Bright Orange – 357 – Kiko

Olá garotas!

Hoje trago para vocês um laranjão perfeito, o BRIGHT ORANGE, da Kiko (357).

Bright Orange - 357 - Kiko4

Ele é um esmalte cremoso com uma ótima cobertura, de um laranja super intenso e vibrante, embora não seja neon. Quaaaaaase fecha com uma camada; faltou pouquíssimo! Como ficou um leve fantasminha da unha sob a camada única que tinha passado, resolvi colocar uma segunda, para fechar bem. Fiquei bem surpresa com a cobertura, pois eu sinceramente esperava que fossem necessárias pelo menos umas 3 camadas. Comprei esse esmalte porque amei a cor, mesmo que fosse aguadinho.

Bright Orange - 357 - Kiko3

*** ESTE ESMALTE É 3 FREE ***

Ele tem um brilho muito bom, mas eu finalizei com top coat para disfarçar as ondulações da unha. E como podem ver, acrescentei uma peninha da cartelinha de decalques de água D-1717 da Born Pretty Store.

D-1717

Realçou muuuuito bem na minha pele clara; adorei!

Bright Orange - 357 - Kiko2

E no polegar, usei uma pena maior, mas que era azul, com bolinhas igualmente azuis, e acabou ficando com uma cor meio esquisitinha, porque o decalque é transparente, e não opaco, o que é uma pena. Se ficasse azul sobre esse laranjão ficaria magnífico! E no anelar, usei a peninha preta.

Bright Orange - 357 - Kiko

Mas independentemente disto, achei que ficou uma mani linda!

Esse esmalte eu trouxe da Itália, e você poderá comprá-lo na Elements Cosméticos, por 19,99 (por que não colocam logo 20???). Basta clicar no link e ir descendo, procurando a cor 357.

E na BF de hoje, disserto sobre opiniões. Como diz o povo na linguagem chula, opinião é como ânus (para não dizer a forma exata como falam por aí), cada um tem a sua. Acho ridículo pessoas comprarem briga com outras porque têm opinião diferente de você. Acho que você tem que dar sua opinião e pronto, não impondo que os outros a aceitem. Fique na sua e chega, a menos que te questionem o por quê da sua opinião. Agora, comprar briga (quase que literalmente), porque você tem uma opinião oposta da da pessoa, acho o cúmulo da falta do que fazer. É porque a vida está tranquila e monótona demais, né? Ou talvez seja falta de uma pia cheia de louça para lavar e se ocupar com coisas úteis.

Esse tema entrou aqui hoje porque eu comentei numa página local no Facebook, uma postagem que dizia que mulher grávida e idoso causam sonolência porque as pessoas que estão nos ônibus sempre fingem que estão dormindo para não darem lugar a essas pessoas, como reza a boa educação e cortesia. O comentário que fiz no post da página, é que acho o povo brasileiro, no geral, um povo egoísta e mal educado. Essa é a minha opinião, com base nas coisas que já vi nas muitas viagens que já fiz ao exterior. Lá fora as pessoas se importam com você, na grande maioria das vezes, mesmo sem lhe conhecer.

Eu mesma já passei por uma situação em que eu fiquei envergonhada (postei aqui, quando estava em Santa Monica, na California, em 2011) porque não fui mais solícita com alguém que precisava de atenção. Mas eu sou brasileira, e lamentavelmente tenho muito dessa cultura “ruim” daqui enraizada na minha pessoa. Aqui o lema é cada um por si e Deus por todos. 

Mas sobre a questão de dar lugar a idosos e grávidas, canseeeeeei de levantar pra eles sentarem, fosse em ônibus ou em metrô, e eu levantava do banco olhando pras caras dos homens barbados que fingiam que não era com eles.

No trânsito, procuro sempre dar passagem a pedestres, ou a carros que querem fazer uma curva difícil em um cruzamento que não tenha sinal, ou a carros que querem entrar na pista e ninguém deixa. Eu fico furiosíssima quando saio do meu condomínio para pegar a pista principal, vou pelo acostamento dando seta para a esquerda para entrar na pista, e os desgraçados que vêm atrás aceleram pra não deixar que eu entrar. Canseeeeeeei de passar por isso. Hoje, eu simplesmente dou seta e jogo o carro em cima, e se bater, que se dane! No final eles sempre acabam deixando eu entrar pra não baterem no meu carro. E ainda tem os irritadinhos que metem a mão na buzina, e eu, simplesmente ligo o “ph…-se” e finjo que não é comigo. É claro que assim como eu, há muitas pessoas que tem um pouco de educação, mas essa cortesia são poucas pessoas que têm, lamentavelmente. Penso que não custa nada ser prestativo e ajudar os outros, não só em situações assim, mas no geral.

E quando fiz o tal comentário na página, a pessoa que publicou o post se sentiu insultadinha e veio com 5 pedras na mão, dizendo que se eu achava o braseeel ruim que fosse embora daqui, e não foi com essa “gentileza” que ela falou, e tampouco foi só isso que disse. Agora a pergunta: tem necessidade disso??? É claro que toda ação desencadeia uma reação, e não ficou por isso, porque não sou de levar desaforo pra casa. Sou uma pessoa com minhas opiniões, não tento convencer ninguém de que a minha opinião é a melhor. Espero que as pessoas aprendam a respeitar a opinião dos outros ao invés de simplesmente atacarem. Penso que a dita devia estar com algum tipo de carência naquele dia, e queria pegar um pra Cristo. E não satisfeita, agora resolveu, depois de 4 meses remoendo o assunto (enquanto eu nem lembrava mais dele), começou a mandar emails para mim, de emails fictícios criados somente para este fim, dizendo que espera que eu vá embora logo do braseeel, e mais alguns insultinhos, para não perder o costume e a evidência de que é boa braseeeleira. Então eu pergunto, isso é ou não é falta do que fazer???? Por que essa criatura não vai fazer um trabalho voluntário ao invés de ficar se preocupando se eu estou ou não estou nessa porcaria de país ainda??? Chega disso!

Para as que não sabem da notícia ainda, meu Quindim faleceu na sexta feira, enquanto eu fazia carinho nele. Me deu muita pena, mas espero que ele tenha ido com a certeza de que foi muito amado.

Beijos, e não percam o eclipse lunar desta madrugada! Eu não vou poder ver porque o tempo aqui está uma porcaria.

Adri =|

Brinco de Festa – Colorama

Olá meninas!

Quanto tempo não rola um Colorama por aqui, né? Pois outro dia eu estava fuçando uma loja de esmaltes aqui do vilarejo, pra não perder o hábito de boa esmaltarada, e acabei esbarrando em alguns esmaltes da coleção EU AMO ACESSÓRIOS, da Colorama.

Eu amo acessórios

Estava lá na prateleira, reluzente, o BRINCO DE FESTA. Acabei passando a mão nele e trazendo pra casa, porque tenho um caso mal resolvido com pratas, hehehehe, adoro todos!

Brinco de Festa - Colorama2

Nessa mani foram duas camadas normais do Brinco de Festa e uma camada de Seche Vite. A foto acima, foi tirada na sombra.

Usando uma lente de aumento, tentei arduamente tentar encontrar os componentes tóxicos no rótulo, e aparentemente não os vi. Mas sinceramente nem posso afirmar que o esmalte seja ou não toxi-free, porque as letrinhas são tão minúsculas que mesmo com a lente de aumento e dois óculos na cara foi difícil ter certeza, pra você imaginar o tamanho da letra!

Brinco de Festa - Colorama

Já a foto acima foi tirada sob o sol. Tirei um pouco da luminosidade da câmera para que o brilho aparecesse mais.

Brinco de Festa - Colorama3

Não é nenhum mirror, mas chama sua atenção, temos que reconhecer… Quanto às outras cores, não me empolguei nadinha, hehehehe

E na BF de hoje, disserto sobre pessoas que têm o hábito de mentir sem necessidade. Infelizmente, conheço pessoas assim. Passei muitos dos últimos anos convivendo com pessoas assim, e na verdade, nunca me livrei do dissabor de ter mentiras rondando minha vida.

Pode parecer absurdo, mas há pessoas que mentem, por hábito, e nem se dão conta. E o pior de tudo, é que essas pessoas se enrolam nas suas próprias mentiras e depois não conseguem sair. Muitas vezes, a vítima da mentira nem ligaria de saber da verdade, mas na cabeça da pessoa mentirosa, o resultado da mentira seria ruim, então, acaba optando por mentir de qualquer jeito. 

Eu sou quase apedrejada por ser sincera demais (= falo sempre as verdades, doa a quem doer). Mas há pessoas que mentem por besteiras, só para esconder uma insatisfação, uma opinião ou uma situação da qual não saberia sair se contasse a verdade, seja lá qual for o motivo. 

Eu sempre prezei pessoas que são como eu. Não gosta, fala! Que não vem com subterfúgios. É claro que há formas e formas de falar, mas qualquer que seja a forma, a verdade “feia”, pra mim, é sempre muito mais valiosa do que qualquer “linda” mentira. Para mim, é mais fácil aceitar a verdade ruim do que a mentira boa.

Pior é quando a bomba estoura (a mentira aparece), e a pessoa ainda se faz de vítima ou coitadinha, e nem sequer desculpas pede por ter mentido e enrolado você numa mentira desnecessária; ou não reconhece que errou e que tudo poderia ter sido diferente se simplesmente tivesse dito a verdade desde o início.

Para essas pessoas deixo meu recado: APRENDA A DIZER AS VERDADES, POR PIORES QUE POSSAM SER. APRENDA A SER UMA PESSOA SINCERA E DIZER O QUE PENSA, E NÃO O QUE VOCÊ ACHA QUE A PESSOA GOSTARIA DE OUVIR. APRENDA A RECONHECER SEUS ERROS E A PEDIR DESCULPAS POR TER ERRADO; PEDIR DESCULPAS NÃO ARRANCA PEDAÇO!

São as agruras da vida, infelizmente. O mundo está cheio de mentirosos, e eu não gosto de conviver com eles. Mas nunca é tarde para tentar mudar, não é verdade?

E agora, começaremos a contagem regressiva! As passagens já foram compradas, e hotéis reservados. Madri, Londres e Paris, aí vamos eu e Mary! Serão 10 dias maravilhosos, tenho certeza.

Encerro o post com meu muito bom dia a todas!

Beijos

Adri :D

E Ela se Foi… =’(

Olá!

Estou de volta com mais uma sessão “MURO DAS LAMENTAÇÕES”.  Hoje foi o dia D, em que minha filha finalmente deixou o ninho para voar.

Ontem fomos jantar no rodízio de japa eu, Gabi e Thaís, como despedida. Comemos tanto, que o inevitável sono avassalador atacou impiedosamente. O resultado, é que acabamos indo dormir às 10 da noite. E antes de cairmos no sono, fiquei abraçadinha com minha filha, meio que querendo segurá-la para que não fosse embora. Dormi….

Acordei hoje às 5 da manhã. Rolei pra cá e pra lá, perdi meu olhar no vulto da Gabi ao meu lado, no escurinho da ainda madrugada, e comecei a pensar. E vendo que eu não dormiria de novo, achei melhor vir para o escritório e começar o trabalho mais cedo, mas o lindo sol nascente me fez começar a refletir sobre minha nova vida sozinha.

Sol

De quem vou roubar a faca à mesa, quando eu sempre esqueço de pegar uma para mim? Com quem vou reclamar da roupa espalhada no banheiro, toda virada do avesso e no chão? Para quem vou ficar cantando a chata musiquinha do “bolinho de arroz” todos os dias e todas as horas? Com quem vou reclamar que não quero coçar as costas antes de dormir? Quem vai passar naquela fase do Candy Crush em que estou empacada há dias?????

Até Margô (a nossa secretária), chorou enquanto ajudava a colocar as coisas dela no carro do padrinho. E eu, bem… eu tentei o tempo todo não chorar, porque fiquei com aquele sentimento de que “pessoas fortes não choram”, mas a vontade mesmo era de cair no chão aos prantos, mas me mantive firme, porque “pessoas fortes não choram”, como a música do The Cure, “Boys Don’t Cry”.

E assim, vi minha filha entrando no carro, fechando a porta, e indo em direção ao seu futuro. E não chorei…

O problema foi quando me sentei para almoçar (sem fome). Esqueci a faca, mais uma vez… e de quê me lembrei? Aí eu chorei…

Tenho total ciência de que tudo o que está acontecendo é para o bem de nós duas. Não sei os planos que Deus tem para nós, mas tenho certeza que essa separação faz parte deles. O problema são os “por quês”. Querer saber por quê precisamos passar por isso ou aquilo sem ter resposta, é a única parte chata. É assim que funciona quando falamos com Deus; não temos respostas na hora e muito menos em palavras que consigamos entender. Muitas vezes a resposta só vem lá na frente, quando alguma coisa significante acontece na nossa vida. Daí entendemos por que passamos por aquela situação ruim.

Tive muitas palavras de carinho de pessoas que conheço pessoalmente e virtualmente. Algumas palavras curtas e outras longas, e sei bem como é difícil falar alguma coisa em determinadas situações tristes, quer seja um falecimento ou uma separação (como de casais ou de pais e filhos). Sei que as pessoas preferem muitas vezes ficar caladinhas pra não cutucar a ferida alheia, mas verdade seja dita: só de saber que alguém se importou de dizer um “sinto muito” ou um “tudo vai ficar bem”, já é um grande conforto. É sinal de que as pessoas realmente se importam com seus sentimentos, e desejam o seu bem; e o mais importante: que você não está “sozinha”.

Às vezes fico pensando que usar um blog sobre esmaltes como diário não é uma coisa boa, mas lembrei dos primórdios do significado de “blog”. Para quem não sabe, “o blog atual é uma evolução dos diários online, onde pessoas mantinham informações constantes sobre suas vidas pessoais“, conforme podemos ler na sessão ORIGENS (da palavra BLOG) no Wikipedia.

Então, voltando ao meu sentimento crítico sobre usar o blog como muro das lamentações, me lembrei que muitas já me disseram aqui que gostam de ler sobre as minhas experiências, porque muitas passaram ou estão passando por situações semelhantes, e nada melhor do que ler sobre a minha experiência, para quem sabe, se passar pela mesma situação um dia, lembrará de todas as etapas do meu sofrimento ou alegria. E é claro, tem o quesito “eu não me sinto só”. Falar sobre minhas experiências aqui me ajuda a desabafar, pois nem sempre posso desabafar com alguém pessoalmente, já que “tenho taaaaantos amigos”, perto de mim. Ademais, acho um porre encher o ouvido dos outros com minhas lamúrias. Então, aqui no blog só lê e comenta quem quer. Uma palavra amiga é sempre bem-vinda, e melhor ainda quando a pessoa não se vê na obrigação de escutar as lamúrias alheias.

E ela se foi, e com ela uma parte de mim. Olhar as fotos da minha garotinha, espalhadas pela casa, vai ser muito difícil, mas eu tenho certeza que logo a rotina vai curar o machucadinho do meu coração. A dor da perda (da companhia diária) logo vai se transformar na alegria do reencontro, e em breve verei minha filha se formando, casando com uma pessoa bacana (e espero que deseje ter filhos, para perpetuar a família), recebendo elogios no trabalho, e sim, por que não, pagando minhas viagens, hehehehehe. Hora de retribuir as viagens que tenho lhe proporcionado! hahahahahah (fico triste, “mas não perco o bom humor!”)

Vou continuar meu trabalhinho, porque é ele que vai ocupar meu tempo e vai me impedir de ficar pensando no que não devo e de perder meu tempo chorando com uma coisa que não tem por quê ser chorada. Afinal de contas, tudo isso é para o bem dela, pois é o começo do seu futuro, e quem sabe, do meu novo futuro, também.

Fiquem bem vocês. Eu ficarei também, quietinha, no meu cantinho, esperando para ver onde meu barquinho vai atracar, com o vento que sopra.

Beijos e bom final de semana, porque eu não sei quando volto por aqui.

Adri =(

Solange – Zoya ***UPDATE***

Boa noite moçada!

Depois de tomar todas ontem com minha nova room mate Thais (entornamos 4 garrafas de vinho branco), eu nem sei como fui parar na cama, hahahaha. E quando acordei, catei meu aparelho auditivo em todo canto e nada. Passei hooooras procurando. Parava, e inconformada procurava novamente. Sei que num dado momento, resolvi arrastar a minha cama, que por sua vez arrastou o baú que fica na frente da cama, e ouvi um “crunchhhh”, mas nem me toquei. Quando fui lá na frente para empurrar a cama de volta, olhei para a chón, e….                    e…..                       (marcha fúnebre ao fundo…) O “crunchhhh” era o aparelho…

Gente, fiquei atordoada. Desta vez foi acidente total, juro que não tinha motivos para assassinar este aparelho. Resultado: além de todas as “adoráveis” despesas de todo início de ano (aumento de salário das domésticas, IPVA, IPTU, todas as taxas e impostos da minha empresa, e por aí vai), ainda vou ter que morrer mais nesse prejuízo, que certamente deve passar dos 1000 reais. Queijo japonês! (tofu, que é um short para ?)

Acordei de manhã com o pula-pula dos três gatos brincando em cima da minha cama, com o ar condicionado ventilando o mundo (janela e porta escancaradas), uma sede do capeta e um terrível gosto de cabo de guarda-chuva na boca. Certamente o aparelho caiu na chón e os adoráveis felinos ficaram dando patadinhas nele até ele se enfiar em baixo do baú, e quando empurrei o baú, crunchhhh, ali jazia meu ouvido biônico.

(um minuto de silêncio em sua memória)

Amanhã levarei os restos mortais para a loja e acenderei umas 50 velas e farei promessa para que os elementos internos possam ser aproveitados para fazer um novo, porque esse foi o único aparelho que serviu pra mim. Testei vários outros e de outros tipos, com tecnologia “avançada”, e nenhum amplificava o som bem, ou então tinham um som abafado. Conseguir este foi um parto, porque é tecnologia ultrapassada (elementos internos de Neandertal), e foi o único que me fez ouvir bem. Nem sempre a tecnologia avançada é melhor que a ultrapassada – aprendi isso na prática!

Então, peço uma corrente de orações, uhahuahuahuahuhuaahu, pelamordi!!! E mais ainda, para que ele fique pronto antes de eu viajar, senão, queijo japonês, de novo!

E o esmaltinho de hoje tem a cor que eu fiquei quando olhei o aparelho esmigalhado na chón. Este é o SOLANGE, da Zoya.

Solange - Zoya4

Esse espetacular esmalte é da penúltima coleção de sands da Zoya. Ele é uma das coisas mais lindas que já pus nas unhas. Me senti na realeza com ele.

Solange - Zoya

O brilho desse bichinho no sol ou sob luz indireta é hipnotizante. Babei e estou babando muito. Só espero que ele não deixe a minha unha manchada como o irmãozinho azul dele fez.

Solange - Zoya3

Foram duas camadas sobre meu peel off caseiro. Uma delícia de esmaltar. Super tranquilo!

Solange - Zoya2

Esse lindíssimo, comprei na Esmalteria da KK. E não é nenhuma novidade dizer que ele está em falta. Mas marque lá que quer ser avisada quando retornar ao estoque, que você receberá um e-mail.

Acabei dando uma carimbada com a DRK-D4, e achei que ficou bem legal o contraste do amarelo com preto (Blant).

DRK-D4a

Boa sorte pra mim (vou precisar).

Beijos

Adri =(((

Poppy Red – 640 – Kiko

Boa tarde, queridonas!

Estou super feliz! Viemos para o Rio de Janeiro, passar o Natal com meu irmão, que está trabalhando esta quinzena no Rio de Janeiro. Minha mãe veio também. Estamos hospedadas num hotel de luxo na Barra da Tijuca, com linda vista para o mar, pertinho do Barra Shopping, inteiramente grátis!! Yay!

Aproveitei minha vinda para estas bandas para conhecer pessoalmente nossa querida Débora Silva. Nos encontramos no Outback no Barra Shopping e amei a tarde que passamos juntas!

901441_10201280408719132_1743851253_o

Débora

E como não podia deixar de ser, pagamos um micón, que nos deixou rindo até hoje!

Passeando pelo shopping depois do almoço, resolvemos entrar na loja de animais que tem no shopping. E chegando lá, nos deparamos com um aquário marinho que tinha uma água viva dentro! Nós nunca tínhamos visto uma água viva tão de pertinho, e ficamos as três tirando várias fotos e filmando, totalmente maravilhadas. Ainda mais que a água viva era colorida, coisa que nós nunca tínhamos visto mesmo!

Enquanto eu ainda filmava boquiaberta, encantada com o movimento da água viva dentro da água, Débora perguntava para o vendedor qual era o nome (científico) daquela água viva. Ao que ele respondeu: “ÁGUA VIVA!”. Sem entender bem por que o vendedor respondeu isso, Débora perguntou em sequência: “Não tem nome científico? Ela queima?” E o vendedor respondeu: “Não, porque é de silicone”… cri, cri, cri, cri…

No que ouvi isso, congelei com o telefone na posição em que estava e imediatamente me vi como nos desenhos animados, vendo duas enormes orelhas de burro crescerem na minha cabeça. Imediatamente tratei de recolher o telefone e apagar todas as fotos da “água viva” que eu tinha tirado. Só salvei o vídeo, porque depois do King Kong, eu lembrei que esse episódio tinha que ser narrado aqui no blog.

As três, vendo o vendedor rir de mais algumas “otárias da água viva”, saímos de fininho da loja, morrendo de vergonha e às gargalhadas, porque caímos direitinho na pegadinha.

Para vocês entenderem por que acreditamos na realidade da água viva, vejam o vídeo que consegui salvar…

O shopping estava entupido de gente! E depois de andarmos mais pelas lojas, nos despedimos, e certamente voltaremos a nos encontrar em outra oportunidade. Amei a tarde, Debbie!!!

E aproveitamos nossa estada por aqui e fomos visitar um lugar que eu não via desde menina: Praínha e Grumari. Gente, foi como voltar ao passado. O lugar, graças a Deus, continua virgem e desabitado, selvagem como sempre deve ficar. Lindo!

Me lembrei dos muitos “caixotes” que levei nessa praia (ser pega de surpresa por uma onda e sair rolando em baixo da água junto com a areia até quase morrer afogada). Morria de medinho, pois é uma praia brava, onde muitos surfistas vão pegar onda.

1509848_570811393001317_455524915_n

Meu irmão parecia uma criança revendo essa praia. Não parava de repetir que queria levar os filhos lá. É bem legal quando voltamos a um lugar que lembra nosso passado (um bom passado, claro!).

Bem, chega de conversa e vamos mostrar o lindo de hoje: mais um Kiko!

O lindão de hoje é o POPPY RED (640), um coral puxado pro vermelho LINDÍSSIMO!!! Tem um shimmer dourado, que deixa o esmalte escandalosamente lindo sob o sol ou luz dicróica. Tão lindo, que me pararam no supermercado para perguntar que esmalte era. O problema é a cara de decepção quando descobrem que não é nacional.

Poppy Red - 640 - Kiko3

O Poppy Red é como todos os outros Sugar Mat; bastam duas camadas. É muito fácil de esmaltar, e leva alguns minutos para ele assentar na unha e ficar com efeito “chapisco”.

Passei sobre peel off Peripera, sem top coat, já que é fosco, e sand.

Poppy Red - 640 - Kiko2

Ele é de uma coleção que já está descontinuada, mas que ainda pode ser comprada na Ninja Polish, que entrega no Brasil por um precinho camarada.

Poppy Red - 640 - Kiko

*** ESTE ESMALTE É 3 FREE ***

Então é isso, meninas!

Desejo a todas um feliz Natal com suas famílias. Grande beijo para todas.

Adri :D

Blonde – Barbie Color

Olá meninas!

Há algum tempo não rola um amarelinho por estas bandas, e eu resolvi remediar esse problema trazendo um amarelinho muito fofo, que comprei na Beauty Fair de 2012: BLONDE, da Barbie Color.

Blonde - Barbie Color

É uma marquinha que até então nunca tinha ouvido falar. Comprei porque achei um amarelo muito delicadinho, com um shimmerzinho perolado e que como imaginava, ficou lindo nas unhas.

Blonde - Barbie Color2

O único probleminha é que não tem A cobertura. Foram necessárias 3 camadas dele, e como ficou com muito esmalte sobre a unha, com medinho de borrar, finalizei com Seche Vite. Mas tem sempre a unha maldita pra atrapalhar, neah? O esmalte do meu dedo médio esquerdo borrou SETE vezes. Quase tive um piripaque a cada nova borrada. Me segurei muito pra não arrancar o esmalte das unhas todas, porque na noite anterior eu já tinha tirado tudo porque borrou. Me senti como se tivesse sido amaldiçoada, hehehehe. E nem duvido muito, já que o que mais tem por aí é gente que não gosta de mim, huauhauhauhahuahu. Ainda bem que pelo menos as unhas não quebraram, hehehe.

Blonde - Barbie Color3jpg

Tirando a praga que me rogaram, o esmalte é simplesmente mega fofo. Eu amei muito, principalmente porque amarelo é minha cor preferida. E esse brilho, certamente foi a azeitona da minha empada, a cereja do meu Martini!

E atendendo à sugestão da nossa chicletinha Beth (oi Beth!!!), passo a informação importante que ela precisa:  (blogayras do Esmaltaradas, vamos aderir a essa prática, ok?)

*** ESTE ESMALTE NÃO É 3 FREE ***

Essa e outras cores fofas da marca, você consegue encontrar no site da Lady Glam a 3,49.

E na BF de hoje, trago para vocês a novidade da qual falei, quando postei sobre as bolas de lavar roupas…

foto (7)

Esse é o produto que comprei para testar, e que achei bem interessante. Trata-se de um papel que não queima no forno nem na panela da DOVER ROLL.

Ele vem em um rolo de 3 metros, com 40 cm de largura. Mas tem mais estreito, pelo que me lembro (vagamente).

Ele tem uma face brilhosa, e essa é a face que ficará em contato com o alimento, que não gruda no papel.

Eu testei esse produto fazendo hambúrgueres caseiros, e a única gordura que usei foi uma colher de sopa de azeite, que foi incluída nos ingredientes do hambúrguer.

 

foto (6)

Cortei o papel com uma tesoura, de forma que cobrisse confortavelmente o fundo da minha frigidayra, e coloquei os hambúrgueres para fritar. Eu não deveria ter mexido muito com o hambúrguer, que só deve ser virado de lado uma única vez, mas eu estava curiosa por dois bons motivos: o primeiro, para saber se o papel não grudaria mesmo no hambúrguer, e segundo, porque a curiosidade de experimentar meus temperos que trouxe dos States era grande demais. Tanto, que vocês podem observar que na última foto com os hambúrgueres, um desapareceu misteriosamente, huahuahuahuahuahuahu (estava uma delícia!).

Temperos

O produtinho foi aprovado. No final da fritura, o papel ficou só um pouco manchado da queima, e a frigideira, incólume! Maravilha não precisar lavar! Inclusive, nem salpicou gordura nas bordas internas da frigideira e muito menos no fogão, que é o que eu mais tenho preguiça de limpar.

Como eu disse mais acima, esse produto é “o quente” para assados também, segundo a sua indicação. Não experimentei esse papel para assar ainda, mas acredito que deva ser tão prático quanto para fritar. Eu costumava forrar minhas assadeiras com papel laminado, mas o que eu mais detesto nos papéis laminados braseeeleiros é que eles são tão finos, mas tãããão finos, que rasgam só de olhar. E quando eu uso papel laminado para forrar as assadeiras antes de assar, tenho que colocar ele em três dobras, pra resistir à assada. Essa é a melhor forma de não precisar colocar a assadeira de molho pra desgrudar o que assou nela – geralmente gruda tanto que só um despacho na encruzilhada pra soltar do fundo. Odeio lavar coisas difíceis.

E por falar em papel laminado, ele foi um dos itens que eu trouxe dos States. Lá, você encontra papel laminado em espessuras diferentes; do fino (que nem chega perto da finura horrível do braseeeleiro) ao HEAVY DUTY, que é uma folha de alumínio mais grossa, e por consequência, bem mais resistente, que não rasga à toa. Americanos sempre produzem tudo o que há de melhor para facilitar a vida das pessoas.

Se eu fosse ryca, certamente investiria na fabricação de muitos produtos legais que acho lá nos EUA e que nunca vi por estas bandas tupiniquins. Um deles seria o saco plástico de forrar a caixa de areia dos felinos antes de jogar a areia. Ele é um saco rasinho, alguns com alças laterais que você usa para fixar na caixa e depois puxa para fechar e amarrar o saco para ele não abrir depois de recolher a areia da caixa. Outros têm elástico na boca, para fixar na borda da caixa. Com esse saco não é preciso nem lavar a caixa, porque não suja NADA; você só tira o saco com a areia dentro, e voilá! Daí pergunto: por que diabos ninguém nesse país nunca investiu nisso????? Aposto que fabricar sacos plásticos não deve ser tão caro assim. Então, por que ninguém aqui ainda olhou para esse filão maravilhoso, considerando que muiiiiitas pessoas têm gatos, inclusive, mais de um em casa.

Eu me perco naqueles Walmarts da vida que nem quero saber da hora quando estou por lá. Olho produto por produto, e fico babando em tudo o que vejo. Se deixar, trago um contêiner de tralha pra casa!

Então é isso, meninas.

Até a próxima!

Bjus

Adri =D

 

 

Truffle – NYX

Boa noite, meninas!

Este é o último esmalte de quando eu ainda tinha unhas… Daqui pra frente entraremos numa fase de “seca”. Com unhas no limbo, não rola entusiasmo de pintar as ditas, e eu estou tão desestimulada, que acabo até esquecendo de tomar o PILL FOOD… aff!

Hoje trago para vocês um marrom acinzentado fofinho: TRUFFLE, da NYX.

Truffle - NYX3

Nesta mani, foram 2 camadas do Truffle sobre peel off, e uma camada de top coat.

Truffle - NYX2

Gostei muito da cor, mas…. quando tirei o dito esmalte, uns 3 dias depois, quase tive uma síncope. Minhas unhas ficaram com-ple-ta-mente AMARELAS!!!!

Truffle - NYX

Agora, é esperar pacientemente “azunha” crescerem… Cotoquettes ressurgem do limbo!

E na BF de hoje, para quem não viu no meu Face, pelo óbvio motivo de não ser minha amiga lá, mostro para vocês a sequência do meu lírio Amarilis!

21-10m

Amarilis

Estava conversando com uma amiga, que está passando por uma situação parecida, só que no caso dela, é uma orquídea, que não floria havia 4 anos. Vejam, que lindas, também.

1395148_10202291264702243_1604088226_n

E conversando sobre o assunto, chegamos à conclusão de que ter uma flor nascendo depois de tantos anos, nos deixa com a mesma emoção de sermos mães novamente. Ver o botão saindo e se formando em flor, depois de tanto tempo, realmente é uma emoção muito grande. No meu caso, eu só lembrava da cor da flor… quer dizer, uma das cores. Não lembrava que ela era rajada de branco, e muito menos que era uma Amarilis. Achei que era outro lírio.

Sei que muitas vão achar isso uma grande baboseira, mas posso afirmar que, vivendo o momento como estou vivendo, isso não é uma baboseira, hehehe. Guardo a foto para a posteridade, pois não sei dentro de quantos anos novamente verei essa flor nascer de novo, heheheh.

E por falar em posteridade, estou vendo cada dia mais minha próxima viagem se concretizando. No iniciozinho achei que a coisa não ia pra frente. Era algo do tipo “vai cair no esquecimento” e “tomara que dê certo”. Mas agora, com minha amiga fazendo planos e dando sugestões, percebo que ela realmente está levando a viagem a sério, e que realmente vamos passear pelo outro lado do globo.

Ela sugeriu passarmos o carnaval onde? onde??????? VENEZA!!!!!!!! Gente, quase tive um treco, né? Eu fui à Veneza quando tinha 18 anos, e naquela época não colecionava máscaras como hoje. Tenho umas paredes na minha casa cheias de máscaras. E as que me deixam louca são as venezianas!

Vejam essa foto que tirei na EPCOT Center em 2008, no pavilhão da Itália. Só que não me lembro se essas máscaras são feitas de papier mache como as venezianas são. Certamente verei daqui a três semanas, pois voltarei à EPCOT.

masks

Comprei uma quando fui à Barcelona, em 2006. Trouxe na mão, para não quebrar. Essa, é feita de papier mache. Vejam que linda!

venetian-joker-mask-blue-88_1

E Veneza é famosa pelo seu carnaval e suas lindas fantasias com máscaras. Vejam este site. Já fui logo catando as lojas de máscaras, porque INEVITAVELMENTE vou trazer mais uma pra minha coleção, mesmo custando ozoio da cara (220 euros). Mas quando eu gosto muito de uma coisa, posso até me endividar pro resto da vida, mas eu compro, e geralmente nem olho o preço pra não enfartar, hahahahaha. Essa, eu quero!!!!

520b-joker-velluto-uomo-black

A única lembrança que tenho de Veneza é a água fedorenta dos canais, hehehehe. É um lugar pequeno, mas que tem seu charme. Quem sabe iremos a Murano, que é famosa pelas sua arte em vidro.

Essa amiga minha é uma pessoa THE BEST pra viajar. Viajei com ela para a Escócia, Londres e Paris em 1998. Vejam a nossa foto, na estação de trem em Edimburgo (em cima) e num pub em Londres (em baixo).

reserva hotel escocia último dia viagem 1999

Ela é uma mulher solteira e independente, como eu, divertida, papo cabeça, phyna, chique e é louca por viagens, como eu sou. Já foi pra uma penca de lugares também, só que ela consegue viajar sozinha; eu, não tive essa coragem ainda. Eu acho ela uma verdadeira loka, porque ela tem uma casa imensa e linda em Miami, e quer continuar morando no braseel… Deus não dá asas a cobras… Eu doida pra ir pra lá, e ela não quer sair daqui. Mas, enfim!

Antes nossa programação eram só 7 dias, mas depois foi aumentando, e também o número de lugares a visitar. E agora estamos em 14 dias de viagem, e 5 cidades, sendo 4 na Itália e 1 em Portugal. Pelo visto, iniciarei nova contagem regressiva em breve.

Este findi, vou para Niterói para traçarmos nosso roteiro e definirmos todos os detalhes, ver hotéis, passeios, etc. Estou ficando fominha de viagem, hehehehe. Mal estou indo pra uma e já pensando na outra, hahahahahahaha.

Vocês é que vão aproveitar, que vão viajar também sem gastar, rsrsrs. Só não garanto que na Europa terei a mesma facilidade de ter internet que tenho nos EUA, porque eu tenho uma linha celular dos EUA, onde tenho acesso 24 h por dia à internet. Na Europa, não sei se conseguirei algo assim. Mas vamos torcer!!!

Só mesmo viagens para me fazer esquecer os desgostos da vida, hehehehe. Acho que estou feliz hoje também porque a faxineira veio, yay!  A casa está “prefumadinha” e limpinha.

Bjus em todas.

Adri =)

Arte Mania Floral – Passe Nati

Boa noite, meninas!

Semana passada eu recebi da Passe Nati a coleção completa ARTE MANIA, que consiste de 4 kits com dois esmaltes e uma cartelinha com 6 adesivos de tamanhos diferentes  em cada kit, para a pessoa usar a criatividade . Recebi as 4 cores disponíveis, que já postei aqui no blog.

Arte Mania 1

O kit que apresento hoje é o FLORAL, que consiste de um esmalte magenta claro com brilhinhos magenta (BUQUÊ DE FLORES), brilhante, e um esmalte marrom-chocolate, escuro e fosco (JARDIM DAS DELÍCIAS).

Eu, com toda sinceridade, só não curti muito a combinação de cores dos esmaltes. Vejam abaixo.

Arte Mania 1 - Passe Nati2

Eu acho que se ao invés de marrom-chocolate fosse um esmalte OCRE, da cor do “bordadinho” do adesivo, teria mais a ver, pois faria uma melhor composição, com base nas reais cores do adesivo.

Eu até pensei em carimbar o magenta com o marrom, mas como ele não cobriu com uma camada só, eu desisti, porque vi que não iria ficar opaca a carimbada. Além do mais, eu acho que uma carimbada tiraria “a atenção” do adesivo, e ficaria uma verdadeira papagaiada (poluição visual). Então, usei da forma “proposta” no release da Passe Nati, mesmo.

Arte Mania 1 - Passe Nati

São esmaltes comuns, que cobrem bem com duas camadas. Nada a reclamar dos esmaltes em si, isoladamente. Apesar de o magenta ficar homogêneo com duas camadas, achei que com 3 ficou melhor, pois ficou mais forte/escuro.

Achei o adesivo muito bonitinho, e passei top coat por cima, para proteger.

O adesivo é do tipo plástico, bem maleável, mas não se ajusta perfeitamente à curvatura das unhas. Na foto está perfeita porque essa unha minha é relativamente retinha no sentido longitudinal (da raiz da unha à ponta), então ficou show. Mas a unha do meu indicador é bem curvada longitudinalmente, e ela é um problema para qualquer tipo de adesivo que seja mais grossinho. Até foils são um problema. A única coisa que fica melhor são os decalques à base de água, que por serem muito fininhos, “derretem” com o top coat, assentando na unha. Já postamos um vídeo de como aplicar esses decalques aqui no blog.

É preciso cortar o adesivo para ajustar ao tamanho da unha, mas eu usei uma lixa para fazer isso, e achei que “machucou” um pouco o adesivo na pontinha, deixando uma aparência meio grosseira. Acabei passando uma camadinha de esmalte branco na pontinha para tirar a imperfeição que ficou. Não ficou maravilhoso, mas ficou melhorzinho. O ideal mesmo seria cortar usando uma tesoura e aparando com um alicate de cutícula.

E apesar do meu discurso sobre poluição visual, eu não me conformei com a não combinação de cores dos esmaltes, e acabei passando um Fuzzy Coat (Sally Hansen) rosa (WOOL LITE) sobre as unhas com esmalte, para tentar fazer uma melhor composição. Sinceramente, não sei o que achei disso, mas pelo menos fez uma “conexão” entre o marrom e o magenta. O único problema é que acabou tirando o fosco do marrom, o que poderia ter sido perfeitamente resolvido passando uma cobertura fosca por cima, mas a preguicinha não deixou! rsrsrsrsr

wool lite

IMG_4881

Tirando o “probleminha” de o marrom não ser do “tom correto”, achei a proposta bastante interessante. Em breve trarei mais um kit.

E esta semana a Tati falou que estava fazendo o jantar e tomando um vinho. Tinha um tempinho que eu não tomava uma tacinha, e resolvi fazer meu jantar, também tomando vinho. Só que eu não me comportei muito, e entornei uma garrafa e meia, e fui dormir feliz da vida e chamando urubu de meu louro, pra lá de Marrakesh. O único problema, é que eu esqueci de tomar água durante a “entornada”, e o resultado não podia ser outro, senão uma baita ressaca no dia seguinte, coisa que eu nem lembrava mais como era, de tanto tempo que fazia desde a última vez que entornei todas.

Acordei no dia seguinte com uma dor de cabeça do cão e um enjoo descomunal. Fiquei rolando na cama cheia de mal estar, sem saber se descia pra tomar remédio ou se ia pro banheiro tentar acabar com o enjoo. Foi então que Gabi apareceu e viu meu estado deplorável. A bichinha logo se prontificou a fazer um chá de boldo para eu tomar, e eu fiquei super feliz com a preocupação dela, hehhehehe, e rezando pra ela voltar logo.

Daqui a pouco sobe ela com o tal chá, que eu entornei duma vez só para não sentir o gosto insuportavelmente amargo que o boldo tem. Depois do gole final, aquele em que invariavelmente sentimos o gosto do que tomamos, achei que meu porre era tamanho que nem o gosto amargo do chá eu estava sentindo mais…. e boldo, todas sabem que só não é mais amargo por falta de espaço. Acabei pegando no sono de novo, e ainda bem que acordei beeeeem melhor, graças ao “boldo”!

No dia seguinte, fui lavar a louça e vi a caneca com o resto do chá e as folhas dentro… cri cri cri cri cri…. As folhas dentro da caneca, definitivamente, não eram de boldo, mas de sálvia, que uso para temperar peixes e massas, quando cozinho aqui em casa, uhahuahuahuahuauhauhuhaauh.

Chamei Gabi e perguntei se ela sabia chá de quê tinha me dado, e ela, olhando com os olhos assustados disse: BOLDO? E a cara dela, de dúvida e apreensão?! Quando eu falei que ela tinha me temperado com sálvia, caímos na gargalhada, e ela me disse que eu me curei pela força do pensamento, já que achava que era boldo também! uhauhuahuhauhauhauha Foi então que ela resolveu consultar a internet e ver pra quê serve chá de sálvia:

Descrição:
A sálvia (Salvia officinalis L.) é uma planta medicinal, utilizada como antiespasmódica e estimulante. Como estimulante, atua no coração e nos rins, além de ser sudorípara e tônica. Também é conhecida como salva ou salva-das-boticas. É uma planta pequena, um arbusto que chega, no máximo, a meio metro de altura. Possui muitos ramos e flores azuis. Suas propriedades medicinais, no entanto, residem nas suas folhas, que contém um óleo aromático, além de resinas e bálsamos.

Indicação:
Tônico mental, azia, bronquite, catarro, diabete, diarreia, digestivo eficaz, estomatite, gengivite, inflamação, excesso de oleosidade, reumatismo, vômito, tosse, menopausa, faz vir a menstruação.

Partes usadas:
Folhas

Como fazer:
2 colheres/sopa de erva para um litro de água quando a água alcançar fervura, desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida é só coar e beber.

Como beber:
Tomar 2 a 3 xícaras ao dia.

fonte: http://www.melhoramiga.com.br/2010/01/os-beneficios-do-cha-de-salvia/

E só assim, ficamos sabendo quais as propriedades medicinais da sálvia, que costumo usar sempre nas minhas receitinhas.

Beijos!

Adri =D

Winter Affair – Color Club

Boa noite meninas!

Aqui estou, apreensiva, ansiosa, ainda não acreditando na minha realidade, que é muito feliz. Meu príncipe encantado Matheusinho não virou sapo, e cada vez que nos falamos por telefone parece que o mundo vai acabar, de tanta saudade e vontade que ele esteja aqui comigo.

Sei que todo início é assim mesmo, mas eu sinceramente espero que esse sentimento dure para sempre para ambas as partes.

Cada dia que passa eu me surpreendo mais com ele, com seu carinho imenso por mim, com sua paciência, com sua forma gentil, encantadora e apaixonada de falar comigo, como se eu fosse uma princesinha. Como ele mesmo diz, ele está se sentindo como um adolescente em sua primeira paixão. Ele me disse que nunca admirou e gostou tanto de uma mulher como está sendo comigo, e continua afirmando que fará tudo que ele puder fazer para ele não me perder, e quer muito que eu goste dele o suficiente para me casar com ele (huhahuahuahuahua, mais um querendo me fisgar), pois ele quer formar uma nova família, e não quer ficar sozinho pra sempre. Sim, já sei que vocês estão pensando que é papo de homem. Eu também penso muito nisso, e às vezes me pego me criticando por acreditar tanto nele. Mas é diferente… eu sinto que é diferente. Eu quero que seja diferente!

Ele me disse que ele teve várias namoradas depois do seu divórcio, e que todas manifestaram grande desejo de se casarem com ele (entendo perfeitamente o porquê..), mas ele não queria casar com nenhuma delas; e agora que ele encontrou alguém com quem quer muito se casar (eu), ela não quer casar, hahahahaha. Mas ele disse que vai me convencer a aceitar, hehehe. Essa eu quero ver! Temos MUITO chão pela frente antes de cogitar essa remota possibilidade. Preciso, dentre outras coisas muito importantes, conhecer a família dele.

Ele virá na sexta feira, e, como diz a raposa do livro Pequeno Príncipe: “Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieta e descobrirei o preço da felicidade!” Coincidência? Ele chegará na sexta às quatro da tarde, hehehehe.

E para completar a felicidade, assim que ele chegar ele irá comigo à concessionária para pegar meu carrinho novo, que chegou hoje. O carro será revisado e alguns acessórios serão instalados. Minha sexta perfeita será encerrada com um maravilhoso jantar no Lucca, meu restaurante preferido. Precisamos, afinal, comemorar mais essa vitória! E para a sexta ser encerrada à perfeição, vamos namorar muito e matar a saudade de quase duas semanas separados.

Estou vivendo um conto de fadas, e tenho agradecido a Deus por ter me dado esse presentão, que foi bem maior do que eu pedi. Queria que durasse para sempre…Acho que valeu a pena esperar!

Eu ia fazer minhas unhas só na sexta, mas de manhã terei um compromisso, e amanhã meu dia também será cheio. Então, resolvi fazer hoje mesmo. Espero que o esmalte dure até domingo, hehehehe.

O escolhido da vez é o WINTER AFFAIR da Color Club, que tem uma cor que não uso há muito tempo.

Winter Affair - Color Club6

Esse esmalte é um espetáculo. A cor é super linda; um bordô com glitter tipo glass-flecked, mas fininho.

Winter Affair - Color Club5

O bichinho brilha lindamente no sol. Passei duas camadas e finalizei com Brilho Cristal, que “acendeu” bem mais os bilhos do esmalte.

Winter Affair - Color Club4

Este entrou para a lista de esmaltes do coração, hehehehe. Adorei, pela cor e pelo brilho lindo.

Winter Affair - Color Club3

Winter Affair - Color Club2

Winter Affair - Color Club

Na sombra não brilha tanto, apesar de a cor continuar sendo linda.

Esse esmalte é toxi-free, e pode ser comprado por R$ 13,50 na Esmalteria da KK.

E para encerrar o post de hoje, uma BF, para divertir vocês.

Fui de manhã na pedicure, mas ela acabou esquecendo que tinha marcado horário pra mim e marcou outra coisa. Fiquei uma fera, quando cheguei lá e a vi de saída. Ela pediu desculpas e marcou de novo pra amanhã. E pra não perder a viagem, resolvi ir numa loja comprar comida para a ave e uma coleira nova pro Harry, pois ele perdeu a dele sabe Deus onde. Chegamos na frente da loja, eu parei o carro atrás de outros carros que estavam estacionados e liguei o pisca-alerta enquanto Gabi descia e ia até a loja. E eu fiquei no carro fuçando meu celular, vendo emails, Facebook, etc. De repente, ouço um som alto de alarme, mas achei até que fosse algum alarme de carro; e continuei no telefone sem olhar pro que era. Mas só que o barulho não parava, e estava alto demais pra ser de carro. Então, olhei pra loja, e vinha Gabi saindo da loja, branca como uma vela, e com cara de Madalena arrependida. Por uma questão de segundos não entendi nada, e vendo Gabi parada na frente da porta da loja, com o alarme soando a toda altura, observei que as luzes da loja estavam apagadas e que não tinha ninguém dentro dela. Olhei o relógio, e era pouco mais de 8:30 (o comércio em Macaé abre às 9). Então caiu a ficha; o pessoal da loja foi embora na noite anterior sem trancar a porta da loja!!!!! Gabi entrou normalmente, e o alarme soou.

Quando entendi o que estava acontecendo, eu comecei a rir, pois Gabi ficou parada na frente da porta da loja como quem estivesse esperando a polícia chegar para se entregar! uhahuahuahuahuahuauhahua. Gente, vocês tinham que ver a cara dela!!!! Daí chegou o zelador do prédio onde fica a loja e Gabi explicou pra ele o que tinha acontecido, mas ao invés de ir logo pro carro pra gente ir embora, ficou lá parada com cara de pateta, como se quisesse provar pra todo mundo que ela não queria assaltar a loja, uhauhauhahuahuauha. Foi quando finalmente a chamei para irmos embora.

Essa Mary é protagonista de cada episódio que até Deus duvida!

É isso então, meninas. Vou tomar um banhinho pra ficar cheirosinha.

Bjk em todas.

Adri :D

Um Ótimo Carnaval

Boa tarde, queridas amigas.

Hoje não tem esmaltinho. Aliás, meu Beige Élégant saiu ontem, quando tentei abrir um vidro de xarope para o meu “cheri“. E como levantou um pedação de esmalte, eu resolvi tirar logo tudo. Vou fazer mais uns 2-3 dias de tratamento e depois pinto de novo.

O que vim fazer aqui é contar sobre o segundo melhor carnaval da minha vida; sim o segundo. O primeiro foi em 89, em Recife, quando terminei um namoro de 6 anos e fui curtir o frevo contagiante daquela cidade. E esse de Recife será sempre o melhor carnaval da minha vida, independentemente do que aconteça daqui pra frente.

Eu nunca curti carnaval, porque não gosto de samba. Calhou de em 89 eu ter ido pra casa do meu irmão, que morava em Recife, na época, logo depois de ter terminado o tal namoro de 6 anos. Queria espairecer, esquecer a separação de uma convivência tão longa, indo para um lugar alegre e cheio de sol. Depois de ter sido uma garota certinha desde o início do namoro, aos 16 anos de idade, estava eu, com 22 anos perdida naquela terra divina que é Recife. Calhou de eu ir na semana de pré-carnaval – olha que azar, hehehehe. O ritmo fervente do frevo é tudo de melhor que já conheci na vida em pleno carnaval. É contagiante sua eletricidade e o efeito que ele faz no meio da multidão de foliões jovens e rodeados de amigos que só querem curtir a vida.

Meus tempos de Recife, com amigos

Meus tempos de Recife, com amigos

Nesse carnaval de 89 fiz ótimos amigos, curti minha vida como nunca tinha curtido antes, namorei como nunca namorei antes e soltei as frangas como nunca soltei antes. Foi uma época realmente inesquecível, mas que não  viveria de novo, já que meus conceitos hoje são outros.

Sendo hoje uma mulher já madura e vivida, com dois “casamentos” nas costas, o que eu quero mesmo é uma estabilidade emocional. Quero ser uma pessoa feliz, ao lado de alguém que realmente me ame e me valorize; e, principalmente, me aceite como eu sou, e me ache linda em qualquer idade.

Como a maioria aqui sabe, recentemente conheci um homem pela internet, indo contra meus princípios de tantos anos, já que nunca olhei esse negócio de relacionamento pela internet com bons olhos. Sei que tem muito homem safado e pilantra por aí tentando se dar bem com a ingenuidade feminina. Mas assim como eu estava ali, cheia de boas intenções, acreditei que poderia haver um homem com as mesmas intenções verdadeiras que eu.

Eu já havia conhecido uma pessoa antes, mas que realmente mostrou ser uma pessoa meio nonsense, meio doidinho, e que realmente me afugentou e me deixou questionando se deveria ou não insistir no tal site. E por sorte eu não desisti e não saí; mas também parei de procurar. Deixei que me encontrassem, somente. E foi assim que fui encontrada pelo meu namorado.

A vontade de falar comigo foi tanta, que ele me mandou logo 3 mensagens enormes, uma atrás da outra. E não tenho como negar que isso me chamou a atenção, já que ali naquele site todos os homens são uns preguiçosos. 99,9% deles só foca na foto e não lê uma palavra do que levei horas pra escrever no meu perfil (no site há uma ferramenta que nos permite ver quem entrou no nosso perfil para lê-lo). E para esses preguiçosos, eu já tinha uma “mensagem-guilhotina” pronta para ser disparada.

Pela descrição de homem que busco, com todas as qualidades que listei, somente JESUS CRISTO se encaixa, uhauhahuauhahua, porque é o “homem” mais que perfeito. E dado o aparente desespero de me chamar a atenção, o Matheus (o namorado) acabou escrevendo “um livro”, se descrevendo de uma forma em que ele se encaixava em praticamente tudo que eu procurava.

Ele é engenheiro químico e engenheiro ambiental. É um empresário do Rio de Janeiro, com 50 anos, divorciado há 3 anos. Segundo ele, vinha buscando alguém com meu perfil há bastante tempo, e tendo conhecido várias mulheres, não se interessou por nenhuma, pois nenhuma lhe parecia “desafiadora” como ele me descreve.

E o questionando do por quê procurar alguém na internet, já que ele poderia perfeitamente ter muitas mulheres sem usar esse meio, ele me respondeu que cansou de perder tempo saindo com mulheres, gastando horas de conversa para descobrir que a pessoa não tinha nada do perfil que ele buscava. Isso pra mim soou como se fosse ume entrevista de emprego, rsrsrsrsrs. Mas ele disse que era quase por aí mesmo, só que o cargo pretendido seria o de namorada, rsrsrsrs. Então, ele disse que achou mais fácil procurar no site de relacionamento, pois lá não se perde tempo, já que as pessoas têm espaço para descreverem seus perfis, como são e o que buscam, quase como um curriculum, rsrsrsrs. E como eu escrevi praticamente uma bíblia na descrição do meu perfil, ele pôde ver exatamente em quê eu me encaixava na sua busca e em quê ele se encaixava na minha. E foi assim que ele fez de tudo para chamar minha atenção e ter uma resposta minha.

E tendo ele também quase escrito um livro nas suas 3 mensagens, descrevendo todas as qualidades que tem (e que eu buscava), eu realmente fiquei pra lá de curiosa. Como poderia alguém ser praticamente perfeito? E por conta disso, começamos a nos falar pelo Skype. Ficamos algumas semanas nos falando, e eu realmente fiquei encantada com a inteligência, a forma meiga de falar, a forma como ele tem muitas afinidades comigo, o seu equilíbrio, seguro de si, sabe o que quer, e tantas outras coisas que fui observando no decorrer das nossas conversas.

E a cada nova conversa eu ia me encantando mais, sabendo mais da vida dele, me interessando mais e desejando mais conhecê-lo pessoalmente. Nada me desanimava, diferente do que aconteceu da primeira vez. Só que como eu não pude ir para a casa da KK, ele resolveu vir para Macaé me conhecer, e assim ele fez. Ele preferia falar mais coisas sobre si pessoalmente.

Chegou aqui no domingo à tarde, depois de horas que pareceram dias. E quando chegou, meu coração quase saltou pela boca. Ele desceu do carro e eu me dirigi a ele como se fosse um amigo de longa data e que não via há anos. Dei um longo abraço nele e ficamos parados por alguns instantes olhando um para o outro com sorrisos nos olhos e em um silêncio de encantamento que só foi quebrado quando ele me disse que eu sou mais linda pessoalmente do que nas fotos (suspiro…).

E depois que ele me entregou uma caixa de bonbons finos, (que eu amei, já que adoro chocolate, hehehehe) eu o convidei para entrar. Nos sentamos na varanda e conversamos por muitas horas, tendo parado somente para irmos almoçar na praia. Eu queria saber tudo sobre ele, tudo sobre seu passado, tudo sobre seus planos para o futuro. A cada hora que passava, ouvindo sua voz linda, grave, calma e segura de si narrando suas histórias de vitórias e derrotas, eu me sentia mais feliz e mais esperançosa de que tinha encontrado o homem quase perfeito que eu tanto queria.

Ele é um homem carinhoso como nunca vi. Ficava fazendo carinho nos meus cabelos, segurando minha mão o tempo todo, fazendo carinho nos meus dedos, beijava meus dedos e minha mão, e olhava para mim com olhos de encantamento, como quem vê um oásis num deserto escaldante. Simplesmente não há como um ser humano resistir a tanta manifestação de admiração e carinho. Como ele mesmo disse em seu perfil, toda a sua beleza estava dentro de si, e eu vi a mais hipnotizante das belezas da alma. É como olhar para a medusa e ficar petrificada. É como se Deus tivesse personificado boa parte da pessoa que eu imaginei pra mim.

Mas mesmo estando tão levitante com tudo que vira até então, ainda me restavam muitas incertezas, já que a vida a dois não se trata somente de conhecer o ser interior.  Mas teríamos ainda dois dias pela frente, em que teríamos bastante tempo para nos conhecermos ainda mais.

E pulando para o final feliz, já que não convém detalhar os entretantos de toda a história, só posso dizer que foram 3 dias perfeitos, cheios de felicidade, de esperança e de muitas borboletas no estômago. Ele tem um beijo deliciosamente apaixonante (e adora beijar, como eu, rsrsrs), assim como é apaixonante (e surpreendente) todo o resto e todo o futuro promissor que essa relação mostrou ter.  Além disso, sabe usar com perfeição uma privada, uhauhahuauhahuahu.

E num dos nossos passeios à praia, de mãozinhas dadas e depois sentadinhos e abraçadinhos como dois namoradinhos olhando para o mar, já no cair da noite, com a fresca brisa marinha soprando meus cabelos, ele segurou meu rosto com as duas mãos, e olhando nos meus olhos me perguntou, com os olhos brilhantes e voz cheia de esperança, se eu queria ser sua namorada. Fala sério…depois de tudo que eu vi, tinha como dizer não? Não! Eu sorri e disse que sim, é claro! E o beijo apaixonado que se seguiu foi digno de um filme de romance, daqueles que a gente sente vontade de beijar o primeiro que aparecer, sabe como é? rsrsrsrsrsr

Ele me disse que fará tudo que eu quiser para ele nunca me perder, pois ele não quer nunca se afastar de mim. Disse que viria todos os fins de semana, desde que eu o chamasse. Disse que ama a cor branca da minha pele, e que mais pareço uma estátua de mármore grega. Na praia, levou mais de meia hora para tirar todos os grãozinhos de areia dos meus pés (TODOS, literalmente), passou protetor solar e ficou beijando meu pé, dizendo que tudo em mim era lindo. Agora me digam, como é possível uma mulher resistir a isso? Mas o ponto disso tudo, é que nada dessas coisas que ele faz parece ser encenação. Parece que vem mesmo do fundo do coração. Sinto que é verdade, pela expressão do seu rosto, pelo brilho nos olhos, pelo tom da voz quando fala, pela suavidade dos gestos…

Ele até brincou, dizendo que ia parar de beijar meu pé porque senão as outras mulheres na praia iriam começar a brigar com seus maridos perguntando por que eles não fazem o mesmo com elas, hehehehe.

Só sei de uma coisa: foi duro vê-lo ir embora ontem no fim do dia. Ele agora só volta no dia 23 :(. Mas continuaremos nos falando pelo Skype, por telefone e torpedos, com certeza.

Bem, meninas, sei que muitas estavam curiosas e até preocupadas em saber mais sobre esse fim de semana. Sei que muitas torcem pela minha felicidade, principalmente as que me acompanham há tanto tempo e sabem de todo o sofrimento por que passei. Acho que agora chegou a hora de Deus me trazer o conforto na forma de uma pessoa maravilhosa que me faça me sentir amada.

Quero mais uma vez agradecer a todas as minhas queridas amigas por tudo que fizeram por mim. Por terem estado comigo aqui quando eu me senti tão só e abandonada. Que me apoiaram com tantas palavras carinhosas e de incentivo. Não sei se teria conseguido superar tão rápido minhas dores se não tivesse sido por vocês, minhas amadas amigas.

Tenho muita fé de que eu ainda trarei pra vocês muitos momentos bons, e que continuaremos juntas ainda por muitos anos. E espero que antes que eu me vá para a eternidade, tenha conhecido pessoalmente boa parte de vocês.

Um ótimo fim de quarta-feira pra vocês, amigas.

Grande beijo

Adri :D