvi passar o dito-cujo porque Dory trouxe um da mesma marca lá de BA, e bateu uma sessão nostalgia no meu peito (tocando música boêmia de fundo) quando vi o vidrinho lindjo da SH. Lembrei logo daquela prateleira enoooooooooooooooorme com todas as cores da linha, perto da 38 em Nova York, onde comprei esse. Eu fiquei tão na dúvida (olha que não era esmaltarada ainda) que fiquei agachada pelo menos uns 40 minutos escolhendo que cor trazer. No fim trouxe só duas, aff!

A grande atração desse esmalte é, sem dúvida alguma, o pincel, que eu considero o melhor de todos que já usei. Além de ser o mais largo que já vi, a ponta dele é arredondada, o que facilita bastante quem faz esmaltação americana, desde que não tenha unhas finas, claro.

Seção BF de emergência:

Enquanto escrevo esse post, um ponto preto ambulante me chamou a atenção, por cima do monitor, do lado de fora de casa, na parede do vizinho. UMA ENORME BARATA! Imaginem com que atenção estou escrevendo esse post, tendo que olhar a cada 5 segundos, já que está escurecendo, com medo da coisa vir na minha direção e entrar pela minha janela. Só falta escurecer cor de breu e eu ter que fechar a janela com o calor desgraçado que está fazendo hoje. Aliás, eu não aguentei hoje, e caí na minha piscina de “PRÁSTICO”. Só faltou a farofa e a galinha.

Por falar em galinha, tivemos que montar uma tenda (já está montada há semanas) sobre a piscina, porque o calor às vezes é tanto, que quando a gente entra na piscina, só falta acrecentar os temperos e o arroz, pra canja, de tão quente que a água fica. Com o toldo ficou bem melhor, porque somente a água da superfície fica quente, e no fundo geladinha, então, quando misturamos, fica uma temperatura ótima. Eu nunca quis ter piscina de alvenaria em casa, porque além do trabalho e despesa enorme que dá, com manutenção durante o ano todo, eu não fico espichada no sol me bronzeando pelos motivos que vocês já estão carecas de saber – E O PONTO PRETO CONTINUA NA PAREDE. Essa piscininha (3000 litros) é bem legal, porque não temos que montar estrutura nenhuma de ferro, que é um saco. Basta encher a borda dela com ar, com a bomba da própria marca (Intex – que vende separadamente), e colocar pra encher. Além disso, ela tem saídas/entradas para você acoplar as mangueiras de uma bomba portátil. Uso daqueles flutuadores 4 em 1, que tem todos os produtos que uma piscina precisa pra ficar limpinha. Dá até pra aspirar o fundo. É show! Super legal! Usando essa piscina de “PRÁSTICO”, quando acaba o calor, eu a guardo na caixa e pronto: é só esperar o próximo verão.

VOLTANDO AO POST:

Eu acho a cor mauve desse esmalte lindíssima. Ele não parece nadinha com o rosa floral da Colorama, por exemplo. Ele tem um tom bem mais ameixa. Pra falar a verdade, não consigo me recordar de marca nacional nenhuma que se pareça com ele. Eu não tenho nenhum.

Fui bem econômica no reloginho, porque a mão que eu costumo usar pra fotar (modelo) eu carimbei. Na verdade, antes de carimbar, eu costumo limpar o esmalte da pele antes pra fotar decentemente, mas como eu estou com pressinha, eu fotei a mão direita, e foi um verdadeiro contorcionismo. Então, não me aventurei muito não. Fiquem somente com essas duas foteeenhas aê.

Agora vou mostrar pra vocês o carimbo que eu fiz, usando o esmalte “cromado” da Up Colors, que Mary também passou em uma mão na mani dela de hoje, para comparar com o Luz Negra, a pedido da Day.

Bem meninas, espero que tenham gostado da aparição surpresa. Amanhã é dia de sorteio. Espero não esquecer, hauauhauhhuauhahuahua

Beijos!

Adri =)))

Magenta Motion – Sally Hansen


Esse esmalte Mary ganhou do amigo, que deu esse e mais um roxo, lindo, conforme eu comentei na ocasião.

Esse esmalte tem uma coisa que eu adoro: o pincel. Os pincéis de algumas linhas da Sally Hansen são os mais largos que já vi. Como as cerdas são bem abertas, é super fácil esmaltar.

Quando Mary chegou em casa com esses esmaltes eu cakay³ (ao cubo). Eu não entendi direito, mas eu acho que a mãe do rapaz não gostou do esmalte (achou a cor chegay demais), e, para nossa sorte, deu pra Gabs, já que ela é famosinha por gostar de esmaltes (Esmaltaradinha). A única coisa que tenho a dizer é OBRIGADA!!!! EU AMAY!!!!!!!!!!!!

A cor na realidade é mais magenta do que na foto. Nessa foto a cor está meio avermelhada. É, de longe, o magenta mais bonito que nós temos. Tem uma cintilância lindíssima, e nas unhas fica uma coisa!

E na Seção BF de hoje, fizemos um ensaio fotográfico com o ZIP, o ex-porquinho-chefe do bando. O irmão dele, o Kiwi, está maior que ele, e agora ele não apita mais em nada no grupo. Quando o Zip quer se fazer de engraçadinho, o Kiwi senta uns tapas nele, e ele então enfia a violinha no saco e fica na dele. Mas ainda continua sendo meu preferido, pois parece uma capivarinha-mirim. No ensaio, Mary costurou um chapéu de Papai Noel, com acabamento em algodão, e colocou na cabeça do Zip, que ficou quietinho sem se mexer, permitindo que tirássemos várias fotos dele para o ensaio fotográfico natalino. Parecia até um boneco, imóvel. Acho que ele estava com medo do chapéu, rsrsrsrsr. Com a foto, faremos uma mensagem de Natal para os amigos. O que acham?

Bjs

Adri =)))

Cuticle Eliminator – Be Natural

Gentem! O que eu pensava ser impossível aconteceu. O Cuticle Remover da Sally Hansen perdeu o seu reinado, pra mim. Eu, que endeusava o SH, e que já testei dezenas de creminhos diferentes para remoção de cutículas (nacionais e importados), finalmente encontrei um produto que desbanca totalmente o SH. Esse produto pra lá de sensacional e cacantíssimo é o Cuticle Eliminator da marca BE NATURAL.

Na foto acima estão os dois produtos. Eu achava o SH perfeito. Após a aplicação (de duas em duas unhas por vez – pois é recomendado que o produto não fique muito tempo na pele), em pouquíssimos segundos ele solta toda a cutícula que fica sob a pele que cobre a unha. Com isso, nem é necessário usar mais o alicate, pois basta raspar com uma BOA espátula e pronto, a mani perfeita está garantida, com cutículas lindas e inteiras, sem o ataque devastador do alicate.

Na minha opinião, a qualidade da espátula é ESSENCIAL para este fim, pois se for uma espátula rombuda, a cutícula não vai sair direito. A minha é da marca SEPHORA. Infelizmente ainda não se consegue dela no Brasil, mas se tiver alguém que vá pros States, amiga, peça ou implore para comprarem pra vocês, caso vocês mesmas não possam ir. É a melhor espátula que já usei até hoje, porque ela é bem afiadinha. E, por conta disso, deve ser usada com cuidado. Não é afiada a ponto de CORTAR, mas pode machucar se não souber manusear com a força devida.

Na minha comparação dos dois produtos levei em conta tudo: consistência do produto, tempo de remoção, facilidade de remoção, odor, embalagem, etc.

A consistência é basicamente a mesma; um gel mais aguadinho, sendo que o BN parece mais aguado (só parece!) porque ele sai com muita facilidade do frasco, já que a abertura no bico do seu frasco é mais larga que a do bico do SH. Mas na verdade é a mesmíssima coisa.

Ambos não têm cheiro e nem irritaram a minha pele. Algumas pessoas dizem que o SH irritou sua pele e o BN não. Mas comigo nenhum dos dois deu problema de irritação nem ressecamento da pele.

Na hora do vamos ver, apliquei um produto em cada unha. Tirei o BN primeiro e saiu com MUITA facilidade. Nem precisei aplicar qualquer pressão com a espátula. Simplesmente soltou e eu praticamente só recolhi a pele com a espátula. Em seguida, retirei o SH, e, comparativamente, apesar de sair muito fácil (em relação aos produtos nacionais) fiz um certo esforço pra tirá-lo (em comparação com o BN), pois tive que aplicar alguma força na espátula pois senti uma certa resistência da pele para sair.

O ponto culminante da comparação custo-benefício, sem dívida ficou por conta do PREÇO x QUANTIDADE DE PRODUTO. O SH custa no Brechó da KK R$ 24,00 (embora esteja em falta no momento), com 29,5 ml no frasco. O BN custa R$ 25,00, R$ 1,00 mais caro, porém, para uma quantidade de 59 ml de produto, ou seja, exatamente o dobro da quantidade do SH. A questão de o SH sair com um tiquinho só de trabalho a mais é totalmente irrelevante, o que equipara os dois produtos em termos de qualidade; mas a questão do preço x quantidade, sem dúvida alguma faz com que o BN ganhe em disparada do SH.

Queridas, corram pra comprar o de vocês, porque eu já garanti o meu. E um frascão desses vai dar pra MUITAS manis, porque rende pra chuchu!!!! Tá arriscado o produto vencer e eu nem ter chegado na metade do frasco. Aproveitem pra ver os produtos que a KK tem por lá, que são de tirar o fôlego e matar os maridos de raiva, rsrsrsrsrs.

Grande beijo!
Adri =)))

Guerra dos Corais

Não é novidade que uma das cores que eu mais gosto é coral. Amo coral de qualquer maneira, sendo que tenho uma quedinha maior pelos de tom mais claro. Recentemente comprei o Grande Atração, da Colorama, que achei lindinho. Hoje, comprei o Apuros em Miami, da Risqué, que é um pouco menos rosado que o Grande Atração, e mais escuro um pouquinho. Dentre esses dois, o Apuros em Miami se tornou meu preferido, porque tom rosado no coral não me sacode. Quis, então, fazer uma comparação entre esses dois. Infelizmente nas fotos não dá pra notar que o Grande Atração é mais rosado que os demais, mas é.

Como eu ia pintar uma unha de cada cor mesmo, resolvi aproveitar o teste e colocar junto dois importadinhos, que eu também adooooro; o Poppy, da Zoya, e o Snappy Sorbet, da Sally Hansen.
O Poppy é basicamente o Apuros em Miami, só que cintilante. O tom é muuuuito parecido, só que como o Poppy é cintilante, parece mais claro. Já o Snappy Sorbet é bem chegayzinho. Dos 4, ele é o mais chamativo e mais vívido. Enquanto os outros três são cores calminhas, o Snappy Sorbet é eletrizante; um coral mais “festivo”.



Fiquei com peninha de tirar os esmaltes das unhas, porque são cores “cacantes” pra mim.
Por falar em Cacante, eu resolvi criar no blog uma página com o nosso dicionário de Esmaltaradês. Para que as novas leitoras que não nos acompanham desde as datas das criações dos termos não fiquem boiando com os termos que usamos aqui no blog, eles poderão ser consultados no menu DICIONÁRIO.
Se lembrarem de mais algum, me falem.

E aqui, mamis fez um reloginho só com o Poppy da Zoya. Espero que gostem!

Bjs
Adri =)