Sorteio Esmaltes Ki Cor

ALELUIA PESSOAL!!!! A GANHADORA FOI A TALITA CAROLINA FERNANDES DE JESUS! O SOBRENOME AJUDOU! O SANTO DELA É SUPER FORTE! huahuahuahuahuahuahua

PARABÉNS TALITA. FIQUE SEMPRE LIGADA, POIS NOSSOS SORTEIOS SÃO MENSAIS, E VOCÊ PODERÁ GANHAR DE NOVO!

BEIJOS!

Olá menininhas do meu Brasil!
Trago aqui para vocês o novo kit que será sorteado no dia 12 de outubro (meu niver). O sorteio não será dia 15, como sempre, porque estarei viajando, então, tive que antecipar.

Ah, e não me perguntem por que cargas d’água o nome do esmalte uva à direita se chama TELHA…Acho que a pessoa que escolheu o nome da cor tem problema de daltonismo. A Ki Cor tem, inclusive, um esmalte AZUL que se chama PELE. Vai entender isso. Deve ser pele de Smurf ou do povinho lá de Pandora, do filme Avatar! hahahahaha
O prêmio será um kit de 7 esmaltes Ki Cor. Aí vocês perguntam: SETE???? Só tem SEIS na foto!!! E eu digo: UM É SURPRESA!!!!!! (porque é muito fofo!)
Como muitas não conseguem comprar essa marca de esmalte, achei que seria interessante comprar alguns pra sortear. Infelizmente só havia essas cores disponíveis, mas, cavalo dado não se olha os dentes, não é verdade? De graça, até ônibus errado! rsrsrsrs
As regrinhas são aquelas que todas já conhecem. O sorteio será feito através do SorteiosPT. E para concorrer, BASTA SE INSCREVER NO NOSSO BLOG, clicando no botão INSCREVER! no item do menu INSCREVA-SE, na barra lateral do nosso blog.
Boa sorte pra vocês!
Bjokas
Adri =)

Venus (Ki Cor) + Hermes (Hits no Olimpo)

Tinha um esmalte que eu comprei faz tempo, e eu queria muito usar, mas nunca achei a oportunidade correta.
Depois que eu comprei os holos da Hits, me inspirei e resolvi que este é o momento.
Este é o Venus, da Ki Cor. Um cintilante que é uma mistura de prata e ouro, ou seria um ouro menos amarelado. Ele sozinho já fica muito lindo e chique. Ideal para baladas noturnas. Depois que eu esmaltei com o Venus, eu achei que passar o holo Hermes da Hits ficaria lindo. E ficou, embora sua beleza só fique mesmo aparente à noite, em determinadas incidências de luz. Durante o dia, parece um cintilante normal, basicamente como se estivesse o Venus sozinho. Pode ser que com um esmalte mais escuro o holográfico se destaque mais. Ficou bonitinho, mas confesso que não me inspiraria para usar novamente com esmalte clarinho em baixo, pois o holo não se destaca de dia.

Para as amantes do dourado, acredito que se colocar um dourado mais “cheguei” embaixo, deve ficar muito bonito. Como eu ainda não sou fã de carteirinha de dourado, ficará essa opção para “uma vez na vida e outra na morte”

…….
Acredito que vocês devem ter reparado que esse post está xoxo hoje, né? De fato meu humor hoje está nebuloso, porque acordei com um telefonema, às 8 da manhã. Era do colégio da minha filha, onde a mulher lá dizia que o colégio tinha uma regra, onde, quando o aluno chega atrasado no primeiro tempo de aula, ele só pode entrar no segundo tempo, e depois falou assim, com essas mesmas palavras: “E ela hoje nem pro segundo tempo chegou!”. No mesmo segundo eu fiquei cega, surda (ta bem, mais do que já sou) e muda, e não pensei em outra coisa, senão: “minha filha sofreu um acidente!!!!!!!!!!! Minha filha foi sequestrada!!!!!!!!!!!! Minha filha está onde????????” E a mulher desandou lá a falar, e eu não pensava em outra coisa, senão onde estaria minha filha, que não chegou no colégio ainda às 8 da manhã! Num dado momento ouvi a mulher falar: “Vou abrir uma exceção hoje e vou deixar ela entrar no segundo tempo…” e desandou a falar novamente. E eu perguntei, enquanto ela matracava: “espera aí, minha filha está no colégio?????”, e a mulher tinha engatado a primeira na matraca e não parava de falar. E eu nem escutava o que ela dizia (acredito que estivesse dando lição de moral), porque eu só queria que ela me dissesse se Gabi estava lá ou não. E a mulher não respondeu. Só falava nonsense (coisas sem nexo, pra mim). Eu tentei interromper a mulher umas 3 vezes pra perguntar se Gabi estava lá e o diacho da mulher não respondia, porque não parava de falar. Na quarta vez eu dei um berro que acho que até uns dois quarteirões da minha casa ouviram. Por fim, ela calou a boca e confirmou que Gabriela estava lá. A essa altura minha adrenalina já estava a mil, e eu tremia mais que vara verde. Tudo isso aconteceu muito rápido, e a sensação de ter minha filha perdida, morta, sequestrada, sei lá, foi o pior momento da minha vida… quer dizer… a morte do meu pai, foi o pior, então esse foi o segundo pior momento da minha vida. Eu desliguei o telefone meio destrambelhada, sem saber o que fazer nem pensar, tentando me recompor ainda do nervoso em que fiquei. Sentei-me à mesa e comecei a chorar…
Foi um sentimento MUITO ruim, acreditem. Liguei em seguida para falar com o diretor do colégio para reclamar da mulher. Como é que nessa Terra alguém fala pra uma mãe que “sua filha não chegou nem pro segundo tempo”???? Ainda mais uma garota com a Gabi, que é toda certinha, responsável e dedicada aos estudos. Essa mulher não deve ter filhos, não é possível! Como se aborda uma mãe dessa forma, principalmente ainda com “a cama nas costas”????
Quando o diretor do colégio me ligou de volta, eu nem precisei dizer nada do que queria. Ele me disse que a mulher que falou comigo era a senhora que fica no portão, pessoa humilde e basicamente sem muita instrução, e que o pessoal da secretaria falhou gravemente em dar o telefone pra ela falar. Disse que passou um sabão no pessoal da secretaria, pediu mil desculpas e disse que isso não tornará a acontecer. Eu me limitei a dizer que não quis ligar pra ele com a intenção de queimar o filme da mulher, mas que providências fossem tomadas, para que outra mãe não passasse os segundos de desespero que eu passei, achando até que iria ter um treco. Já pensou se eu baixo no hospital por causa dessa irresponsabilidade???? Na taquicardia em que eu fiquei, não duvidei que isso fosse acontecer.
Enfim, tudo acabou, mas meu humor ficou terrível o dia inteiro. Só melhorou um pouquinho quando Gabi chegou, e eu pude dar um abraço apertado nela, e uma bronquinha, de lambuja, mesmo ela não tendo culpa… minha Mary…Nada como uma boa noite de sono, porque no dia seguinte tudo começa diferente.
Bjs
Adri
=)

Nail Art à la Kayla Shevonne

Como muitas de vocês já sabem, eu nunquinha fui fã de nail art. Geralmente eu achava meio breguinha. MAS, como tudo na vida é uma questão de hábito, como já falei aqui diversas vezes, eu hoje confesso que estou começando a mudar de opinião. É claro que nem tudo o que se vê por aí é ART, mas uma melecada que as pessoas tentam fazer e fica um horror, e as unhas parecem até de Frankenstein, e melhor teria sido deixar sem esmalte algum.
Achei recentemente navegando pela net, umas fotos de uma moça chamada Kayla Shevonne. Depois que vi o nail ART dela, eu confesso que minha opinião sobre nail art começou a mudar. Aquilo sim é ARTE e da mais talentosa. Eu simplesmente fiquei fascinada pela grande maioria das coisas que a vi fazer nas unhas. Das fotos que vi dela, duas chamaram minha atenção a ponto de eu ficar louquinha querendo fazer igual. Vejam elas:

Nail Art de Kayla Shevonne


Nail Art de Kayla Shevonne


Essas duas foram demais para o meu coração. É claro que a de listrinhas é beeeem mais fácil de fazer, então foi ela que eu arrisquei primeiro. Juntei o material que eu tinha e mãos à obra.
Esmalte Beauty UK branco (pode ser qualquer branco forte)
Esmalte Colorama Única Camada Verde Água
Esmalte Colorama Única Camada Azul Celeste
Esmalte Ki Cor Tímida (rosa pastel)
Esmalte Hits 219 (amarelo pastel)
Esmalte Hits 418 (lilás pastel)
Pincel de cerdas longas tamanho 14 (eu “depilei” o pincel até ele ficar com poucas cerdas, fininho, já que eu não encontrei, em terras tupiniquins, o pincel específico para Nail Art)

Passei a base e os esmaltes, sendo que o rosinha e o lilás tive que passar 3 camadas, porque são mais ralinhos.
Depois, peguei o pincel, mergulhei no esmalte branco e firmei a mão com o pincel na beira da mesa, posicionei o pincel sobre a unha, e em vez de mexer com o pincel, eu movi a mão que estava sendo pintada pra trás, porque assim o traço ficou mais reto. Se eu movesse o pincel, eu correria o risco de as cerdas se moverem de uma forma que poderia borrar ou ficar torto.
Depois de tudo pintadinho, passei um top coat para dar acabamento e limpei.


Eu achei super fofo. Apesar de meio carnavalesco baby, ficou muito bonitinho. É claro, que com unhas mais compridas e quadradinhas o charme aumenta. E eu reparei uma coisa também: o acabamento no nail art dela está fosco, e o meu ficou brilhante.
Mas, pra resolver esse problema, eu passei a cobertura fosca no meu também. E o resultado, na minha opinião, ficou MARAVILIOSÉSIMO! Muitíssimo melhor! O fosco deu uma cara de marshmellow (como diz a Nina) às minhas unhas. Ficou esssssssssspetacular! Vejam.

Baby straps com esmalte fosco


Apesar disso, eu acho que o pincel pode ficar mais fino um pouco, para o traço não ficar tão grosso. Com traços mais finos deve ficar mais delicado. Talvez até com mais traços. Vou ter que meter a tesourinha nele mais uma vez…
Com certeza vai fazer sucesso na rua!
Espero que vocês tenham gostado também.
Bjs
Adri
=)

Sex – Ki Cor

Eu pintei minhas unhas com um esmalte liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiindo que eu vi numa farmácia perdida aqui na minha cidade. O Esmalte é da marca Ki Cor, que eu nunca tinha sequer ouvido falar. Vasculhei aquela banca de esmaltes como uma garimpeira. Sempre com cuidado pra não quebrar minhas unhas, pois esse enfia-enfia de mão pra vasculhar esmaltes já causou muitos traumas nas pobres das minhas unhas.
Peguei algumas cores que achei legais, e, de repente, bati o olho NA COR! KI COR!!!!! O nome da cor é SEX. A cor é fantástica! É um magenta super escuro (magenta, para quem não sabe, é a cor rosa das tintas de impressora).
Como todo mundo sabe, qualquer tinta quando seca fica num tom mais escuro, e isso não é diferente com esmalte, que é uma tinta (claro!). No vidro o magenta é magnífico – Pode até ser que algum dos rosas da coleção Penélope Charmosa da Risqué se pareça com ele, mas confesso que eu nunca consegui ter paciência para tentar olhar através daquela embalagem horrível dessa coleção, onde não se consegue ver o esmalte. Como nessa coleção da Risqué são muitos tons de rosa, pode ser que haja essa possibilidade.
Continuando… o rosa magenta no vidro do Sex é lindo de doer. Nas unhas ele escureceu um pouquinho, e ficou igualmente lindo. Eu, sinceramente, não consigo descrever direito que cor hipnótica é essa. É bastante parecido com o 346 da Hits (na foto), mas ainda é um pouquinho mais escuro. Eu diria que o SEX é um magenta escuro com vontade de ser vinho. É simplesmente uma cor escandalosamente linda, que infelizmente parece uma cor tão vulgar na foto, mas que ao vivo, é bem mais escura. Definitivamente, estou de mau com a câmera fotográfica! Um dia eu ainda aprendo a configurar essa câmera direito, pra tentar ao menos chegar um pouquinho perto da realidade. Mas confiem em mim, a cor é um escândalo! A pigmentação do esmalte é ótima. Com uma passada só já ficou ótimo. Eu que insisti de fazer ficar mais forte e pus outra camada. Deu umas micro bolinhas cujo tamanho nunca vi em outro esmalte antes. Eram tão miudinhas que pareciam purpurinas sem brilho. O problema foi rapidamente solucionado com a cobertura intensificadora da cor, da Colorama. Logo ficou lisinho e super brilhante outra vez.
Embora a cor não esteja nem perto da realidade (fazer o quê…), aí está a foto do dito-cujo.

Ana Paula

Nossa seguidora, Ana Paula, disse que só curte cores mimosinhas e transparentes, e pediu-me uma sugestão para variar os corriqueiros Renda, Paris, Cigana e os transparentinhos de tons rosados. Para quem tem resistência a mudar de cores, a coisa fica meio difícil de variar, sem fugir muito desse tradicional. E não querendo mudar demais “o tradicional”, eu acrescentei duas coisas que eu acho que não ficaram berrantes para as que são resistentes à mudança de cores. Minha missão de hoje em diante será fazer a Ana Paula mudar de ideia quanto a usar cores mais alegres, que, com as unhas bem feitas, deixam qualquer mão liiiiinda! Da mesma forma que eu um dia fui como ela e me “corrompi” pelas cores festivas, eu acho que vou tentar corrompê-la também. Vou pintar bastante as unhas da Isabela (filha dela) de cores e combinações bem diferentes. Quem sabe eu ganho pelo cansaço, rsrsrsrs
Bem, Ana, o que eu fiz aqui, além de usar o esmalte branquinho transparentinho, foi usar um carimbo branco e cobrir com um glitter discretinho. Primeiro passei a base, duas camadas de França (Colorama), carimbei usando esmalte Francesinha (Ki Cor) e plaquinha M8 da Konad e depois cobri com o art glitter 333 (Hits Speciallitá). Se não usar o esmalte específico da Konad, é preciso usar um esmalte com pigmentação bem forte. Esse da Ki Cor é ótimo! Há inúmeras estampas lindas da Konad. Basta escolher a que te agrade mais, e você vai fazer muito sucesso com sua nova opção de cor. Espero que goste desta sugestão. Para ampliar a foto, basta clicar sobre ela para ver com mais detalhes.