Paixão – Ana Hickmann

Depois de um festival de tantos holos e policromáticos, esse esmalte chega até a ficar vermelho de vergonha, embora ele seja um vermelho de um cintilante muito bonito. O Paixão da Ana Hickmann, aquela velha conhecida marca que rouba os nossos esmaltes nos vidros, aquele pelo qual você paga 9 ml e leva 4 ml, é um esmalte bonito.

E de pensar que antes de virar esmaltólatra eu só usava vermelhos… Os cintilantes, em especial, chamam minha atenção. E esse esmalte foi muito bom de aplicar.

É porque quem usou esse foi Gabi. Se tivesse sido eu, eu metia em cima um glitter vermelho da Finger Paints que eu comprei, cacantíssimo. Aliás, tem um tempinho que eu não uso um vermelho fuego assim.

Eu realmente só lamento que essa marca de esmalte tenha esse problema com o vidro em excesso e com os pincéis que vira e mexe encontramos arrepiados. A marca tinha tudo pra ser top, mas peca horrores no quesito qualidade da embalagem. O esmalte em sí é de muito boa qualidade. Tem boa cobertura, seca rápido e tem cores beeem bacanas.

Vou experimentar qualquer hora dessas colocar um escuro por baixo e o Paixão por cima pra ver como fica. Acho que vai ficar lindo, pois vai realçar mais o cintilante do esmalte.

Com um nail artzinho dourado então, rsrsrsrsrs #alokadoscarimbos.

Quem curte um vermelho (#aloDay) certamente deve ter um desses na coleção, e deve usar muito, a não ser que seja caretona e não goste de brilhos.

Depois que aplicamos esse esmalte, aplicamos o foil vermelho cacante que compramos na KK. Mas infelizmente, como foi a primeira vez, e como não usamos o Cor Fix sugerido pela Nina, o foil ficou uma porcaria, pois enrugou com todos os top coats que eu usei. O único melhorzinho foi o Glosser, da Orly, que enrugou menos o foil. Ficou uma porcaria tão grande que nem valeu a pena tirar foto e colocar aqui.

Bem, vamos continuar tentando, pois temos foils bem maneiros aqui, e eu quero muito poder usar. O problema é que temos procurado o Cor Fix, ou seja la como se chama, e não temos encontrado aqui em terras tupiniquins. Tou vendo que vou ter que comprar pela net.

Bem, darlings, vou mimir que tô desabando de sono. Boa noite pra vocês.

Bjus Adri =)))

Coleção Rebelde – Impala 2

Dando continuidade à Coleção Rebelde da Impala, cujos esmaltes eu recebi da misteriosa JULIA CHOPIS, eu vou apresentar hoje a segunda cor que testei, e que me deixou realmente com olhinhos brilhando, a TWEETS. QUE COR!!!!

É um azul de um cintilante magnífico. Como o tipo do esmalte sugere, o cintilante dá ao esmalte um tom metalizado.

Ele é tão transparentinho quanto o amarelo, SMILES. Mas por cima de outra cor, dependendo de qual seja, uma só camada é mais do que suficiente.

Para este relojinho, usei a nossa Isabela 0800 como cobaia. Eu passei o TWEETS sobre o COAT AZURE, da Essie, que eu mostrei aqui ontem.

Sejam sinceras, meninas. Não é CACANTÍSSIMA essa cor???? Babay muitooooo! Pra quem meio que desdenhou a cor na loja, dou o braço a torcer aqui, que sempre temos que dar uma segunda chance a uma cor que nos pareceu xoxa. Repararam na cintilância desse esmalte???

Agora estou ansiosa para testar as outras três cores. Vamos aguardar!

Beijos

Adri =)))

Coleção Rebelde – Impala 1

PROCURA-SE JULIA CHOPIS!!!!

Estava eu fazendo o almoço quando a campainha tocou. Era o carteiro. E eu pensei: “Carteiro? Não estou esperando nada!”. E fui atender. Ele me entregou um envelope plástico que parecia ter uma caixa dentro. Enquanto caminhava para dentro de casa eu sacudi o envelope, e ele fez barulhinhos. Entrei correndo para ver o que era, e para minha ENORME surpresa, era a coleção completa REBELDE da Impala, que essa procurada JULIA CHOPIS me enviou.

Em teoria, teria sido enviada pela própria Impala, já que eu fiz um cadastro lá. Mas os esmaltes vieram “pelados”, sem carta nenhuma acompanhando. Então, eu realmente não estou entendendo NADA! E conferi o endereço, era mesmo para mim.

Enfim, espero que a JULIA CHOPIS entre em contato comigo para esclarecer minhas dúvidas, pois eu realmente não estou ainda entendendo bem o que está rolando. E mesmo assim já agradeço de antemão ter enviado esse miminho. AMAY!

Essa é a caixinha que eu recebi, com os esmaltes dentro. Pena que ela veio quebrada em um dos lados. Acabei usando o elástico onde veio presa a etiqueta da coleção, para prender a parede da caixinha, já que eu não tenho super bonder pra colar.

Há umas 3 semanas atrás eu fui em uma das lojas que vendem cosméticos no meu “vilarejo”. Lá tinha essa coleção. Mas eu confesso a vocês que eu peguei, olhei, abri, mexi, pensei, e não levei. A primeira impressão que eu tive é que eu não teria coragem de usar cores tão MARCANTES. Como a fila já está pra lá de longa, comprei outras coisas e parti.

Como eu recebi essa coleção de presente, PELO QUE AGRADEÇO MUITO À JÚLIA, eu consegui ficar mais tempo olhando pra ela, e meu primeiro pensamento foi “Gostei do Azul e do Roxo”. Olhei, mais uma vez as outras cores meio “atravessada”, apesar de serem cores bonitas. Eu só achei que não teria coragem de usar cores tão “verânicas”, e que, diga-se de passagem, foram meio que copiadas pela Ludurana, na sua coleção Color Block. Digo isso, porque a Impala saiu primeiro com essas cores, então…

Bem, finalmente fiz os primeiros testes. Comecei logo pela cor que eu menos teria coragem de usar; só que na Gabi! Ela foi minha cobaia. Gente, eu achei que ficou tão bacana! O esmalte amarelo, chamado SMILES, é transparentinho, e ele transforma outras cores, quando é passado por cima delas. Dependendo da cor de fundo, ele pode ficar amarelo ou verde, já que ele sozinho já tem um tom meio esverdeado. É a famosa COR-EM-CIMA-DO-MURO.

Acima, o teste feito sobre um esmalte azul, um verde (sim, é verde), e um amarelo.

Aqui foi o SMILES passado em cima do amarelo Única Camada POP ART da Colorama:

O único problema que vi, se é que podemos chamar isso de um problema, é que o esmalte não tem O brilho. Ele tem um cintilante lindíssimo mas o acabamento vitrificado não é o forte dele. Então, tive que dar o acabamento com o salva-salve Seche Vite, daí, ficou PERFEITO! A cor combinou perfeitamente com o frescor da juventude da Gabs. É, certamente, um esmalte que vai bombar nesse verão, nas unhas das garotas descoladas.

Para dar um toque diferenciado a essa mani “verânica”, Mary resolveu testar um marbling com outras 3 cores da coleção, o roxo, o laranja e o rosa:

Ficou fashion, não acharam? Pra marinheira de primeira viagem, achei que ficou lindo!

E aí? Vocês vão aderir a essa nova cor de verão da Impala?

Bjs

Adri =)))

Scarlett – Sancion Angel

Fofas, boa noite!

Estava aqui fuçando umas fotos e eis que deparei-me com essas fotos que eu tinha tirado e não tive tempo de fazer post porque estava (e ainda estou) em ritmo de Escrava Isaura.

Eu gostei muito desse esmalte quando pus. O SCARLETT, da SANCION ANGEL, me surpreendeu bem. Achei ele até mais bonito que o Brilliant da Nubar. É claro que não dá pra comparar muito, já que o Brilliant é bem mais claro. Mas o efeito holo do SA é bem mais presente.

Vocês podem reparar que à luz do dia, ele parece mais rosado. À noite, é mais puxado pro magenta. A cor é linda!

Uns dias depois que eu pus o Scarlett eu resolvi dar uma “repaginada” nas unhas. Meti o carimbão Dashica da placa SdP-I, linha 4 estampa 1, usando o Art Perolado dourado 351 da Hits, que provou ser muito bom pra carimbar, também. Por incrível que pareça, até melhor que o dourado da Konad que eu comprei no Chile!

Eu achei que ficou muito bonito. O carimbo foi ótimo de aplicar. É tão gostoso quando você tira o carimbo de cima da unha e vê que cobriu direitinho e nada falhou!!! É super gostoso carimbar! Estou amando! Limpei o carimbo da pele, dei acabamento com o Seche e pronto. Ficou essa belezura que vocês veem.

Só não consigo lembrar se, seguindo a regra do Trinity e Barbarella, as minhas unhas ficaram rosas. Acho que vou ter que colocar de novo qualquer dia desses ( kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk – nem pensar, a fila tá enorrrrrrme)

Beijos! Adri =)))

Admirável – Ludurana

Tá certo… Podem zoar. Tenho horror de verde, mas esse verde (mais um verde) é diferente… (colou?)

Ok, ok, a Nina me encostou na parede e eu confesso que estou levantando a bandeira clorofílica. Esse verde é realmente … Admirável!

É uma aguinha só. Gastei 0,7 cm de esmalte do vidro para dar essa cobertura. Para ficar bom mesmo, passei 3 camadas, e arrematei com meu salve-salve Seche Vite. O chato foi perceber que não houve jeito de a câmera captar todas as cores. Além dessas cores que vocês veem nas fotos, ainda tem um prata meio rosado.

O cheiro, acho que é igual aos outros policromáticos da linha. Mesmo com o top coat por cima, ele ainda cheira. Mas se seguir a regra, amanhã o cheiro já foi embora.

Dois dias depois aconteceu o inesperado…

Verdade seja dita. O esmalte é lindo, e surpreende cada luminosidade transformá-lo em um novo esmalte, de uma cor diferente. Agora, não sei se o problema dele é falta de uma Aquabase ou quê. Fato é que ele simplesmente descolou da unha e saiu como uma capa. O problema pode ser da unha, que está muito lisa. Sei lá! Nem por isso me deixei abalar. Foi bom ter saído, assim ponho outro esmalte! rsrsrsrs A fila tá enorrrrrme!

Vocês já sabem. A KK vende esses Luduranas e os holográficos da mesma marca. Acessem o novo site do Brechó da KK e aproveitem, pois o preço dela está ótimo, em comparação com alguns lugares que eu já vi vendendo esses esmaltes.

E na seção BF de hoje, temos aqui o resultado das frutas que comprei outro dia.

Não me matem! Bjs

Adri =)))

Rosa Cromado – Up Colors

Na onda dos cromados, Marylou resolveu colocar o Rosa Cromado da Up Colors, porque ela ia em uma festa. Ele é tão cromado chegay quanto o prata, e é tão bonito quanto ele também. Vejam!

É claro que ele não brilha como um foil, mas pra quem quer ter um brilho lindo nas unhas sem ter o trabalho de colocar o foil, essa é uma ótima opção. Ele brilha muito, principalmente à noite, quando bate uma luz nele.

A UP COLORS ainda não é uma marca fácil de encontrar, e ninguém vende AINDA essa marca pela internet. Mas, se vocês esperarem um pouquinho, quem sabe não começa a vender logo, não é verdade? rsrsrsrsrrs

Agora só falta a gente experimentar os holográficos dessa marca, que acabaram de ser lançados, em 12 cores. Em breve conseguiremos alguns para experimentar e colocaremos aqui pra vocês.

E na seção BOBEIRINHAS FAMILIARES de hoje, vou mostrar a vocês o que a FALTA DO QUE FAZER faz com um ser humano. Vocês sabem que eu sustendo a passarinhada toda das redondezas né? Pois bem. Ontem dona Mary resolveu fazer uma “arte” com o milho dos passarinhos. Vejam isso:

Ela precisa ou não de uma vassoura e um espanador????

Bjs
Adri =)))

Fascinante – Ludurana

Ozotic Pro - 520

Ops, esmalte errado??? Mais ou menos. Coloquei o Ozotic aqui para vocês observarem a diferença que há entre ele e o Fascinante da Ludurana.

Fascinante - Ludurana

Conseguiram ver a diferença? O vermelho do Ozotic é mais cor de fogo, femme fatale mais chegay. O da Ludurana é mais puxado pro vinho e mais comportadinho, sendo ainda que tem determinadas posições e níveis de luminosidade que o fazem ficar roxo e até mesmo esverdeado, como vocês podem observar na foto abaixo. Conseguem ver o verdinho discreto?

No vidro a gente consegue ver melhor as outras cores “escondidas”, mas no vidro não interessa né? Na unha é que importa. Mas ô troço difícil de pegar na câmera, viu (as outras cores)?Tentei de todo jeito. Quase plantei bananeira, e nada! Por fim, desisti.

O que eu gostei mesmo nesse esmalte foi o perfuminho. pena que já no segundo dia ele já estava se fingindo de morto. Mas deu pra aproveitar o primeiro dia, pelo menos, rsrsrsrsrs. O problema era ficar cheirando as unhas. A coisa era sinistra!

Fascinante - Ludurana

Esse foi o segundo esmalte da linha de policromáticos da Ludurana que postamos aqui. O primeiro foi o Reluz.

Os Luduranas custam mais caro que os esmaltes comuns. Já vi custar 18 reais por aí. Mas no Brechó da KK você encontra eles por 11,90. Que diferença, não é? Aproveitem que ela recebeu uma remessa nova anteontem! Compre a coleção inteira que você vai gostar, se quer um esmalte nacional diferente e bonito.

Como sempre, eu dei um toque diferente ao polegar. Peguei a plaquinha Bundle Monster BM 209 e carimbei usando o esmalte perolado forte dourado da Hits, 351, e dei o toque final colocando um cristal Swarovski de 1,5mm cor Light Colorado Topaz. A KK comprou desses cristais, só não chegaram ainda. Mas esperem que breve, breve ela vai divulgar e colocar no site dela.

Bundle Monster 209 - Hits 351 - Swarovski 1,5mm Light Colorado Topaz

Eu queria um carimbo em que desse pra “encaixar” o cristal. E achei esse com bolinhas que serviu como uma luva, pois o cristal é do tamanho exato da bolinha do carimbo. Ficou super charmoso! O legal, que eu já comentei aqui, é que se você cuidar direitinho do cristal na unha, dá pra aproveitar ele depois. Ele sai facilmente com acetona e mantém seu brilho sensacional, já que é um cristal de verdade, com pedigree Swarovski. Lavou, ta novo!

Por falar em pedigree, na seção BOBEIRINHAS FAMILIARES de hoje, eu declaro que quase cometi um papagaiocídio hoje. Acordei de manhã, desci e quando cheguei lá em baixo, me deparei com a coisa verde, felicíssimo, detonando tudo o que encontrou em cima da mesa. Olhem o estrago que esse indigente fez!

Esse é um minitênis que é um chaveiro, e Mary leva pendurado na mochila da escola dela. Esse foi o aperitivo.

De entrada, o macaco da mochila. Os pés e o dedão que o macaco põe na boca dançaram. Agora Mary tem um macaco mutilado.

De prato principal, ele escolheu a mochila. Ele tirou a borracha que fica em volta do puxador do zíper, e resolveu degustar os dentes do zíper também.

De sobremesa, ele começou a tirar a borracha do zíper da minha bolsa (também da Kipling), mas conseguiu deixar algo inteiro.

Eu surtei quando vi a cena. Ele me viu, e, sabendo que tinha feito A CACA, já saiu voando pra tentar poupar as penas do rabo, porque sabia que eu ia ficar enfurecida com ele. E o pior é que o bandido sabe quando tá fazendo o que não deve! Dá vontade de estrangular o desgramado. Mas bem feito pra nós duas. Nós estamos ROXAS de saber que ele faz isso, e ainda assim deixamos coisas em cima da mesa.

Um dia o peguei degustando a alça de couro da minha bolsa Victor Hugo. A sorte é que eu o peguei no começo do ato ilícito. De castigo, passei uma fita adesiva em volta do bico e deixei uns 10 minutos. No começo ele ficou desesperado pra tirar a fita. Mas, do meio do tempo em diante ele se conformou, desistiu de tirar a fita, e ficou com ela no bico sem fazer nada. rsrsrsrsrsrs

Esse é o segundo papagaio que eu encontro na rua. Acho que Deus queria muito me dar um. O primeiro eu achei no meio da minha rua, no asfalto. Eu estava dirigindo quando o avistei. Saí do carro, o peguei e fiquei com ele (mansinho), na minha mão me perguntando o que fazer com ele. Na hora passou uma amiga minha e eu perguntei se ela queria. Ela acabou ficando com ele.

Anos depois, esse meu chegou voando à minha casa. Quando olhei, estava ele pousado na árvore. O peguei e fiz a mesma coisa: fiquei com cara de paisagem pensando o que eu ia fazer com MAIS UM papagaio. Fiquei com ele uns dias, na esperança de ver algum cartaz “Procura-se um papagaio” pregado em alguma árvore ou poste, mas isso nunca aconteceu. Quando eu já estava decidida a entregar a coisa verde pros “responsáveis”, ele começou a cantar “Atirei o Pau no Gato”. Na mesma hora eu entrei em pânico. Como podia me desfazer de um bicho tão prendado? Ele adora visitas. Quando chega alguém aqui em casa ele se joga em cima e nem quer mais voltar pra mim. Vai direto pro ombro da pessoa, abre o rabo em leque e fica todo saliente e falador.

Eu tenho muita pena de quem criou ele, pois criou com muito amor e carinho, para ele ser tão manso e amigo. Eu nunca vi um papagaio assim. Geralmente eles bicam de arrancar pedaço. Tenho certeza que quem o perdeu deve sentir ainda muita dor no coração e chorar até hoje. Sinto muito por essa pessoa. Se ao menos eu pudesse dizer que ele está bem… O que importa é que ele vive solto e faz o que bem entende (isso vocês não têm dúvidas, né???).

Um dia ele voou e foi parar lá na lagoa. Quase morri aquele dia, pois aqui na lagoa tem cobronas enormes (jiboias de 2 metros). Ele seria somente um aperitivo para elas. No dia chovia, e eu fui lá pro meio daquela aguinha “cheirosa” atras dele, e não enxergava nada por causa do mato alto. Maridón e Mary foram me ajudar a procurar. Eu gritava por ele e a chuva nada de dar uma trégua. Eu afundava naquela lama fedorenta, mas eu “paniquei” tanto com a ideia de ele virar jantar de cobra que nem estava ligando pro fedor ou com a possibilidade de pegar uma doença. Na verdade, na hora do desespero a gente não pensa em nada, não é mesmo?

Por fim, ele voou até perto de mim. Estava ensopado por causa da chuva. E eu não conseguia ve-lo por causa do mato. Mas Gabi gritou dizendo onde ele estava, e quando fui pega-lo, o retardado voou. Quase larguei o paspalho lá pras jiboias comerem. Enfim, com muito sacrifício de andar no meio daquele mato e lama no fundo da água, cheguei perto dele de novo e consegui pegar. Fiquei com taquicardia uns 30 minutos depois disso. Eu juro que foi a primeira vez na vida que pensei que iria morrer.

Quando cheguei em casa, fui correndo tomar um banho e passar álcool no corpo inteiro. Aquela lagoinha deve ter mais bactérias do que uma central de tratamento de esgoto (já que lá desagua esgoto). Tive que deitar pra tentar me recuperar da pior aventura que passei nos últimos anos.

Essa foi uma situação que nunca mais me esqueci, e jamais esquecerei. O dia em que quase morri por causa da coisa verde que detona nossas coisas. Afff

Bem meninas, espero que vocês tenham um ótimo fim de semana. Este findi a KK está em Florianópolis, no encontrinho. Espero que ela faça muitas vendas. Na terça-feira irei encontrá-la na casa dela para ajudá-la a terminar de organizar o estoque.

Bjs
Adri =)))