Pimenta – Ana Hickmann, e Excellence -Eliana Super Pérola

Holla chicas!

Preparadas pra mani natalina? Lembram que eu disse que ia mostrar uma combinação com o Excellence? Então, na verdade a cor pode ser qualquer uma, desde que o esmalte seja do tipo transparente. Eu escolhi o vermelho por transmitir mais a ideia de Natal, mas fica a dica pra testar com outras cores. Já usei essa técnica com o Azul Hortência da Risqué e ficou lindo também. O negócio é experimentar mesmo. Outra dica importante: o esmalte prata tem que ser desses cromados, bem escandalosos, para o efeito ficar mais legal. Esmaltes pratas “comuns” não ficam tão bonitos, porque não brilham tanto e não passam a mesma ideia de “profundidade” que o cromado dá ao esmalte que passamos por cima.

Vocês sabem que vermelho não é minha cor favorita, mas essa combinação mexeu comigo hehe, pois fica realmente diferente. Parece uma bolinha de natal. Taí uma boa definição… pensem no brilho lindo das bolinhas de natal. Pensaram? Agora imaginem exatamente isso nas unhas de vocês. Pronto, é assim que fica. As fotos não mostram toda a profundidade da cor, mas se vocês conseguiram mentalizar a bolinha de natal vão ter a noção exata do resultado final dessa mani nas unhas.

Eu suspeito que a Day vai ter um chilique com esse post…

As fotos acima foram feitas na luz natural, sem flash. Nessa abaixo eu usei o flash pra vocês terem uma ideia de como ele fica no sol. Essa “mancha” alaranjada não corresponde à realidade. É que o brilho é tanto que a minha câmera ficou louca e não soube o que captar. O esmalte é vermelho e apenas vermelho.

E o vidrinho desse esmalte, que não é novo e que, apesar de transparente, fecha com duas camadas quando usado puro. É do início do meu vício. Pras amantes da cor, recomendo.

(Puxa Nina, que sorte você deu, seu AH não foi roubado no excesso de vidro! Adri)

Besitos,
Nina

Metallic Green e Prism Navy – Peripera

Prism Navy e Metallic Green

Resolvi usar finalmente o famoso esmalte de gatinho que tanto a KK falava. Só não sabia qual dos dois usar primeiro. Então, acabei fazendo das minhas loucuras de sempre, e coloquei uma cor em cada mão, e para criar uma ligação entre os dois, pensei em carimbar uma cor com a outra. Já vou explicar…
Primeiro apliquei o Metallic Green P027. Não achei ele tão espesso assim. Precisei passar duas camadas para ficar opaco. O pincel é realmente muito bom. Ele é achatato e com cerdas longas. Ele abre bem na hora de aplicar, espalhando bem o esmalte. Muito bom mesmo.

Pincel Peripera

Metallic Green

Metallic Green P027

Vocês conseguem observar o azul nesse verde? Esse esmalte, por incrível que pareça é policromático. Ele oscila entre o verde abacate (amarelado) e o teal (verde-azulado). Só que a TAPADA aqui, não tirou foto das mutações coloridas do esmalte (se é que a dona câmera iria ajudar…). Contentem-se somente com aquele “cheiro” de azul que tem no dedo indicador da foto de cima.

Depois pintei a outra mão com o Prism Navy P019. Esse sim tem uma consistência mais encorpada, e se eu tivesse sido mais generosa na quantidade de esmalte no pincel eu não precisaria ter passado duas camadas como eu fiz, porque estando o pincel quase seco, nao ficou uma cobertura lisa (ficou a marca das cerdas), então tive que aplicar outra camada.

Prism Navy

Prism Navy P019

Depois veio a coisa ruim… Eu cometi um atentado contra esses esmaltes lindos. Principalmente contra o Metallic Green, porque, embora eu deteste verde, por esse verde eu fiquei totalmente IN LOVE. O cintilante dele é de um poder hipnótico indescritível. Parece granulado. É xilicante, um espetáculo de admirar!

Já o Prism Navy, embora seja uma cor linda, eu achei muito parecido com o YODEL ME ON MY CELL da OPI e mais ainda com o DIVE BAR da ESSIE. Porém, o Peripera parece ter um pouquinho mais de brilho verde. Se olhar os 3 juntos de longe, parecem idênticos. Só na mão e pertinho a gente vê a diferença.

Prism Navy x Dive Bar x Yodel Me on My Cell

Agora, o atentado. Eu resolvi carimbar esses esmaltes cacantes. Usei uma cor sobre a outra para dar contraste. Embora tenha ficado interessante, acho que se eu tivesse escolhido outra estampa teria ficado melhor. Agora a Inês é morta! Usei o carimbo BM-202 da Bundle Monster.

Carimbo com BM 202

Melhor mesmo seria não ter carimbado o Metallic Green, porque toda a sua formosura foi pro brejo com esse carimbo. Vai haver controvérsia. Umas vão gostar, outras odiar. Eu estou em cima do muro pendendo pro arrependimento, por causa do verde. O grande problema mesmo é saber que sabe Deus quando vou colocar o Metallic Green de novo, já que a FILA TEM QUE ANDAR, com quase 500 esmaltes se acotovelando no meu escritório. Por falar nisso, ontem, na casa de uma amiga, fiquei até meio envergonhada, porque Dona Mary, sem papas na língua, no meio de uma conversa falou na frente de todo mundo que daqui a pouco terei que pedir licença pros esmaltes pra entar no meu escritório. Todos se entreolharam meio sem entender aquela colocação dela. Mas graças a Deus não perguntaram a quantos esmaltes ela estava se referindo, senão iriam chamar o manicômio na mesma hora e me mandar internar. Sabe como é; quando a pessoa não liga pra esmalte, acha que a gente é doida de ter tantos esmaltes. A minha desculpa, pelo menos, é que eu tenho um blog de esmalte, e preciso de “combustível para alimentá-lo”, rsrsrsrsrsrs. Verdade seja dita: saco vazio não para em pé!

Bem, vocês já sabem onde encontrar os Peripera: no Brechó da KK. Ela já fez um novo pedido de Periperas, e desta vez com mais cores. Os que ela comprou foram poucos, e se foram num piscar de olhos. Tem só alguns pra contar a história. Fiquem de olho que em breve as cores novas estarão disponíveis.
Bjus
Adri =)))

Revlon, Beach: o dilema

¡Hola muchachas!

Esse post ser publicado foi um dilema. O esmalte é LINDO, mas eu tive a infeliz ideia de pintar com esse dyvo numa noite de 40 graus no meu quarto. Como ele me pareceu ralinho e eu estava com medo de na luz do dia ele parecer todo manchado pela minha falta de habilidade noturna, resolvi passar 3 camadas, que eu juro que foram fininhas, mas que foram uma péssima ideia. Ele lotou de bolinhas, mas lotou meeeesmo. A Adri e eu pensamos muito se eu devia mostrar as fotos-monstro pra vocês. Resolvemos que eu mostraria só porque a cor é realmente muito única e cacante. Então, por favor, relevem as bolinhas e mantenham o foco só na cor do esmalte, tá ok?

Esse Revlon Beach é mais um da linha de esmaltes perfumados e, apesar da sugestão do nome, não tem cheiro de praia, mas sim daquelas florzinhas Dama da Noite, que eu acho cheirosíssimas, por sinal.

E já que o esmalte tem cheirinho de flor, as primeiras fotinhos são dele “ornando” com flores do campo, em algum lugar da Quarta Colônia de Imigração Italiana, num passeio de domingo.

Como eu já disse, usei 3 camadas, mas com duas acho que já teria ficado ok, porque no dia em que esse lindo chegou aqui em casa eu testei com duas e deu certo. Não sei porque eu fiz #aloka e passei 3. Pra finalizar eu usei o top coat Invincible, que secou super rápido. Não me perguntem como as bolinhas conseguiram se reproduzir desse jeito debaixo da camada do top coat. Eu não entendi até agora. Mas tenho certeza que não foi culpa do esmalte e muito menos do top coat. Seguramente foi do calor que estava no meu quarto e nas minhas mãos, que estavam mega quentes.

Agora sintam o drama de perto (sugiro que não cliquem nas fotos para aumentá-las, pois as imagens são chocantes):

Na sombra

No sol

Decepcionadíssima com esse aspecto “chokito” como diz a Adri, no dia seguinte ao passeio eu resolvi tentar disfarçar as malditas bolhas e passei o Disco Ball da Impala. Ficou lindo, mas o disfarce ficou bem mais ou menos… #fail

Na luz indireta

Na luz indireta

Na sombra

Vocês perceberam que ele oscila entre verde e amarelo? Uma pessoa me jurou que via ele dourado… Eu ainda não sei bem que cor ele é, mas acho que é verde. Vi essa “polêmica” no flickr e uma das meninas de lá matou a charada definindo o dito cujo como sendo cor de lima. E é bem por aí mesmo. Mas independente de ser verde, amarelo ou dourado eu amei a cor, é muito diferente, bem do jeito que eu gosto ahuahauhauh

E, pra finalizar, as fotos dos vidrinhos dos esmaltes usados.

Esse Disco Ball é um escândalo! No sol chega a ser cegante. Mas pra tirar isso das unhas… misericórdia! É um pavor! Tive que apelar pra técnica do papel alumínio, mas mesmo assim não foi muito tranquilo não. Massss, a OPI tem um produto que promete maravilhas na remoção de esmaltes, especialmente desses glitters que parece que se “fundem” às nossas unhas. É o Expert Touch. A Adri comprou e vai receber esse milagre líquido da queridíssima e pacientíssima da Katia e vai testar pra gente. Estou doida pra ver qual é a desse removedor da OPI. :D

Ó o Expert Touch:

Beijocas,
Nina

Hits no Olimpo

O que mais tem por aí é gente mostrando essa coleção. Já praticamente não tem mais graça nenhuma, e nem é mais novidade. E pelo visto, eu fui uma das últimas a conseguir a coleção, porque dona Speciallità me colocou na geladeira uns dias.
Bem, fingindo que isso tudo é novidade ainda, eu vou me empolgar um pouquinho, rsrsrsrs
Meninas, meus holos Hits chegaram!!!!!!!!!!!!!!!!
Eram tantos, e tão bonitos, que eu fiquei numa dúvida arretada de qual eu colocaria. Eu fiquei um tempão em uma luta de opiniões internas, e, no final das contas aloprei. Resolvi pintar uma unha de cada cor, mas não é pra fazer nosso “reloginho” e tirar não, é pra pintar e ficar. Não estava com o mínimo saco de tirar tudo e pôr outra coisa não. Levando em conta que há uns dias atrás eu fiquei com uma unha de cada cor e foi super legal (tons pastéis e listrinhas brancas – inspirado na criação de Kayla Shevonne), achei que desta vez ficaria mais legal ainda, porque eu estaria com holográficos. Resolvi imitar a minha sobrinha Nina (mera coincidência????), que gosta de pintar uma unha de cada cor. Então, arregacei as mangas e fui escolher as cores de fundo para os holos, que são praticamente transparentes, e as cores de fundo só intensificam mais o efeito do microglitter holográfico.
Mão direita:
Usei as seguintes combinações (do polegar para o mínimo):
Francesinha (Ki Cor) + Hefesto (Hits) (BRANCO)
682 + Apolo (Hits) (AZUL)
517 + Ares (Hits) (VERMELHO)
219 + Hefesto (Hits) (AMARELO)
Uva (Colorama) + Dionísio (Hits) (ROXO)

Todos ficaram lindíssimos, mas, desses “reloginhos”, eu “cakay” (variante de caQuei, do verbo cacar, que vem do emoticon do Caco “sincopítico”, ufa!) pelo branco e vermelho.
A grande vantagem do Hefesto, é que ele vai em cima de qualquer cor e a transforma em um holográfico lindíssimo.
Vejam essa amostrinha que Mary pôs no rosa shock que ela está usando.

Mão Esquerda:

Usei as seguintes combinações (do polegar para o mínimo):
In my Back Pocket (OPI) + Demeter (Hits) (LARANJA)
678 + Hera (Hits) (VERDE)
Missão Azul (Ki Cor) + Poseidon (Hits) (AZUL CLARO)
670 + Afrodite (Hits) (ROSA INDEFINIDO)
Dama da Noite (Eliana) + Zeus (PRETO)


Cá pra nós, é difícil ou não escolher? Mesmo o marido tendo me chamado de brega, eu fiquei bem faceira com minhas unhas de Confeti. E isso ainda vai acabar virando moda!
Bjs
Adri =)

Fagulha – Colorama + Trick or Treat – Del Sol

Oi gentem!
Hoje eu trouxe uma mão diferente pra vocês.
Desde que a cachorrinha cocker de 2 anos da minha mamis foi para os braços do papai do céu canino, ela veio se refugiar aqui em casa para esperar a dor passar. Chegou aqui muito tristinha e desmotivada, e já está aqui em casa tem quase 3 semanas. De lá pra cá andei dando algumas tarefinhas pra ela fazer, para se ocupar. Como ela é uma excelente costureira, uma das tarefas que eu passei, pra ela se distrair, foi fazer uma bolsa interna com zíper para a minha bolsa LV (a que eu comprei em Santa Monica, lembram?), cujo modelo é muito aberto, e, se eu der bobeira, enfiam a mão dentro e roubam algo de mim. Olhem aí como ficou.

Fica aí, pra quem tem um modelo de bolsa aberto assim, uma ideia legal de manter suas coisas seguras dentro da bolsa, sem ficar o tempo todo tendo que olhar pra ver se está tudo dentro (principalmente a carteira).
Ela está aproveitando e fazendo uns vestidos pra ela. Eu aproveito também pra consertar tudo o que é roupa, rsrsrsrrs. Não é todo dia que a gente tem uma constureira à total disposição!
Agarrei ela hoje e a chamei para fazer as unhas. Tenho que dar um trato em mamis, né? Ela sempre usa esmalte vermelho. Eu não sei como eu consegui convencê-la a pintar as unhas com laranja, o FAGULHA, da Colorama. E mostrei, ainda, o top coat incolor da Del Sol que tem um gliter laranja e verde, o TRICK OR TREAT. No início ela torceu o nariz, mas acabou relaxando e dizendo: “Vamos ver como fica”. Ufa! Passei rapidinho os esmaltes antes que ela desistisse, rsrsrsrs
Quando terminei, eu a chamei até o sol e… ta-rááááááá!!!!! As unhas dela ficaram marrons escuras e com os glitters. Para minha surpresa, ela não chiou. Só disse que não ia ficar no sol mesmo, então não tinha problema ficar com esse esmalte. (NOTA: Se passar mais de uma camada do TRICK OR TREAT da Del Sol, o esmalte fica completamente PRETO, com o glitter laranja e verde).

Eis aí o trio que usei em mamis.

Como não podia deixar de ser, filmei a mão de mamis segurando o vidro do esmalte, rsrsrsrrss.

Angora Cardi – Essie + Iridium – Big Universo


Olá garotas!
Começo o post de hoje com uma novidade super bacana. A Granado Pharmácias nos escolheu como blog parceiro, e, sendo assim, orgulhosamente exibiremos o selo de BLOG PARCEIRO deles na nossa página principal. Agora poderemos ganhar alguns produtos para engordar nossos sorteios mensais. Nada como premiar com produtinhos nota 10! Fiquem ligadas, que a sorteada pode ser você! Lembrando que só concorre aos nossos sorteios as meninas que estão inscritas no nosso blog. Corra lá e se inscreva logo, para não ficar de fora!

Agora, vamos ao post de hoje.
Hoje o espaço é da Ana! Depois que aprendeu a mexer na máquina, agora ninguém mais a segura!
Ela fez aqui uma combinação que ficou muito interessante. Ficou uma espécie de ADINA (Zoya) genérico. Não fosse o Iridium tão opaco, acho que teria ficado igualzinho. A solução, para testar, seria diluir um pouco do Iridium com top coat para ele ficar mais ralo, e passar por cima do Angora Cardi, que é MUITO parecido com o ROSA FLORAL, da Colorama. Acredito que se misturar 2 partes de top coat e 1 parte de Iridium, deve ficar bom.

Esses foram os produtos que a Ana usou nesse reloginho mara. Detalhe: foi ELA mesma que fez as unhas, porque disse que não teve tempo de ir na mani. Ela já está podendo dispensar a manicure dela, não é? Ficou 10 a mani dela! Ana, pense na economia que você vai fazer, graninha essa que pode ser revertida em esmaltinhos, rsrsrsrs.
Aqui em baixo, eu coloco o swatch do Adina para que se possa comparar com o Adina fake que a Ana criou, sem querer. Ana virou alquimista esmaltolística também, rsrsrsrs Olhe como está parecido.

Adina - Zoya


Ana, você vai ficar famosa pelo Adina fake que você inventou!
Então já sabem, garotas; para um Adina genérico totalmente nacional, usem o ROSA FLORAL da Colorama, sobre o Iridium da Big Universo diluído em top coat.

Carbono (Colorama) + Meissa (Extase)

Hi Girls!
Niníssima me mostrou uma mani que ela fez semana passada, que eu achei super interessante e delicada, apesar de ter base “preta”. O toque de delicadeza ficou por conta de um glitterzinho bem a cara dela, já que é azul e verde.

Meissa sobre Carbono


Detalhe do glitter Extase


Ela usou nessa esmaltação Mavala – Scientifique Nail Hardener, 2 camadas. Base Risqué – Homem, 1 camada. Carbono da Colorama, 2 camadas. Meissa – Extase, 1 camada.
O acabamento, milagrosamente, ficou por conta do Extra Brilho Ideal, 1 camada. Sim, milagrosamente, porque ela adora um matte, tanto, que já está me levando pro mau caminho. Eu que achava matte um horror, adorei minhas unhas com cara de marshmellow no post das listrinhas sobre tons pastéis.
Eis os esmaltes desse “reloginho”:

Eu achei uns esmaltinhos bem interessantes dessa marca. Pena que não vende por essas bandas daqui.
Vamos agora ver qual vai ser a próxima que Dona Nina vai aprontar!
Bjus