Sardonyx – Models Own, por Deise Garay

Oi, Gurias, tudo bem?

Aqui estamos em meio a uma frente fria deliciosa, mas que vai acabar logo. Provavelmente virá outra em seguida, depois vem o veranico de maio, até vir o frio mesmo. Vamos aguardar! Já separei minhas agulhas e comecei a tricotar, antes que o frio fique sério!

Neste primeiro ensaio outonal, escolhi um esmalte escuro, cor de vinho, uma das minhas favoritas. A marca Models Own é inglesa e a KK deixou de vender faz algum tempo, graças às “simpáticas” leis britânicas que impedem a exportação de materiais perigosos e inflamáveis, entre eles, nossos queridos esmaltes!
sardonyx - models own 020
Felizmente tenho uma amiga em Londres, e ela aproveitou a vinda de parentes para o Brasil, para trazer encomendas para as amigas tristonhas…hauhahahua
O Sardonyx faz parte da coleção Velvet Goth, que tem a tampa aveludada.
sardonyx - models own 014
Todos são lindos, mas só comprei o Sardonyx e o Amethyst. Pensei que fosse sand, mas é glitter normal, hexagonais prata e micro pretinhos em base jelly vermelha. Na primeira camada, parece que não vai dar certo nem com quatro…mas é preciso deixar a primeira camada secar, para passar a segunda, e assim funciona bem. Só que em algumas unhas, fiz besteira, e precisei da terceira camada!
sardonyx - models own 031
Ficou bem “sand” embora a cobertura não seja essa. Na verdade, é um sand mais delicado, do tipo que não pegaria na meia-calça…acho! Baah, não vou poder usar meia-calça no inverno quando usar sand? No dia que precisar da meia, usarei o Seche Vite! Sempre temos soluções, né?
Quando usei o Sardonyx, meu Seche Vite ainda não tinha chegado. Então usei o Vefic Espelho D’Água, duas camadas para ficar bem lisinho. Adorei dos dois jeitos, mas fosco é insuperável! Não usei o peel off, porque apagay da mente que existe um produto facilitador na hora de retirar! Demorei meia hora e gastei meio frasco de Lutex para tirar…BEM FEITO!!! 
Valeu ter usado um esmalte tão lindo, mas durou só três dias e começou a lascar de leve nas pontas. Se eu tivesse usado um cremoso por baixo, talvez tivesse durado mais.
Meu aniversário ainda rendeu um presente lindo! A Adri me trouxe um mimo cheio de carinho e beleza!
compras abril 2014 001

Não vejo a hora de mostrar para vocês. Testei o Kiko numa unha e achei uma loucura! O próximo post vai ser dele, ok? Muito obrigada, amiga!
Beijos a todas!
Deise

968 – Inglot

Boa tarde senhoras e senhoritas!

Hoje resolvi colocar um esmalte que achei super fofo assim que bati os olhos nele: 968 da INGLOT, uma marca polonesa que tem lojas em algumas partes do mundo. Comprei esse em Roma.

968 - Inglot

Ele é um verde abacate mega pastel, e ainda há quem diga que isso é amarelo, com o que discordo totalmente! Como podem ver amarelo como cor predominante nisso????

968 - Inglot2

Ele é peroladinho, mas o perolado só se pode ver mesmo no vidro, porque nas unhas, só mandou lembranças.

Ele é muito fluido, e escorre para os cantos das unhas, infelizmente. Por esse motivo, tive que sambar pra limpar tudo, porque esmalte claro assim impregna na pele e é um uó pra tirar. Mas ainda bem que consegui limpar à minha satisfação.

Nesta mani foram 3 camadas, como era de se esperar, e finalizei com Seche Vite.

968 - Inglot3

Não é uma marca “barratinha” não. Foram 13 euros nesse vidro, na loja em Roma. Só comprei porque não tenho nenhum esmalte dessa cor, que eu amei, e porque não tinha nenhum esmalte dessa marca ainda.

Achei a cor super meiguinha, e resolvi dar uma carimbadinha básica com o China Glaze Peace on Earth, meu preferido para esse tom de esmalte de fundo. Usei a régua DRK-D3.

DRK-D3c2

E o feriadão está chegando, e o tempo está perfeito pro meu gosto. Friozinho gostoso com chuvinhas esporádicas. Podia ficar sempre assim, pra mim. Irei rever minha Mary, que agora está ruivinha. Resolveu pintar as madeixas e se destacar no meio da multidão (virou ponto de referência, agora, hahahahahahaha).

Gabi

Tirando a brincadeira, achei que ela ficou mais linda do que já é (babona…). Estou ansiosa para apertá-la.

Acredito que não postarei aqui tão cedo, então, desejo a todas um excelente feriado.

Beijos no coração

Adri ;)

Bright Orange – 357 – Kiko

Olá garotas!

Hoje trago para vocês um laranjão perfeito, o BRIGHT ORANGE, da Kiko (357).

Bright Orange - 357 - Kiko4

Ele é um esmalte cremoso com uma ótima cobertura, de um laranja super intenso e vibrante, embora não seja neon. Quaaaaaase fecha com uma camada; faltou pouquíssimo! Como ficou um leve fantasminha da unha sob a camada única que tinha passado, resolvi colocar uma segunda, para fechar bem. Fiquei bem surpresa com a cobertura, pois eu sinceramente esperava que fossem necessárias pelo menos umas 3 camadas. Comprei esse esmalte porque amei a cor, mesmo que fosse aguadinho.

Bright Orange - 357 - Kiko3

Ele tem um brilho muito bom, mas eu finalizei com top coat para disfarçar as ondulações da unha. E como podem ver, acrescentei uma peninha da cartelinha de decalques de água D-1717 da Born Pretty Store.

D-1717

Realçou muuuuito bem na minha pele clara; adorei!

Bright Orange - 357 - Kiko2

E no polegar, usei uma pena maior, mas que era azul, com bolinhas igualmente azuis, e acabou ficando com uma cor meio esquisitinha, porque o decalque é transparente, e não opaco, o que é uma pena. Se ficasse azul sobre esse laranjão ficaria magnífico! E no anelar, usei a peninha preta.

Bright Orange - 357 - Kiko

Mas independentemente disto, achei que ficou uma mani linda!

Esse esmalte eu trouxe da Itália, e você poderá comprá-lo na Elements Cosméticos, por 19,99 (por que não colocam logo 20???). Basta clicar no link e ir descendo, procurando a cor 357.

E na BF de hoje, disserto sobre opiniões. Como diz o povo na linguagem chula, opinião é como ânus (para não dizer a forma exata como falam por aí), cada um tem a sua. Acho ridículo pessoas comprarem briga com outras porque têm opinião diferente de você. Acho que você tem que dar sua opinião e pronto, não impondo que os outros a aceitem. Fique na sua e chega, a menos que te questionem o por quê da sua opinião. Agora, comprar briga (quase que literalmente), porque você tem uma opinião oposta da da pessoa, acho o cúmulo da falta do que fazer. É porque a vida está tranquila e monótona demais, né? Ou talvez seja falta de uma pia cheia de louça para lavar e se ocupar com coisas úteis.

Esse tema entrou aqui hoje porque eu comentei numa página local no Facebook, uma postagem que dizia que mulher grávida e idoso causam sonolência porque as pessoas que estão nos ônibus sempre fingem que estão dormindo para não darem lugar a essas pessoas, como reza a boa educação e cortesia. O comentário que fiz no post da página, é que acho o povo brasileiro, no geral, um povo egoísta e mal educado. Essa é a minha opinião, com base nas coisas que já vi nas muitas viagens que já fiz ao exterior. Lá fora as pessoas se importam com você, na grande maioria das vezes, mesmo sem lhe conhecer.

Eu mesma já passei por uma situação em que eu fiquei envergonhada (postei aqui, quando estava em Santa Monica, na California, em 2011) porque não fui mais solícita com alguém que precisava de atenção. Mas eu sou brasileira, e lamentavelmente tenho muito dessa cultura “ruim” daqui enraizada na minha pessoa. Aqui o lema é cada um por si e Deus por todos. 

Mas sobre a questão de dar lugar a idosos e grávidas, canseeeeeei de levantar pra eles sentarem, fosse em ônibus ou em metrô, e eu levantava do banco olhando pras caras dos homens barbados que fingiam que não era com eles.

No trânsito, procuro sempre dar passagem a pedestres, ou a carros que querem fazer uma curva difícil em um cruzamento que não tenha sinal, ou a carros que querem entrar na pista e ninguém deixa. Eu fico furiosíssima quando saio do meu condomínio para pegar a pista principal, vou pelo acostamento dando seta para a esquerda para entrar na pista, e os desgraçados que vêm atrás aceleram pra não deixar que eu entrar. Canseeeeeeei de passar por isso. Hoje, eu simplesmente dou seta e jogo o carro em cima, e se bater, que se dane! No final eles sempre acabam deixando eu entrar pra não baterem no meu carro. E ainda tem os irritadinhos que metem a mão na buzina, e eu, simplesmente ligo o “ph…-se” e finjo que não é comigo. É claro que assim como eu, há muitas pessoas que tem um pouco de educação, mas essa cortesia são poucas pessoas que têm, lamentavelmente. Penso que não custa nada ser prestativo e ajudar os outros, não só em situações assim, mas no geral.

E quando fiz o tal comentário na página, a pessoa que publicou o post se sentiu insultadinha e veio com 5 pedras na mão, dizendo que se eu achava o braseeel ruim que fosse embora daqui, e não foi com essa “gentileza” que ela falou, e tampouco foi só isso que disse. Agora a pergunta: tem necessidade disso??? É claro que toda ação desencadeia uma reação, e não ficou por isso, porque não sou de levar desaforo pra casa. Sou uma pessoa com minhas opiniões, não tento convencer ninguém de que a minha opinião é a melhor. Espero que as pessoas aprendam a respeitar a opinião dos outros ao invés de simplesmente atacarem. Penso que a dita devia estar com algum tipo de carência naquele dia, e queria pegar um pra Cristo. E não satisfeita, agora resolveu, depois de 4 meses remoendo o assunto (enquanto eu nem lembrava mais dele), começou a mandar emails para mim, de emails fictícios criados somente para este fim, dizendo que espera que eu vá embora logo do braseeel, e mais alguns insultinhos, para não perder o costume e a evidência de que é boa braseeeleira. Então eu pergunto, isso é ou não é falta do que fazer???? Por que essa criatura não vai fazer um trabalho voluntário ao invés de ficar se preocupando se eu estou ou não estou nessa porcaria de país ainda??? Chega disso!

Para as que não sabem da notícia ainda, meu Quindim faleceu na sexta feira, enquanto eu fazia carinho nele. Me deu muita pena, mas espero que ele tenha ido com a certeza de que foi muito amado.

Beijos, e não percam o eclipse lunar desta madrugada! Eu não vou poder ver porque o tempo aqui está uma porcaria.

Adri =|

Pouco a Pouco – Cliché

Boa noite moças!

Não sou Mangueira – aliás, não sou de escola de samba nenhuma, porque detesto samba, mas depois de um verde legal, trago para vocês um rosa lindo: POUCO A POUCO, da Cliché.

Pouco a Pouco - Cliché4

Esse é um sand lindo e perfeito, da marquinha portuguesa que anda a me arrancar suspiros ultimamente. Amei o esmalte, e as cores, e esse rosa é muito pertfeito!

Nessa mani, foram duas camadinhas do esmalte, que praticamente não precisei limpar da pele, porque é imensamente fácil esmaltar com ele.

Pouco a Pouco - Cliché

A imensa vantagem dos sands é esconder toda e qualquer imperfeição das unhas, e isso confere à mani um acabamento perfeito!

Pouco a Pouco - Cliché2

Este esmalte eu ganhei da linda Cristina, do The Clockwise Nail Polish, mas muito em breve vocês poderão comprá-lo na Esmalteria da KK.

Pouco a Pouco - Cliché3

E na BF de hoje, lá se vai mais um porquinho… :(  Desta vez é o Quindim (esta é a foto dele, ano passado).

Quindous

Há uns dias ele não quer comer nada, emagreceu à bessa, e hoje está recluso debaixo da casa, respirando ofegante, com olhos semicerrados, pelo totalmente opaco e feio. É muito triste vê-lo nesta condição, mas minha amiga, que é veterinária, disse que esse é o comportamento normal dos que sabem que estão indo embora. Infelizmente a veterinária daqui do bairro não faz eutanásia em animais silvestres, então, vou deixá-lo seguir sua natureza reclusa até que a morte o leve. :(

Concluo que ter bichos de vida curta é muito ruim, principalmente se nos apegamos demais a eles. Mas penso que não sofrerei tanto com a partida do Quindim como foi com o Zip. Acho que sofri mais com ele porque ele não se locomovia mais, embora estivesse bem do resto, e por conta disso ele acabou ficando mais tempo do meu lado para que eu cuidasse dele e o alimentasse.

Uma coisa é certa; nunca mais terei porquinhos-da-índia!

Tenham todas um ótimo fim de semana.

Beijos

Adri :(

 

Imperial Jade – Jade

Boa noite, girls!

Estive olhando meu Instagram e observei que há tempos não posto um verde (e põe tempo nisso; 3 meses!). E o último verde foi justo o Mirage, da Jade, marca do esmaltinho de hoje: o IMPERIAL JADE, da nova coleção Joias Líquidas.

JadesDiamond

O Imperial Jade é um dos 3 esmaltes da coleção que tem acabamento Matte Illusion, que é  fosco, mas com muuuuuito brilho dos micro-glitters glass-flecked que fazem parte da fórmula.

Imperial Jade - Jade3

Como todas estão carecas de saber aqui, verde não é meu forte, mas as fotos desse esmalte ficaram tão lindas, que nem parecem minhas unhas, heheheh. Tirei um pouco da luminosidade na câmera, para que o brilho do esmalte pudesse “saltar mais aos olhos”, e vocês pudessem ver como o bichinho é chyque!

Imperial Jade - Jade

Com duas camadas normais, cobriu à perfeição. Foi super fácil de esmaltar, e praticamente não limpei. Estou ficando expert em esmaltação americana!!! Mas definitivamente, o pincel tem grande participação no êxito, e eu acho os pincéis da Jade óóóótimos, apesar de não serem achatados e largos. Eles têm bastantes cerdas e elas são do mesmo exato tamanho, o que deixa a esmaltação perfeita. Sempre vieram perfeitas pra mim; nunca peguei nenhum pincel arrepiado. 

Imperial Jade - Jade2

Os esmaltes matte há tempos estão fazendo sucesso nas unhas da mulherada, e a Jade acertou na mosca juntando o acabamento fosco com brilho drag queen. O glitter brilha bastante na luz indireta, e fica lindíssimo no acabamento fosco.

*** ESTE ESMALTE NÃO É 3 FREE ***

Para serem esmaltes perfeitos, só falta agora serem 3-Free! 

Esse esmalte pode ser comprado na Esmalteria da KK a 5,00, mas infelizmente no momento está em falta. Marque lá que quer ser avisada quando retornar ao estoque, que você receberá um email avisando.

Então é só por hoje, meninas. Volto em breve com mais belezinhas para vocês.

Fiquem bem, e boa noite!

Adri =D

Dublin – Doyda por Esmaltes!, por Tati Baena

E ai meninas? Tudo certo com vocês?

Pra mim está mais ou menos; depois eu conto!

No post de hoje vou mostrar pra vocês um lindo que ganhei da KK, o Dublin da marca Doyda por Esmaltes. Assim como o Dulce, que postei aqui pra vocês, ele tem uma cobertura boa e seca em tempo médio, em relação aos outros esmaltes que tenho. A maioria dos que tenho seca rapidamente, ou seja, quando a gente termina de esmaltar a segunda mão a primeira já está seca ao toque. O Dublin demorou só mais um “cadim”; nada tartaruga. Não deu tantas bolinhas como o Dublin, mas ainda assim deu. :/

O pincel da marca é achatadinho e é uma delícia pra quem faz esmaltação americana. ;)

Nessa mani usei uma camada de Nail Envy da OPI, duas camadas do Dublin e finalizei com….adivinhem……rsrsrsrs POSHÉ!

Esses dias me chamaram de embaixadora do Poshé hauahuahauahuahau. Agora sou mesmo, e mais ainda porque a base da Poshé e estou amando! Ela é de secagem rápida e ajuda também o esmalte a secar mais rápido, muito bom né?

O Dublin não é  3 Free, o que é uma pena, pois essa marca tem esmaltes lindos!

Vamos às fotos!

Dublin

Luz artificial, branca

Dublin (12)

Luz do sol

No dia seguinte eu deu um up na mani, e carimbei com esmalte para carimbo prata da La Femme e o desenho da placa DRK-D4.

Dublin

Bom, como eu disse no começo do post, aqui a coisa está meio feia! Parece que alguém rogou as sete pragas pretas do Egito sobre mim! Está todo mundo  da família enrolado. Minha mãe teve mal-estar, e por ser hipertensa, a gente já fica de cabelo em pé. Ela foi ao médico, mas agora está tudo bem, amém!

Meu sobrinho e minha cunhada tiveram uma espécie de ‘virose” que é a doença da moda agora né? Passaram mal, tomaram remédio, e agora estão bem. A Gigi pegou uma gripe daquelas de dar febrão e tudo, fizemos inalações demos remedinhos e agora está melhorando. Porém, deu indícios de infecção urinária de novo, e fizemos exame semana passada, mas não deu nada. Fizemos novamente na segunda-feira, e deu uma alteração estranha. Hoje, ela tem que fazer um exame de urina de 24 horas, ou seja,  um dia inteirinho urinando num potão, affff!

Já eu, peguei uma infecção de garganta “braba”, fui ao médico e tive que tomar antibiótico! Isso pra mim é o fim. Além de odiar tomar remédio, esse tipo específico me faz um mal extremo! Conclusão, acabei o antibiótico e meu intestino desregulou todo! Fui ao médico outra vez e ele disse que foi o “maledeto” do antibiótico que estragou meu intestino. Agora ele passou um remédio para eu tomar por 15 dias, e uma dietinha básica pra acabar com o problema de “rainha”, uahuahauhauah.

É isso meninas! Espero que tenham gostado! Tenho bastante coisa bacana pra postar pra vocês!

Beijos em todas e boa semana!

Tati :*

Orah – La Femme, por Tati Baena

Oiê!

Dando continuidade aos atrasados que tenho pra postar, hoje é dia de La Femme!

Gente, sem puxar o saco, eu a-do-ro os esmaltes dessa marca! Os primeiros que tive foram os de carimbo, depois fui aos poucos conhecendo os holográficos e os cremosos.

Orah - La Femme2

Esse lindo faz parte da coleção Max cobertura da La Femme, eles cumprem o que prometem, cobrem com uma camada, eu só usei  2 camadas porque minhas unhas estavam mais compridinhas e eu achei que estava aparecendo a pontinha transparente, sei lá, sou dessas que tem TOC e é difícil eu usar uma camada só, a não ser que seja uma cor escura, ai até consigo ;)

Orah - La Femme

Ele seca super rápido e o brilho é excelente. Só passei top coat, porque como todas sabem, eu esmalto sempre tarde da noite, e como não queria correr o risco de amanhecer com estampa de lençol nele, taquei TC rsrsrs

Orah - La Femme3

Essa cor é assim mesmo, bem neon, bem acesa. Chama muita atenção!

A La Femme tem investido bastante na linha 3-free, mas infelizmente esse ainda não é. Acredito que logo eles terão toda a linha 3-free. Os novos holográficos já são. Ponto pra La Femme ;)

Nessa mani usei uma camada de Nail Envy da OPI, duas camadas do Orah e finalizei com Poshé.

Os Esmaltes da coleção Max Cobertura custam R$5,90 na Esmalteria da KK, mas infelizmente está em falta no momento.

É isso meninas! Boa noite!

Beijos

Tati :*

Fanciful Flight – Jessica

Olá meninas!

Não me aguentei e quis fazer uma mani para poder usar meus lindos decalques da Born Pretty. Carimbar fica lindo, mas a beleza esses decalques é impagável, porque eles são coloridos, delicados e deixam as unhas super lindas e mega femininas! E para acompanhar o decalque G065, escolhi o FANCIFUL FLIGHT, da Jessica. 

Fanciful Flight - Jessica2
D- G065

A cobertura desse esmalte é nota 10. Com uma camada já opaca. Mas como eu queria deixar o acabamento mais lisinho e nivelado, eu passei duas camadas.

Como o irmãozinho dele, Banana Peel, do último post, ele tem brilho de top coat. Um espetáculo!

Fanciful Flight - Jessica3

O tom desse esmalte é mais puxadinho pro cereja, e a cor é bem mais intensa (mais escuro, mais forte). A cor é MUITO mais bonita do que se apresenta nas fotos.

Fanciful Flight - Jessica

Depois de passar as camadas do esmalte, recortei a cartelinha de decalques, mergulhei rapidamente na água e puxei um pouco com o dedo para deslocar o decalque para fora do papel. Com uma pinça, retirei o adesivo, posicionei acima do lugar onde seria assentado, e colei. Foi mega fácil! Depois alisei com o dedo, e antes de finalizar com Seche Vite para proteger e nivelar a superfície da mani, eu usei o boleador para aplicar umas bolinhas de esmalte cromo bronze, para adicionar um brilhinho de perua. 

Fanciful Flight - Jessica4

Amei os decalques de flores e não resisti; comprei mais uns, de estampas florais diferentes, porque neste lote que chegou, comprei mais decalques com estampa de penas. Fica tão lindo com esses decalques que não dá vontade mais de tirar o esmalte. 

Esses decalques pequenininhos são bem mais fáceis de aplicar que os de unha inteira, e não temos o problema de assentamento do decalque em unhas mais curvadas, que é justo o problema dos de unha inteira. Acho que a KK podia pensar em vender desses decalques pequenininhos. Tenho certeza que não faltariam clientes pra comprar!

Beijos e até a próxima!

Adri =D

Banana Peel – Jessica

Bom dia, garotas!

Hoje trago para vocês um esmalte pelo qual eu simplesmente me apaixonei assim que pus meus olhos nele: BANANA PEEL, da Jessica.

Banana Peel - Jessica3

Não consigo olhar para essa cor e não lembrar de sorvete de creme; é a melhor definição da cor. 

Tem uma cobertura relativamente boa, mas achei que na segunda camada ainda ficou um fantasminha da unha por baixo, e cri cri como eu sou, passei uma terceira para não ficar mais de implicância. O brilho, é de top coat, definitivamente.

Banana Peel - Jessica2

O pincel é comum, redondinho, mas as cerdas são macias e fáceis de pintar. Só acho que poderia ter um pouco mais de cerdas. É o que dá se acostumar com outro tipo de pincel (largo e chato). Se fosse antigamente, eu estaria achando tudo perfeito!

Banana Peel - Jessica4

*** ESTE ESMALTE É 3 FREE ***

Esse amarelo não se parece com nenhum que eu tenha na minha coleção. E olhe que já passa dos 1500 vidros!

Eu achei o esmalte muito bom, principalmente o preço (16,00 na Esmalteria da KK)! Não consigo entender por que as meninas usam tão pouco esmaltes da marca. Quase não se vê dele nos blogs brasileiros.

Esse esmalte veio da Esmalteria da KK, mas no momento está em falta. Mas se você tiver interesse em comprá-lo, marque lá no site da Esmalteria que você quer ser avisada quando voltar ao estoque. Assim, a Katia compra mais dele para repor o estoque e você será avisada por e-mail quando for reposto. Mas independentemente disso, dê uma olhadinha nas outras cores. Tem umas bem legais!

E eu não consegui olhar para essa corzinha linda e não pensar numa carimbada cinza! E assim fiz. Fiz uma mistura de esmaltes de carimbo branco e preto e formou-se um cinza escuro, como eu queria.

DRK-D5

Nessa carimbada,  usei a placa DRK-D4. Depois de carimbado, usei o boleador para fazer as bolinhas com esmalte cor pêssego (usei o Tangerine Dreamz, também da Jessica). Finalizei com top coat para proteger a carimbada.

Não sei quanto a vocês, mas eu achei lindo!

E ontem finalmente recebi meu lote de decalques de água, que comprei na Born Pretty Store. Desde a compra, levou 3 meses pra chegar, e eu já tinha dado por perdido. Levou muito tempo porque comprei quando era período de feriado especial deles lá, e eles só voltariam ao trabalho duas semanas depois. Certamente quando voltaram tinha muita gente pra atender, e cheguei até a abrir uma reclamação junto ao Pay Pal, porque já tinha passado 2 semanas do prazo de retorno deles e nenhum e-mail de confirmação do meu pagamento ou do envio tinha sido mandado ainda. Enfim, dei por perdido, e me limitei só a colocar um post de reclamação na página deles no Facebook. Mas finalmente o processo começou a andar, lentamente, e quase dois meses depois recebi. Foi penoso todo o processo, mas ainda assim eu comprarei de novo na loja, porque achei tudo lindo! Estou doida para usar! Vejam!

decalques

Caso vocês queiram comprar, não façam como eu, que não peguei código de desconto. Em vários blogs estrangeiros há códigos de desconto, e eu só vi depois que comprei. Então, perdi 10% de desconto por falta de atenção ou afobação para comprar. E o frete custa em torno de 3 dólares. Não é nada, perto das lindezas que são esses decalques!

1D- BPS002 1D- BPS010 1D-1715 D- G065 D-1716 D-1717 D-1721 D-1723 D-1724 D-B 105 D-Y062

Bom fim de semana para todas.

Beijos

Adri =D

Carolina – Impala

Olá moças!

Estava olhando meu Instagram e vi que há tempos não usava um rosa pink, então, aproveitando o espírito “desenterrando marquinhas sumidas”, trouxe hoje para vocês um esmalte bem legal (sem ironia!), da coleção Isis Valverde da Impala: CAROLINA.

Carolina - Impala2

Fugindo um pouco à regra “Impala”, o Carolina é um esmalte que cobre bem com duas camadas. É um pink bem forte, que mais um pouquinho chegaria perto do neon. Nas fotos, parece um “inofensivo” pinkzinho, heheheheh. Ele tem um brilhinho perolado muito lindo, mas que não aparece muito nas unhas, a menos que tenha uma luz forte direta sobre ele.

Carolina - Impala4

Essa coleção inteira é 3-free, sendo que boatos correm que a Impala fez a coleção toxi-free, mas não anunciou ainda por estar em fase de testes. Não sei dizer se isso é verdade, mas fato é que no rótulo não tem os componentes que causam alergias.
Carolina - Impala

É uma cor sem grandes atrativos, por ser uma “cor normal”, mas não sei se estava in a mood para rosa, pois achei que minhas mãos ficaram lindas demais com esse esmalte. Ficou tão “Barbie”!

Quanto ao brilho, tirem suas conclusões: o anelar é o único dedo cuja unha não está com top coat (usei o da Sephora).

Carolina - Impala3

Este é o terceiro esmalte da coleção que uso. Usei ainda o MARIA, que é um branquinho suuuuuper lindo, com brilhinhos maravilhosos, e o HELENA, que é um verde-folha, ambos com uma cobertura não tão boa quanto o CAROLINA. Mas o MARIA eu penso que está ótimo sendo meio transparentezinho. Fica lindo de qualquer jeito, opaco ou transparente.

Já comentei que adorei a tampa do vidro. Achei que a repaginada da Impala nessa coleção caiu muito bem. A única crítica que tenho sobre a marca, ainda continua sendo a cobertura dos esmaltes e o cheiro meio perfumado que eles têm.

Na minha próxima viagem, olharei com mais atenção para os rosas, vermelhos e lilases, na loja da Kiko. Essa marquinha anda mesmo abalando os corações  da mulherada brasileira.

E fugindo um pouco do assunto esmalte, na BF de hoje trago minha receitinha de RISOTO DE CAMARÃO AO QUEIJO BRIE E ASPARGOS FRESCOS, que fiz no último fim de semana para nosso almoço (meu e da Thais). Essa receita dá pra 4 pessoas, e sobrou a metade. No dia seguinte, meu irmão veio aqui em casa e eu requentei com um pouquinho de leite, para soltar o bloco que fica quando o risoto vai à geladeira. Ele gostou tanto, mesmo requentado, que me pediu para mandar a receita para a esposa dele. Então, aproveitando que eu pus a receita no papel, resolvi trazer para vocês. Então, aqui vai!

1978646_618194324929690_1198647144_n

RISOTO DE CAMARÃO AO QUEIJO BRIE E ASPARGOS FRESCOS (4 pessoas)

1 kg de camarão limpo e bem sequinho

1 caneca (é mais que uma xícara) grande de arroz arbóreo (próprio para risoto – não pode lavar, senão perde a “goma”)

½ copo americano de vinho branco seco

Pimenta do reino branca

1 caixinha de queijo brie, cortado em cubos (com “mofinho” raspado da casca – não corte a casca fora, só raspe)

1 cebola média picadinha (não leva alho, atenção!)

½ xícara de creme de leite fresco

6 aspargos frescos pré-cozidos, mas sem deixar amolecer demais, senão desmancha (guardar a água para o caldo) – despreze a parte do caule que estiver muito lenhosa – aproveite só o que estiver macio.

Um pedaço de aproximadamente 3 dedos de tablete de manteiga (a manteiga ajuda na cremosidade do risoto)

Eu usei molho de peixe tailandês, que não tem no brasil pra vender, mas penso que se fizer o caldo com cabeças e cascas do camarão, ficará tão bom (ou melhor) quanto o caldo de peixe industrializado.

PARA O CALDO:

1 envelope de Hondashi Ajinomoto (tempero japonês em pó, em sachê)

2 cubos de caldo de legumes 0% gordura

1 litro de água (pode ser a água do cozimento do aspargo fervida com cabeças e cascas do camarão)

Faça o caldo antes. Coloque a água para esquentar, e se tiver cabeças e cascas do camarão, coloque junto. Se tiver cascas de camarão, deixe ferver por 5 minutos e coe. Se não tiver, assim que levantar fervura, apague o fogo, jogue os caldos de legumes e Hondashi e mexa até dissolver.

Antes de começar a fazer o risoto, derreta um pouco de manteiga e jogue o camarão numa panela grande em fogo bem alto, até perder a transparência (não deixar mais tempo que isso no fogo – de preferência, vá tirando os que perderem a transparência antes dos demais). Certamente criará água conforme for cozinhando. Vá retirando essa água conforme for se formando e jogando na panela do caldo.

Derreter a manteiga, jogar a cebola e mexer até ficar macia e transparente. Jogue o vinho branco e deixe reduzir um pouco para evaporar bem o álcool.

Jogue o arroz e os aspargos, e vá mexendo devagar até o líquido reduzir um pouco (se tiver). O segredo do risoto cremoso é ir jogando o caldo aos pouquinhos, conforme for reduzindo, e mexer devagar e sempre, então, faça assim até ficar quase no ponto (al dente, quando morde está LEVEMENTE durinho ainda). Neste ponto, jogue o queijo brie e o creme de leite e mexa até derreter e misturar todo o queijo com o arroz. Para uma caneca de arroz, leva uns 20-30 minutos jogando caldo e mexendo sempre. Quando estiver quaaaase pronto, jogue os camarões, mexa por mais uns 3 minutinhos e voilá!

O risoto não pode cozinhar além do ponto (al dente) senão vira mingau – fica horrível!

Caso precise requentar (sempre vira um bloco, depois de frio), coloque numa panela com algumas colheres de leite, amasse com um garfo suavemente, para não esmagar tudo, e leve ao fogo até ficar cremoso de novo.

Então é isso, garotas. Se fizerem a receitinha, voltem aqui para contar como ficou!

Voltarei logo com mais esmaltes lindos e fofos!

Beijos

Adri =D